No Metalist, Willian afirma que torcerá pelo Corinthians e descarta retorno

No Metalist, Willian afirma que torcerá pelo Corinthians e descarta retorno

Além dos mais de 30 milhões de loucos, o Corinthians contará com um torcedor em especial para o Mundial de Clubes, no Japão. Willian, ex-jogador do clube e atualmente no Metalist, promete que estará torcendo pelo seu ex-time que estreia nesta quarta-feira (12), às 8h30, contra o Al Ahly, no estádio Toyota.

Quase seis meses na Ucrânia, o atacante ainda mantem contato com alguns jogadores do Corinthians, em especial Fabio Santos, Paulinho e Júlio César. Até por ter deixados amigos no clube, o jogador espera que o time levante a taça no Japão. “Vou torcer pelos meus ex-companheiros e espero que sejam campeões e que proporcionem, mais uma vez, alegria ao torcedor corintiano que é fanático”, disse em entrevista ao Virgula Esporte.

Conhecido também como Cebolinha, apelido que vem desde 2002, Willian foi para o Corinthians em janeiro de 2011, ano em que conquistou o Campeonato Brasileiro. Para o atacante, o título da competição nacional foi um dos momentos mais marcantes em sua passagem pelo time alvinegro.

“Apesar da Libertadores ter sido muito especial, um momento muito marcante para mim foi quando fomos campeões brasileiro. No momento que o árbitro deu o apito final , eu pude ajoelhar e agradecer à Deus por ter recebido o primeiro título da minha carreira profissional”, revelou.

Após as boas atuações no Campeonato Brasileiro de 2011, Willian acabou perdendo a titularidade em 2012. Mesmo sendo o responsável por colocá-lo no banco de reserva, o atleta ainda tem um carinho por Tite. “Claro que o jogador quer estar sempre jogando, mas todos respeitavam o treinador e o companheiro. O Tite é um cara muito querido e tem o respeito e um grupo na mão. É merecido tudo isso que está acontecendo com ele”, disse o atacante que ainda revelou nunca ter presenciado algum desentendimento durante o seu período no Corinthians. “Estive um ano e meio e nunca vi uma briga no treinamento por estar bravo, estar de fora ou por uma vaidade”, afirmou.

Willian foi para o Metalist em junho deste ano e ao chegar no time ucraniano contou com o apoio dos outros brasileiros que trabalham no clube (Fininho, Cleiton Xavier, Marlos e Taison e o preparador físico Michel Huff). A presença dos compatriotas facilitou a adaptação ao país, mas o atacante ainda sofre com a ausência de sua esposa Loisy e a filha recém-nascida Felippa, atualmente com quatro meses, que ficaram no Brasil.

Fininho foi quem passou as informações do time para Willian, antes de desembarcar na Europa. O lateral passou um período se recuperando no Corinthians, na época que o atacante ainda atuava pelo time alvinegro, e comentou sobre a estrutura do Metalist e como era o país. O jogador admite que ainda não conseguiu conhecer os pontos turísticos da cidade e sai mais para restaurante junto com os demais brasileiros que atuam no clube.

Coritiba
Recentemente o jogador foi especulado como reforço do Coritiba para 2013. Sobre um possível retorno ao futebol brasileiro, o atacante descarta a hipótese e afirma que pretende cumprir o contrato de cinco anos com o time ucraniano.

“Não penso em voltar para o brasil. Quero crescer e criar minha história no Metalist que está com mentalidade de ser campeão e de disputar uma Champions League”, disse Willian.

Fonte: Virgula

Veja Mais:

  • Cerca de 200 integrantes de organizadas foram ao Pacaembu neste domingo

    Ato de organizadas tem gritos de 'Vamo Chape' e pedido por liberdade nos estádios

    ver detalhes
  • Kalil, à direita de Roberto de Andrade, pediu licença de 60 dias

    Vice-presidente solicita licença do cargo e dispara contra diretoria do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruno César anotou o segundo gol na vitória por 2 a 0

    Ex-jogador do Corinthians marca golaço de falta e dedica à Chapecoense; veja o vídeo

    ver detalhes
  • Filha dá resposta sensacional ao pai palmeirense: 'Vai, Corinthians'

    Pai força garotinha a cantar música do Palmeiras, e ela surpreende com um 'Vai, Corinthians!'

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes