Chicão é apenas advertido e deve reforçar Corinthians em clássico

Chicão é apenas advertido e deve reforçar Corinthians em clássico

O zagueiro Chicão está liberado para reforçar o Corinthians no clássico deste domingo contra o Santos. Julgado no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) por ter trocado tapas com o palmeirense Valdivia, em clássico do dia 28 de agosto, ele recebeu advertência sem punição.

Capitão da equipe, o defensor havia sido indiciado no artigo 258 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (assumir qualquer conduta contrária à disciplina ou à ética desportiva), que previa pena de uma a seis partidas de gancho, a começar pela rodada deste fim de semana.

Absolvido de punição, o camisa 3 do time alvinegro deve ser confirmado pelo técnico Tite ao lado de Leandro Castán, no Pacaembu. O jogador, porém, não participa do treino desta sexta-feira, no CT Joaquim Grava, por ter viajado ao Rio de Janeiro para poder acompanhar o julgamento.

Segundo o que disse o técnico Tite, na tarde desta sexta, a outra opção para a posição seria Wallace, reserva imediato que também atua pelo lado direito da defesa. No entanto, como ainda há treinamento neste sábado, Chicão deve estar entre os titulares.

Chicão é apenas advertido e deve reforçar Corinthians em clássico

Fonte: Terra

Enviado por: Gustavo Gomes Pacheco

Veja Mais:

  • Pablo assinará por quatro anos com Corinthians

    Corinthians usa Malcom, abate mais da metade do valor e compra Pablo em definitivo

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians esgota ingressos contra o Flamengo

    Torcida do Corinthians esgota ingressos disponíveis contra o Flamengo; previsão de recorde na Arena

    ver detalhes
  • Carille optou por Kazim no lugar de Jô nesta quarta-feira

    Carille esboça escalação do Corinthians com quatro mudanças para pegar Patriotas

    ver detalhes
  • Carille terá 19 jogadores para o duelo desta quarta-feira

    Sem dois titulares, Carille relaciona 19 jogadores do Corinthians contra Patriotas

    ver detalhes

Comente a notícia:

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes