Preparador físico do Corinthians explica cautela com altitude para jogo na Colômbia

Preparador físico do Corinthians explica cautela com altitude para jogo na Colômbia

Por Meu Timão

1.8 mil visualizações 39 comentários Comunicar erro

Walmir Cruz, preparador físico do Corinthians, comentou os cuidados para estreia na Libertadores

Walmir Cruz, preparador físico do Corinthians, comentou os cuidados para estreia na Libertadores

Foto: Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

O Corinthians entra em campo nesta quarta-feira, às 21h45 (de Brasília), diante do Millonarios, pela estreia na fase de grupos da Copa Libertadores da América. No gramado do estádio El Campín, na Colômbia, a equipe enfrenta outro adversário: a altitude. Com isso, o preparador físico do clube, Walmir Cruz, explicou os cuidados tomados com o elenco para enfrentar os 2.620 metros acima do nível do mar da cidade de Bogotá, capital colombiana.

"Bogotá é a terceira capital com maior altitude do mundo, perdendo para La Paz (Bolívia) e Quito (Equador). Então, o que a gente sempre faz, a estratégia que a gente monta, é chegar em cima da hora. Isso significa não vir com uma semana de antecedência. A gente ter alguns cuidados, principalmente com a ambientação dos atletas", disse o preparador do Timão em entrevista ao canal SporTV.

"Além desse calendário ser apertado, ainda mais com a Copa do Mundo. Tivemos uma semana de pré-temporada e iniciamos lá na Florida Cup. A preocupação é justamente com a alimentação deles, fazer com que ingiram carboidrato, vitamina C, ferro, que é importante para elevar o nível de oxigênio no organismo, a altitude é bem rarefeita. O que a gente vai mais sentir é a questão do campo, da bola, que fica mais rápida", completou Walmir Cruz.

Leia também:
Corinthians já enfrentou altitude 15 vezes em jogos da Libertadores; veja retrospecto
Neto, tradição e má fase: saiba mais sobre o primeiro adversário do Corinthians na Libertadores
Romero analisa baixa de Rodriguinho e projeta estreia dura para o Corinthians na Colômbia

A delegação corinthiana desembarcou na Colômbia na última segunda-feira, dois dias antes do duelo contra o Millonarios, e realizou o primeiro e único treinamento no país sul-americano nesta terça. O técnico Fábio Carille comandou atividade com bola em campo anexo ao estádio El Campín, onde decidiu a provável escalação para a estreia na Libertadores de 2018.

Segundo Walmir Cruz, o treinamento é importante na adaptação do time alvinegro perante as mudanças do controle de bola na nova altitude. "A gente evita falar de altitude ou oxigênio no vestiário, porque já vim para cá umas quatro vezes e nunca precisamos utilizar. Isso é uma coisa que o organismo se adapta rapidamente, e queremos que eles se adaptem a questão da bola, do passe, do chute. De repente se você chutar muito forte, a bola vai alta demais. Então, essas situações que nos temos nos preocupado. Goleiro sofre bastante, é olhar e a bola já passou", finalizou.

O time do Parque São Jorge integra o grupo 7 da Libertadores, ao lado de Independiente, da Argentina, Deportivo Lara, da Venezuela, e o próprio Millonarios, da Colômbia.

Veja mais em: Libertadores da América.

Veja Mais:

  • Corinthians e Chapecoense voltam a se enfrentar, desta vez pela Copa do Brasil

    TV Globo transmite para dois estados jogo decisivo entre Corinthians e Chapecoense

    ver detalhes
  • Placas publicitárias da Arena Corinthians renderão ao menos R$ 12 milhões por ano

    Corinthians fecha acordo independente de R$ 12 milhões pelas placas publicitárias da Arena

    ver detalhes
  • João Celeri assinou contrato com o Corinthians

    Após desistir de Juninho, Corinthians contrata atacante do Botafogo para Sub-20

    ver detalhes
  • Romero marcou o único gol da partida de ida; Timão tem vantagem mínima por vaga nas semifinais

    Corinthians tenta afastar crise e se classificar às semifinais da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes