Com Adriano, Corinthians ganha estatura e pode mudar estilo

Com Adriano, Corinthians ganha estatura e pode mudar estilo

Por Meu Timão

O atacante Adriano cabeceia durante treino do Corinthians no CT

O atacante Adriano cabeceia durante treino do Corinthians no CT

Contratado como o principal reforço do Corinthians para a temporada, o atacante Adriano deve fazer sua estreia pelo clube do Parque São Jorge, apesar de o próprio técnico Tite não querer. E o jogador, que começará na reserva, pode ser a peça que faltava no elenco do atual vice-líder do Campeonato Brasileiro. Pelo menos é o que demonstra os números do Nacional.

De acordo com o Datafolha, o Corinthians é o time que mais faz cruzamentos para a área entre os 20 clubes do nacional. A equipe tem média de 25,6 bolas cruzadas por jogo.

Com 1,90 m, Adriano sempre foi considerado um especialista nas jogadas aéreas ou pelo menos era em seus tempos de Imperador. Em 2009, quando conduziu o Flamengo ao título do Campeonato Brasileiro, o jogador marcou cinco dos seus 19 gols de cabeça.

Tite não discorda dos números e confirma que a jogada pelas beiradas é uma das principais armas do Corinthians no Nacional. No entanto, faz uma ressalva.

"Por não termos um jogador muito alto, é sempre uma bola sem peso, de preferência no chão e de antecipação", disse o treinador citando os outros quatro jogadores do setor ofensivo utilizado com freqüência: Liedson (1,75 m), William (1,71 m), Emerson (1,71 m) e Jorge Henrique (1,69 m).

"Com a vinda do Adriano, a se confirmar, ganhamos o jogador do pivô e da bola área. Teremos a bola rápida e a alçada", animou-se o treinador corintiano.

A jogada aérea foi a principal arma do Corinthians no empate contra o Vasco por 2 a 2, no último domingo, em São Januário. Sem Liedson, vetado pelo departamento médico, e Emerson, suspenso, o meia Danilo (1,86 m), atuou como atacante.

Ele marcou um gol de cabeça e teve outras duas grandes oportunidades através de bolas alçadas para a área de garantir a vitória, mas não foi feliz nas conclusões.

"Facilita [a presença de um jogador alto] e deve mudar [os cruzamentos]. Agora, com o Adriano, vamos alçar mais as bolas. Com o Liedson ou para os outros atacantes, que são mais baixos, mandávamos bolas rápidas e rasteiras", disse o meia Danilo.

Os gols marcados pelo Corinthians no Campeonato Brasileiro também mostram a eficiência do time nas jogadas pelos lados de campo. Quase metade dos 39 gols feito pela equipe na competição é oriundo das laterais. No entanto, apenas três foram de cabeça.

Com Adriano em campo, a expectativa de Tite e da torcida corintiana é que esse número aumente.

Fonte: Folha

Veja Mais:

  • 'Herói' do Dérbi, Jô deve voltar a ganhar chance como titular diante do Mirassol. Tá querendo!

    Embalado pós-clássico, Corinthians coloca confiança à prova contra sensação do Paulistão

    ver detalhes
  • Gabriel se diz bastante feliz no Corinthians

    Gabriel justifica provocação a ex-clube: 'Faço o que for preciso para defender o Corinthians'

    ver detalhes
  • Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    Corinthians volta a brincar sobre confusão do Dérbi e promete novidade no uniforme

    ver detalhes
  • Furlan apita sexta partida do Corinthians na carreira

    Após polêmica no Dérbi, FPF define trio de arbitragem para próximo jogo do Corinthians

    ver detalhes

Quem formará o ataque quando tivermos Emerson, Liedson e Adriano

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!

  • 1000 caracteres restantes