Danilo ganhará atenção especial da comissão do Corinthians para evitar lesões em 2018

Danilo ganhará atenção especial da comissão do Corinthians para evitar lesões em 2018

Por Meu Timão

Danilo deve ter mais trabalhos na academia em 2018

Danilo deve ter mais trabalhos na academia em 2018

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Paulistão, Copa do Brasil, Libertadores e Campeonato Brasileiro. Com tantas competições, o calendário do Corinthians em 2018 tende a ser ainda mais longo que o de 2017. Os pequenos intervalos e a longas sequências de jogos costumam condenar todos os jogadores. Entre eles, os mais velhos sofrem ainda mais. É o caso de Danilo, que vai ganhar uma atenção especial para não ter tantos problemas físicos na próxima temporada.

"Ele mostrou, já no último jogo contra o Sport, que é um caso diferente, vai nos ajudar em determinadas situações. Precisamos ter cuidado para que não tenha os problemas que teve em 2017. Estava treinando e sentiu, teve que ficar um tempo parado. Temos que fazer ele ter uma sequência maior de treinos, não participando em campo, mas lá dentro com a musculação", projetou Walmir Cruz, preparador físico do Timão, durante a cerimônia do Troféu Mesa Redonda, da TV Gazeta.

Leia também:
Mascherano revela que expulsão pelo Corinthians em 2006 mudou sua carreira
Reserva do Corinthians na reta final de 2017, Maycon recebe sondagens de duas equipes da Europa
Pablo agradece torcida do Corinthians por 'melhor ano da carreira' e diz não ter mágoa

A questão do calendário é tratada com cuidado, mas não assusta o profissional alvinegro. Isso porque já na atual temporada, o Corinthians fez mais de 70 jogos, mesmo fora da Libertadores e eliminado precocemente na Copa do Brasil. A expectativa é que 2018 seja ainda mais puxado.

"O Corinthians participou de 71 jogos, só não fez mais porque ficou fora da Copa do Brasil e da Sul-Americana. Se nós chegássemos nas finais desses dois torneios, chegaríamos a 82 jogos no ano. É muita coisa", analisou.

"Você vê os caras na Europa, eles participam de no máximo 50, 40 jogos. São 20 e poucos jogos a mais por ano e você vê que o jogador aqui joga três anos e na Europa jogam dois", completou.

Veja mais em: Danilo e Departamento Médico.

Veja Mais:

  • Renê Júnior, Zé Rafael e Juninho Capixaba: Corinthians de olho em trio do Bahia

    Novo presidente do Bahia é eleito, e Corinthians deve definir ao menos três negociações

    ver detalhes
  • Ronaldo não tem interesse em trabalhar com futebol no Brasil

    Ronaldo admite apoio a Andrés, mas nega vontade de assumir cargo no Corinthians

    ver detalhes
  • Meia pode ser envolvido em troca por jogadores do atual plantel alvinegro

    Segundo jornalista, Corinthians lidera briga com rivais paulistas por meia do Fluminense

    ver detalhes
  • 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    VÍDEO: 7 jogadores emprestados que podem voltar ao Corinthians em 2018

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes