Pai de Carille revela conversa com filho sobre possível saída do Corinthians

42 mil visualizações 456 comentários

Por Meu Timão

Com proposta da Arábia Saudita, técnico Fábio Carille pode deixar o Corinthians

Com proposta da Arábia Saudita, técnico Fábio Carille pode deixar o Corinthians

Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

A chance do técnico Fábio Carille deixar o Corinthians e seguir para o Al Hilal, da Arábia Saudita, está mais próxima do que o torcedor alvinegro gostaria. Em conversa com os pais, Joaquim Pereira de Araújo e Vanda Carille, o treinador admitiu que a proposta é irrecusável e que deve deixar o clube do Parque São Jorge.

"É a segunda ou terceira proposta que ele recebe de lá, assim como teve outras de clubes daqui do Brasil. Ele falou: 'Pai, não vai ter jeito, acho que vou ter de sair, pois realmente é incrível, vou decidir no Brasil, mas desta vez não vai ter jeito'. Ele poderia levar até três pessoas na comissão dele, o que já ajudava muito. Isso ele me disse ontem (quarta-feira) à noite", disse Joaquim, pai de Carille, ao GloboEsporte.com.

Como divulgado em primeira mão pelo Meu Timão, Carille recebeu uma oferta milionária do clube saudita que visa dois anos de contrato e vencimentos que superariam as atuais cifras no Corinthians em mais de três vezes. A proposta foi bem recebida pelo seu estafe, e a diretoria alvinegra ainda busca reverter a situação nos bastidores. Além do treinador corinthiano, o Al Hilal também está de olho em Jorge Jesus, treinador do Sporting, de Portugal.

Leia também: Fúria, promessa, campanha... Fiel repercute possível saída de Carille do Corinthians

Ainda segundo o pai de Carille, a chance de uma segurança financeira tem grande peso na decisão do treinador - mesmo que não tenha revelado valores aos familiares. "Ele (Carille) não falou em números, só me disse que era irrecusável. E vendo programas de TV, parece que é um negócio absurdo", afirmou seu Joaquim.

"Muitas vezes um cara, ainda mais sendo novo como ele é, tem de aproveitar. Pelo o que falei com ele ontem, acho difícil. É irrecusável, infelizmente por um lado, mas felizmente por outro que é o valor dele. Eu sempre o apoiei, não só por ser meu filho. É que é um monte de dinheiro. Mas ele merece, sempre trabalhou por isso. Não é de graça que vem, colheu o que plantou. Então sempre vou apoiar", completou.

Já para a mãe do técnico do Corinthians, Vana Carille, a decisão é totalmente do filho. "Quando ele estava de auxiliar e foi convidado, eu fiquei com medo. Ele estava muito bem de auxiliar, ainda mais na situação que o Corinthians estava. Mas minha opinião não deu certo, ainda bem. Eu vou apoiar. Se fosse eu, eu iria, mas com muito medo. Então ele que vá e mande uns troquinhos pra nós. Já ajuda a gente, agora ajuda ainda mais (risos)", garantiu.

Carille acertou seu contrado com Corinthians em janeiro do ano passado, e soma dois Campeonatos Paulistas e um Brasileirão em menos de um ano e meio de trabalho. A confirmação de sua permanência ou saída do clube do Parque São Jorge deve ser anunciada até a próxima semana.

Enquanto isso, nesta quinta-feira, o Corinthians encara o venezuelano Deportivo Lara, pela quinta rodada da fase de grupos da Libertadores da América. A partida tem início às 21h30 (de Brasília) no estádio Metropolitano de Lara.

Veja mais em: Fábio Carille e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Giuliano será apresentado pelo Corinthians nesta quarta-feira

    Corinthians marca apresentação virtual de meia Giuliano; saiba mais

    ver detalhes
  • Elenco comemorando o gol de Jô contra o Red Bull Bragantino, na reestreia do atacante

    Veja como reestrearam os ídolos do Corinthians que voltaram ao clube nos últimos anos

    ver detalhes
  • Neguinho está próximo de acertar o retorno pro Corinthians

    Corinthians tem interesse na contratação de Neguinho; jogador foi visto no Parque São Jorge

    ver detalhes
  • Timão fará sua estreia na quinta-feira, às 19h30, contra o Paulistano

    Corinthians conhece datas do Paulista de Basquete; equipe estreia na quinta-feira

    ver detalhes
  • Giuliano completa nesta terça-feira exatos 100 dias sem entrar em campo; meia-atacante entrou em campo pela última vez no longínquo dia 25 de abril, quando atuou pelo Basaksehir, da Turquia

    Giuliano completa exatos 100 dias sem jogar; reforço do Corinthians se prepara para estreia

    ver detalhes
  • Jacinto Antônio Ribeiro, o "Jaça", conselheiro vitalício do clube, e pivô de conflito com Brazil nas últimas semanas; Márcio Bittencourt, ex-jogador e ex-treinador da base do clube

    Desentendimento na base do Corinthians separa Sub-23 das demais categorias; entenda

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x