Tite precisa deixar a coerência de lado.

Tite precisa deixar a coerência de lado.

A última derrota do Corinthians, para o Avaí, na Ressacada, permitiu que os adversários se aproximassem do líder do Brasileirão, e em que pese os desfalques significativos do artilheiro Liédson e do capitão Chicão, o time deu vexame no Sul, e sofre agora uma pressão inimaginável á apenas dez dias atrás. O Timão vai enfrentar, no Pacaembu, o lanterníssimo América-MG, time que venceu apenas um dos treze jogos que disputou, e que já tomou vinte e seis gols, média de dois por jogo, e tem a obrigação de ganhar, sob os olhares da Fiel, que deve enfrentar um frio de 10 graus, lotar o estádio, e exigir a reação.

Um aspecto que precisa ser abordado é a pressão colocada sobre o jovem goleiro Renan, que entrou numa fria, e é vítima, e não causador, da fase corintiana. Parte da torcida, que jamais aceitou Julio César, agora vira as suas baterias contra o goleiro, que não tem comprometido em campo, mesmo porque o Corinthians não enfrentou nenhuma equipe que jogasse abertamente, mas apenas em contra-ataques, e nos gols sofridos, a performance de Renan não foi fator decisivo. Nenhum frango, nenhuma lambança. Apenas nos olhos dos formadores de opinião que gostam de manipular as massas, para o "bem" do Corinthians. Deixem o garoto jogar o seu futebol em paz!

Apesar do presidente Andrés Sanches defender o trabalho da Comissão Técnica em um programa esportivo na televisão, a verdade é que os torcedores já questionam a capacidade do técnico Tite para conquistar o penta-campeonato para o Corinthians; a falta de alternativas táticas, e a previsibilidade do time em campo não deixam muita margem de defesa ao técnico. Contra o Cruzeiro, por exemplo, o time enfrentou uma equipe matreira, que fez o Corinthians cair facilmente na sua armadilha, precisamente pela incapacidade de surpreender do técnico corintiano. Ele defende de unhas e dentes a permanência de Danilo como titular, mas não percebe que desfalques no ataque e na defesa afetam e modificam a produção do meio de campo, daí a necessidade de basear a equipe no talento de Alex, e que isso é uma necessidade urgente. Nada melhor para isso que um jogo-treino, como o da próxima rodada. Afinal, o time é líder, e com um jogo a menos, não teria oponente melhor para reafirmar o seu domínio no Brasileirão. Vai, Corinthians!

Fonte: lancectivo

Enviado por: Dirceu Felipe de Barros

Veja Mais:

  • Copa Sul-Americana terá 32 classificados na segunda fase

    Copa Sul-Americana chega a 21 classificados; torneio pode ter até sete campeões da Libertadores

    ver detalhes
  • Léo Santos (à dir.) deixou atividade mais cedo por conta de bolhas nos pés; Paulo Roberto foi testado na zaga

    Zagueiro deixa treino e faz Carille improvisar nesta quinta-feira; veja escalação do Corinthians

    ver detalhes
  • O meia Régis, do Bahia, recebeu elogios do técnico Fábio Carille

    Corinthians prioriza reforço para a zaga, e dispensa indicação por meia do Bahia

    ver detalhes
  • Sem oportunidades, Bruno Paulo está próximo de deixar o Corinthians

    Fora dos planos do Corinthians, Bruno Paulo negocia com time pernambucano

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes