Sem temer 'sombra', zagueiro do Corinthians sentencia: 'Somos o time a ser batido'

Sem temer 'sombra', zagueiro do Corinthians sentencia: 'Somos o time a ser batido'

Por Meu Timão

2.6 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Pedro Henrique inicia temporada 2018 como titular na zaga do Corinthians

Pedro Henrique inicia temporada 2018 como titular na zaga do Corinthians

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Se em 2017 o Corinthians era tido como quarta força do futebol paulista e dado como carta fora do baralho, a situação é diferente em 2018. Atual campeão paulista e brasileiro, o Timão desponta como candidato a levar títulos na atual temporada. É que afirma o zagueiro Pedro Henrique, novo titular da equipe, que vê o Corinthians como “time a ser batido”.

“Sem dúvida. Ano passado estávamos com mais tranquilidade pelo fato de sermos a quarta força. Ninguém apostava na gente. Esse ano nós somos o time a ser batido. Jogar no Corinthians é uma pressão muito grande, sabemos a pressão para ganhar títulos. Não será diferente entre Libertadores, Copa do Brasil, Brasileiro e o Paulista”, disse Pedro Henrique em entrevista ao programa Tá na Área, do canal SporTV, nesta terça-feira.

Por falar em 2017, Pedro chegou a disputar partidas como titular na temporada anterior, mas perdeu espaço com a chegada de Pablo. Já no fim do Brasileirão, com o término do empréstimo do então concorrente, o camisa 34 voltou a receber oportunidades do técnico Fábio Carille.

Leia também:
Vai ou fica? Torcida opina sobre desempenho de Pedro Henrique como titular no Corinthians
Herói da noite, Pedro Henrique conta 'bastidores' de jogada do gol do Corinthians

Pedro Henrique sabe que a permanência dele entre os 11 considerados titulares é uma decisão tomada por Carille. Demonstra que o comandante alvinegro confia em seu futebol, já que o clube acertou a contratação do veterano Henrique, ex-Fluminense. Questionado sobre a sombra do defensor, que já até representou a Seleção Brasileira em Copa do Mundo, o jogador de 22 anos é sincero.

“Estou trabalhando tranquilo, ano passado já foi assim, infelizmente perdi minha vaga para o Pablo. Continuei trabalhando, tive oportunidades em 2017, joguei 22 partidas no Brasileiro, e esse ano comecei bem, sério, humilde, as coisas estão acontecendo da melhor maneira possível. Vai ser uma briga sadia, o Corinthians só tem a ganhar”, disse Pedro.

“Isso me deixa tranquilo. Ano passado eu joguei 22 jogos, algumas vezes no lugar do Pablo, outras no lugar do Balbuena, eu entrei e correspondi da melhor maneira porque a zaga estava bem compactada, o professor sempre trabalhou. Quem entrar do banco vai nos ajudar e vai dar conta do recado porque estamos bem treinados pelo Carille na linha de quatro”, concluiu.

Com a dupla Balbuena e Pedro Henrique, o Corinthians volta a campo na sexta-feira, contra o Santo André, às 19h, no estádio Bruno José Daniel, no ABC Paulista. O confronto é válido pela sexta rodada do Paulistão.

Confira os próximos jogos do Corinthians

09 Fev, Sex, 19h00 - Santo André x Corinthians
14 Fev, Qua, 21h45 - Corinthians x São Bento
19 Fev, Seg, 20h00 - Red Bull Brasil x Corinthians
24 Fev, Sáb, 17h00 - Corinthians x Palmeiras
28 Fev, Qua, 21h45 - Millonarios x Corinthians

Veja mais em: Pedro Henrique.

Veja Mais:

  • Clayson, Luan, Sornoza, Marciel e Matheus Matias: confira o vaivém no Corinthians neste fim de 2018

    Corinthians no mercado da bola: saiba quem chega, quem sai e quem negocia com o Timão para 2019

    ver detalhes
  • Boa parte da grana deixada pelo torcedor na Arena Corinthians não vai para o Fundo

    Despesas levam R$ 15,5 mi da bilheteria do Corinthians em 2018; veja levantamento do Meu Timão

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians deposita altas doses de esperança no retorno de Carille

    Torcida do Corinthians coloca retorno do Carille no topo dos assuntos mais comentados do Brasil

    ver detalhes
  • Uendel, um dos alvos do Corinthians, tem 30 anos; 11 a mais que o atual titular Carlos Augusto

    Corinthians aumenta 'filtro de idade' em buscas indicadas por Carille no mercado da bola

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes