Júnior Dutra aponta frustração em estreia pelo Corinthians e se coloca à disposição de Carille

Júnior Dutra aponta frustração em estreia pelo Corinthians e se coloca à disposição de Carille

3.7 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Atacante fez seu primeiro jogo oficial com a camisa do Timão

Atacante fez seu primeiro jogo oficial com a camisa do Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Depois de ver o Corinthians ser superado por 1 a 0 pela Ponte Preta, na noite desta quarta-feira, na estreia no Campeonato Paulista de 2018, Júnior Dutra se mostrou desapontado. Isso porque a partida, acontecida no Pacaembu, marcou a primeira atuação oficial do atacante com o manto alvinegro na temporada. Na zona mista do estádio, o jogador conversou com a imprensa e, em tom de frustração, falou sobre a experiência.

"Não foi a estreia que eu imaginei, sonhei, mas é um prazer muito grande vestir a camisa do Corinthians. Espero ter mais oportunidades, vou trabalhar forte para isso, para ter mais minutos e demonstrar meu futebol aqui", iniciou.

Dutra, que chegou ao Parque São Jorge no início deste mês vindo do Avaí, foi a campo na etapa complementar do duelo a fim de substituir o companheiro Kazim. Questionado sobre o posicionamento que deve assumir nos jogos futuros, já que o time ainda carece da contratação de um centroavante, o atacante se pôs à disposição do treinador Fábio Carille.

"Para ser sincero, vou dar o meu melhor. Se tiver de jogar mais aberto, como um 9, dentro das minhas características eu vou jogar também. Então ele sabe o que pode esperar de mim e eu estou trabalhando forte no dia a dia para ter mais oportunidades", resumiu.

Leia também: Cássio analisa atuação do Corinthians em estreia do Paulista e descarta pessimismo por derrota

A participação do atleta de 29 anos frente aos campineiros não foi suficiente para reverter o cenário a qual os corinthianos se envolveram. Mesmo com um homem a mais durante todo o segundo tempo, o Timão saiu atrás no marcador e, para piorar a situação, ainda desperdiçou penalidade sofrida por Jadson e cobrada pelo próprio camisa 10.

"A Ponte veio muito fechada, com duas linhas muito fechadas. Mas ele tiveram paciência, acharam uma bola, criaram, com um jogador a menos... Infelizmente não conseguimos furar o bloqueio deles", lamentou.

Para pôr fim ao papo, o jogador lembrou que tudo ainda se trata de primeiros passos e, que, com o passar dos dias, os resultados positivos vão surgir. "Estou em um processo, foi o primeiro jogo, vou melhorando, ganhando ritmo de jogo. Agora é acostumar com os treinos, a intensidade, treinar, treinar e esperar os próximos jogos", finalizou.

Veja mais em: Júnior Dutra e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Ramiro está confirmado na equipe titular do técnico Fábio Carille

    Com seis reforços, Corinthians relaciona 21 jogadores para estreia no Paulistão; veja lista

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá que comprar ingressos para assistir à semifinal da Copinha em 2019

    Jogo do Corinthians pela semifinal da Copinha terá venda de ingressos; veja como comprar

    ver detalhes
  • Diretoria do Corinthians vem anunciando novidades na camisa alvinegra neste mês de janeiro

    Corinthians fecha patrocínio de dois anos para barra traseira da camisa

    ver detalhes
  • Oya já soma sete gols na atual edição da Copinha; é o artilheiro do Corinthians no torneio

    Artilheiro e própria Fiel ganham repercussão entre corinthianos após nova vitória na Copinha

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes