Cássio surpreende ao citar momento mais especial no Corinthians: 'Questionavam se eu daria conta'

Cássio surpreende ao citar momento mais especial no Corinthians: 'Questionavam se eu daria conta'

Por Meu Timão

4.4 mil visualizações 52 comentários Comunicar erro

Cássio no vestiário antes de seu jogo de estreia pelo Corinthians, contra o Emelec, em 2012

Cássio no vestiário antes de seu jogo de estreia pelo Corinthians, contra o Emelec, em 2012

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Principal ídolo do Corinthians entre os atuais titulares e presente no elenco desde 2012, Cássio tem muita história para contar com a camisa alvinegra. Consequentemente, o camisa 12 traz consigo momentos especiais de sobra nessas sete temporadas em que defendeu o clube. E o mais especial deles é, curiosamente, o mais longínquo possível: sua estreia.

Cássio estreou pelo Corinthians no dia 2 de maio de 2012, no empate de 0 a 0 contra o Emelec, no Equador, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores daquela temporada. O goleiro citou tal partida em entrevista concedida à Rádio Jovem Pan.

"É difícil, mas, se for para escolher só um, eu acho que foi o meu primeiro jogo, contra o Emelec", elegeu, deixando assim para trás momentos como a defesa no chute de Diego Souza contra o Vasco na Libertadores-2012, a atuação heroica diante do Chelsea na final do Mundial de Clubes da Fifa também daquela temporada e as defesas de pênalti no estádio do Palmeiras que resultaram no mais recente título paulista do Timão.

Leia também:
Cássio prevê nova retranca de adversário na Copa do Brasil e pede inteligência
Cássio e outros alertam para 'medo de apitar' dos árbitros por reclamações de rivais

Cássio assumiu a titularidade do Corinthians comandado por Tite em meio a uma sequência de más atuações do então arqueiro principal Júlio César. Ainda desconhecido entre os torcedores e recém-chegado do PSV, da Holanda, o goleiro dava ali, em Guayaquil, os primeiros passos para uma longa história de idolatria com a camisa do Timão.

"Eu me lembro que, quando a gente foi para o jogo contra o Emelec, muitas pessoas questionavam se eu daria conta do recado. Naquela época, o sonho de todo corinthiano era ganhar a Libertadores, e testar um goleiro numa situação daquelas era difícil. Mas eu me senti muito seguro. Todos me deram muito suporte. Os jogadores, o treinador… Isso me deixou muito confiante", explicou Cássio.

Veja mais em: Cássio, Libertadores da América e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians conquistou o Paulistão-2018 em pleno Allianz Parque

    Corinthians conhece seu grupo no Campeonato Paulista de 2019; mata-mata terá VAR

    ver detalhes
  • Diretoria do Corinthians tem 'pepino' de mais de R$ 21 milhões em 2018

    Déficit do Corinthians aumenta em 2018 e ultrapassa R$ 21 milhões; dívida total é de R$ 504 mi

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez promete reforços 'de cancha' ao Corinthians do técnico Jair Ventura

    Andrés Sanchez promete tentar contratação de 'jogadores de cancha' para Corinthians em 2019

    ver detalhes
  • Caio Mello, fisioterapeuta, antes de um dos jogos do Corinthians

    Reunião com Andrés define situação de membros da comissão técnica que discutiram publicamente

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes