Consulado em SP aumenta em 400% emissão de vistos para o Japão

Consulado em SP aumenta em 400% emissão de vistos para o Japão

Depois de a agência oficial de turismo do Corinthians (CVC) anunciar a venda de dois mil pacotes para o Mundial de Clubes, foi a vez do Consulado Geral do Japão em São Paulo revelar a quantidade de vistos emitidos. De acordo com nota oficial, apenas nos meses de outubro e novembro, 8.5 mil emissões ocorreram no escritório localizado na Avenida Paulista.

Apesar de deixar claro que não é possível confirmar o número de vistos concedidos para torcedores, o Consulado informou que, em 2011, a média de vistos emitidos foi de 850 ao mês. Ou seja, em outubro e novembro de 2012, houve um aumento de 400% nas emissões.

O Mundial de Clubes será disputado entre 6 e 16 de dezembro no sistema eliminatório (primeira fase, quartas de final, semifinal e final), além da definição de quinto e terceiro.
Assim como no ano passado, o Japão vai sediar o Mundial, com jogos nas cidades de Toyota e Yokohama. É a 31ª vez que o país asiático recebe o torneio --seis sob organização da Fifa e outras 25, entre 1980 e 2004.

Os representantes da América do Sul e da Europa iniciam na semifinal e só podem se encontrar na final (se triunfarem) ou na decisão de terceiro lugar (se perderem).

Além do Corinthians, estão garantidos: Auckland City (Nova Zelândia), Chelsea (Inglaterra), Monterrey (México), Sanfrecce Hiroshima (Japão) e Al Ahly, do Egito.

QUEM É QUEM

O mexicano Monterrey jogará o Mundial de Clubes pela segunda vez. No ano passado, o time foi eliminado nas quartas de final pelo Kashiwa Reysol e terminou o torneio na quinta colocação ao derrotar o Esperánce por 3 a 2.

Neste ano, o time volta ao Mundial como bicampeão. Superou o Santos Laguna na final da Liga dos Campeões da Concacaf. Fez 12 jogos, com oito vitórias, um empate e três derrotas. Marcou 25 gols e sofreu nove.

O Auckland City é o mais novo entre os participantes, com oito anos, mas vai disputar o torneio pela quarta vez. É o mais presente no Mundial desde que a Fifa passou a organizar o torneio e abriu vaga para outros continentes.

Na campanha do título continental, teve seis vitórias, um empate e uma derrota. Marcou 20 gols e sofreu nove. No entanto, o clube tetracampeão da Oceania nunca passou das quartas de final do Mundial. Foi sexto (2006), quinto (2009) e sétimo colocado (2011).

MUNDIAL-2000

Em 2000, quando fez sua primeira e única participação, o Corinthians entrou como representante do país-sede por ser campeão brasileiro. Na ocasião, a Fifa organizou pela primeira vez o torneio e convidou os campeões continentais de todas as confederações.

Naquele ano, a final do Mundial foi brasileira --entre Corinthians e Vasco--, algo inédito até hoje. Foi também a edição com mais participantes: oito.

O formato também era diferente. Divididos em dois grupos com quatro equipes, os campeões de cada chave fizeram a final. Os segundos melhores disputaram o terceiro lugar --o mexicano Necaxa venceu o espanhol Real Madrid nos pênaltis.

Fonte: Folha de São Paulo

Veja Mais:

  • Carille comandou o treino do Corinthians deste sábado, no CT Joaquim Grava

    Pablo treina, e Carille define escalação do Corinthians contra o Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson foi relacionado pela primeira vez no Corinthians

    Com estreia de Clayson e Pablo, Corinthians relaciona 22 contra Atlético-GO

    ver detalhes
  • Clayson deve estrear com a camisa do Corinthians neste domingo

    Relacionado pela primeira vez, Clayson faz declaração à torcida do Corinthians em rede social

    ver detalhes
  • Roberto (à esq.) está pessimista por negócio com Cicinho

    Roberto de Andrade esclarece especulações, vê Cicinho distante e abre o jogo sobre Nenê

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes