Chicão explica abraço em Jorge Henrique: 'Não racharão o time'

Chicão explica abraço em Jorge Henrique: 'Não racharão o time'

Por Meu Timão

Chicão indo comemorar com Jorge Henrique após marcar o gol

Chicão indo comemorar com Jorge Henrique após marcar o gol

Foto: AE

O gol do zagueiro Chicão na vitória por 3 a 2 sobre o Grêmio, nesta quarta-feira, foi dedicado a Jorge Henrique. Depois de cobrar pênalti no fundo do gol de Victor, o jogador, acompanhado do restante do time titular, correu em direção ao atacante para abraçá-lo no banco de reservas.

Até então titular absoluto, Jorge Henrique perdeu a posição para a entrada do meia Edenílson. A explicação dada pelo técnico Tite, na véspera do confronto, é de que a equipe vinha sofrendo muitos gols (foram oito nas últimas quatro rodadas do Campeonato Brasileiro), e ele decidiu realinhar o time com losango no meio-campo para fortalecer a defesa.

No entanto, no início da tarde desta quarta-feira, horas antes da partida no Pacaembu, a diretoria do clube emitiu nota oficial negando denúncia de que Jorge Henrique havia sido sacado, em decisão conjunta entre a comissão técnica e os dirigentes, por excessivas saídas noturnas.

"Fui comemorar o gol com ele porque ficam falando muita bobeira fora de campo, coisas que não têm nada a ver. A gente fica chateado que algumas pessoas queiram rachar nosso grupo, e isso não vai acontecer", explicou o defensor e capitão do Corinthians, também alvo de denúncia de frequentar a noite paulistana - e juntamente com o presidente do clube, Andrés Sanchez.

"Fiquei chateado porque, como capitão, tenho que dar exemplo. Quem disse tem que comprovar, até porque nem telefone do Andrés eu tenho. O contato que eu tenho com ele é no clube. A gente fica chateado, porque ninguém prova nada e falar o que quiser", defendeu-se Chicão.

Fonte: Gazeta Esportiva

Veja Mais:

  • Meia sentiu a costela após dividida com Betão

    Jadson tem fratura constatada e desfalca Corinthians por um mês

    ver detalhes
  • Jô, artilheiro do Corinthians na temporada com 15 gols, não balançou as redes nesta quarta-feira

    Fora de casa, líder Corinthians para na retranca do Avaí e volta a empatar no Brasileirão

    ver detalhes
  • Walter não garantiu permanência no Corinthians

    Walter não garante permanência no Corinthians: 'Estou aguardando'

    ver detalhes
  • Marquinhos Gabriel não viveu boa noite na Ressacada

    Torcida do Corinthians escolhe árbitro e Marquinhos Gabriel como vilões por empate contra o Avaí

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes