Corinthians sela acordo e volta a pagar Arena após interrupção de um ano e meio

54 mil visualizações 141 comentários

Por Meu Timão

Corinthians e Caixa chegaram a um acordo sobre o pagamento da Arena

Corinthians e Caixa chegaram a um acordo sobre o pagamento da Arena

Divulgação/Corinthians

O pagamento integral das parcelas da Arena Corinthians foi retomado recentemente. Após imbróglio que se estende desde março de 2016, o clube alvinegro confirmou um novo acordo com a Caixa Econômica Federal para o refinanciamento do estádio em Itaquera.

Segundo informações divulgadas pelo portal Uol Esporte, o diretor financeiro do Corinthians, Emerson Piovezan, afirmou que quatro parcelas referentes ao financiamento já haviam sido pagas ao banco. O pagamento foi realizado de uma só vez, para saldar as parcelas ainda pendentes pela Arena em Itaquera e reiniciar a quitação das dívidas.

Quando o pagamento foi paralisado, já haviam sido abatidas oito parcelas, de R$ 5,6 milhões cada, da dívida referente a Arena Corinthians. A pausa foi cedida pelo banco, enquanto não se tinha um acordo com o clube. Contudo, neste período o estádio foi autorizado a desembolsar somente valores referentes aos juros do financiamento.

Durante a disposição do acordo, o Corinthians adotou a ideia de deixar parcelas maiores para os últimos anos desse pagamento. Com isso, os valores mais baratos seriam pagos somente em 2020, chegando a um nível mais alto no fim do prazo de pagamento, em 2028.

Leia também:
Rosenberg diz que aceitaria convite de Andrés para voltar ao Corinthians
Enquete aponta larga vantagem a um dos quatro candidatos à presidência do Corinthians
Corinthians e Cia do Terno não renovam para 2018; clube segue busca por patrocínio máster

Inicialmente orçada em R$ 820 milhões, a Arena Corinthians teve seu valor extrapolado para R$ 985 milhões no início de 2014. O estádio conta com uma dívida de R$ 1,79 bilhões, composta por repasses a Caixa (mais de R$ 631 milhões), garantias da Odebrecht (R$ 39 milhões), além de valores diretos para a construtora (R$ 346 milhões).

A quantia total beira os R$ 420 milhões, mas até março do último ano, R$ 42,5 milhões já foram renegociados. Vale destacar que o Corinthians está liberado para o uso do CIDs (Certificados de Incentivo ao Desenvolvimento) para abater os valores em débito.

Veja mais em: Arena Corinthians.

Veja Mais:

  • Duilio Monteiro Alves venceu Augusto Melo e Mario Gobbi nas eleições presidencias do Corinthians

    Conheça o histórico e a trajetória de Duilio Monteiro Alves, o novo presidente do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians conquista o bicampeonato da Supercopa de Futsal

    Corinthians repete roteiro da semifinal, supera Pato e é Bicampeão da Supercopa de Futsal

    ver detalhes
  • Duílio é o novo presidente do Corinthians

    Duílio Monteiro Alves vence eleição e é o novo presidente do Corinthians; oito chapas foram eleitas

    ver detalhes
  • Cássio voltou a treinar no CT Joaquim Grava; Corinthians encara Fortaleza na quarta-feira

    Com presenças de Cássio e Ramiro, Corinthians faz segundo treino para enfrentar o Fortaleza

    ver detalhes
  • Mario Gobbi teve o voto de 783 sócios do Corinthians

    Mario Gobbi agradece apoio dos sócios do Corinthians e parabeniza Duilio Monteiro Alves

    ver detalhes
  • As oito chapinhas mais votadas serão parte do Conselho Deliberativo no triênio 2021-2023

    Conselho Deliberativo do Corinthians racha ao meio após eleição; vitalícios serão fiel da balança

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: