Alessandro explica situação de Kazim, sem chances no Corinthians: 'Sai se chegar algo excepcional'

Alessandro explica situação de Kazim, sem chances no Corinthians: 'Sai se chegar algo excepcional'

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni

14 mil visualizações 130 comentários Comunicar erro

Atacante não tem recebido chances com Carille

Atacante não tem recebido chances com Carille

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Após iniciar o ano entre os titulares, Kazim perde cada vez mais espaço no Corinthians. Suspenso da Libertadores, ficou fora da lista de inscritos pelo clube na competição e segue sem oportunidades no Paulistão. Para dificultar ainda mais a vida do turco, o novo esquema alvinegro não utiliza um nome de referência. Por tudo isso, Alessandro Nunes, gerente de futebol alvinegro, não descarta a saída do atacante.

"Pode sair se chegar uma oferta excepcional para ele e para o clube. Pode ficar se não chegar nada. Está participando do jogo normalmente, não participou na Libertadores por um aspecto que todos sabem. Está inserido na rotina do departamento de futebol normalmente", explicou, após o empate contra o Santos, por 1 a 1, neste domingo.

Leia também:
Dois jogos de Paulistão e jornada tripla no basquete: a agenda do Corinthians nesta semana
Morre homem espancado em briga entre torcedores de Santos e Corinthians
Autor de golaço, Renê Júnior é destaque no clássico; só três corinthianos ficam com média acima de 6

O aspecto lembrado por Alessandro são os cinco jogos de suspensão do camisa 18 na competição continental. Vale ressaltar, no entanto, que estando fora da lista de inscritos para o torneio, a punição segue valendo e ele não cumpre as partidas. Ou seja, Kazim está realmente fora dos planos de Carille na Libertadores.

Na reserva durante os compromissos do Paulistão, Kazim se tornou última opção do ataque. Até o jovem Matheus Matias, recém-chegado ao clube, parece estar a frente na preferência do comandante corinthiano - esse, sim, foi inscrito na Libertadores. Se deixar o Corinthians, a tendência é que o turco, a exemplo de nomes como Giovanni Augusto, Moisés e Yago, seja emprestado, visto que seu contrato vai até dezembro e, ao que tudo indica, não será renovado.

Veja mais em: Alessandro e Kazim.

Veja Mais:

  • Uendel, um dos alvos do Corinthians, tem 30 anos; 11 a mais que o atual titular Carlos Augusto

    Corinthians aumenta 'filtro de idade' em buscas indicadas por Carille no mercado da bola

    ver detalhes
  • Memórias do Japão

    [Rafael Castilho] Memórias do Japão

    ver detalhes
  • Carille retornou da Arábia Saudita para assumir o Corinthians em 2019

    Com festa da Fiel, Carille desembarca no Brasil e fala pela primeira vez sobre retorno ao Timão

    ver detalhes
  • Carille explicou perfil de contratações indicadas à direção alvinegra

    Sem estrelas: Carille traça perfil de contratações do Corinthians e rasga elogios a Ramiro

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes