Cássio surpreende ao citar momento mais especial no Corinthians: 'Questionavam se eu daria conta'

Cássio surpreende ao citar momento mais especial no Corinthians: 'Questionavam se eu daria conta'

Por Meu Timão

4.4 mil visualizações 52 comentários Comunicar erro

Cássio no vestiário antes de seu jogo de estreia pelo Corinthians, contra o Emelec, em 2012

Cássio no vestiário antes de seu jogo de estreia pelo Corinthians, contra o Emelec, em 2012

Foto: Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Principal ídolo do Corinthians entre os atuais titulares e presente no elenco desde 2012, Cássio tem muita história para contar com a camisa alvinegra. Consequentemente, o camisa 12 traz consigo momentos especiais de sobra nessas sete temporadas em que defendeu o clube. E o mais especial deles é, curiosamente, o mais longínquo possível: sua estreia.

Cássio estreou pelo Corinthians no dia 2 de maio de 2012, no empate de 0 a 0 contra o Emelec, no Equador, pelo jogo de ida das oitavas de final da Libertadores daquela temporada. O goleiro citou tal partida em entrevista concedida à Rádio Jovem Pan.

"É difícil, mas, se for para escolher só um, eu acho que foi o meu primeiro jogo, contra o Emelec", elegeu, deixando assim para trás momentos como a defesa no chute de Diego Souza contra o Vasco na Libertadores-2012, a atuação heroica diante do Chelsea na final do Mundial de Clubes da Fifa também daquela temporada e as defesas de pênalti no estádio do Palmeiras que resultaram no mais recente título paulista do Timão.

Leia também:
Cássio prevê nova retranca de adversário na Copa do Brasil e pede inteligência
Cássio e outros alertam para 'medo de apitar' dos árbitros por reclamações de rivais

Cássio assumiu a titularidade do Corinthians comandado por Tite em meio a uma sequência de más atuações do então arqueiro principal Júlio César. Ainda desconhecido entre os torcedores e recém-chegado do PSV, da Holanda, o goleiro dava ali, em Guayaquil, os primeiros passos para uma longa história de idolatria com a camisa do Timão.

"Eu me lembro que, quando a gente foi para o jogo contra o Emelec, muitas pessoas questionavam se eu daria conta do recado. Naquela época, o sonho de todo corinthiano era ganhar a Libertadores, e testar um goleiro numa situação daquelas era difícil. Mas eu me senti muito seguro. Todos me deram muito suporte. Os jogadores, o treinador… Isso me deixou muito confiante", explicou Cássio.

Veja mais em: Cássio, Libertadores da América e Ídolos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Elenco do Corinthians reunido após vitória contra a Chapecoense

    Jogadores postam foto de elenco reunido e ressaltam 'força do grupo' do Corinthians

    ver detalhes
  • Atletas celebram com Jadson golaço do meia em Chapecó

    Jadson brilha, e Clayson volta a decepcionar: as notas da vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Jordan Souza deve ser um dos titulares de Barroca nesta quinta-feira

    Depois de virada incrível, Corinthians volta a encarar Palmeiras no Sub-20

    ver detalhes
  • Cássio não levou gol em nenhum dos jogos das quartas de final da Copa do Brasil

    Cássio sugere Flamengo favorito, mas aponta diferencial do Corinthians para semi da Copa do Brasil

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes