Gabriel lamenta suspensão no Paulista e analisa disputa com Ralf no Corinthians

Gabriel lamenta suspensão no Paulista e analisa disputa com Ralf no Corinthians

Por Thaina Barros e Rodrigo Vessoni

4.5 mil visualizações 47 comentários Comunicar erro

Gabriel levou o terceiro cartão amarelo no clássico contra o Santos, deste domingo

Gabriel levou o terceiro cartão amarelo no clássico contra o Santos, deste domingo

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Gabriel é o único desfalque confirmado do Corinthians para o duelo com o Mirassol, nesta quarta, às 21h45, na Arena. O volante recebeu o terceiro cartão amarelo durante o empate com o Santos no Pacaembu e, diante disso, terá de cumprir suspensão contra a equipe do interior.

Após o duelo com a equipe da Baixada, o camisa 5 lamentou ter de sair da equipe na reta final da primeira fase do Paulistão. Ele aproveitou para explicar como foi o lance que originou o terceiro cartão amarelo, que corresponde a sua primeira suspensão na temporada.

"É lógico que a gente lamenta, porque não queremos ficar fora dos jogos. Mas uma hora isso ia acontecer. Nós queremos sempre jogar, mas acontece, coisas do futebol. Um lance ali, até no campo de ataque, onde eu fui para finalizar, mas o jogador chegou antes e acabei levando o terceiro cartão. Agora é descansar e tentar apoiar o grupo para tentar ganhar o próximo jogo, contra o Mirassol, e voltar zerado contra o Botafogo lá em Ribeirão", disse o jogador.

Leia também:
Empate mantém Corinthians entre os primeiros do Paulista; veja classificação
Renê Júnior é destaque no clássico; só três corinthianos ficam acima de 6.0
Carille se diz muito satisfeito com Renê Júnior e elogia inteligência do volante

A tendência é de que Maycon abra espaço na lateral esquerda para Sidcley e retorne para sua posição de origem - segundo volante -, com Renê Júnior mais recuado para a função de primeiro volante. Gabriel elogiou os companheiros.

"Todos os jogadores que vestem a camisa do Corinthians tem capacidade de estar aqui e fazer sempre o melhor. É muito bom, um jogador (Renê Júnior) que me ajuda bastante. Não só o Renê, mas todos os jogadores que estão ali, que tem a oportunidade de jogar. Tenho certeza que tem muita capacidade para estar ali", lembrou Gabriel, que voltou a falar da concorrência de Ralf.

"Lógico que a gente tem que trabalhar, não só porque o Ralf está aqui. Nós temos uma disputa muito sadia dentro do grupo e não só na parte de volantes, mas em todas as posições. Isto é normal em um time de futebol, é bom para o jogador sempre estar se preparando para fazer o melhor e ajudar o Corinthians", finalizou.

Veja mais em: Gabriel, Corinthians x Santos e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Hector Tapia, treinador do Colo-Colo, durante entrevista ao Meu Timão na cidade de Atibaia

    Estágio no Corinthians com Tite e busca por gols: técnico do Colo-Colo fala ao Meu Timão

    ver detalhes
  • Corinthians voltou a enfrentar o São José no Parque São Jorge, nesta segunda-feira

    Corinthians vira no último quarto, vence São José por um ponto e empata série final da Liga Ouro

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians terá ingressos mais baratos para assistir aos jogos na Arena

    Corinthians anuncia diminuição de preços dos ingressos da Arena; veja os novos valores

    ver detalhes
  • Léo Príncipe será emprestado ao Vitória de Setubal até julho de 2019

    Corinthians define operação de empréstimo de Léo Príncipe a clube português

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes