Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

Carille sobe tom, ataca imprensa, mas confirma sondagem: 'Se chegar proposta, vou pensar'

Por Meu Timão

50 mil visualizações 362 comentários Comunicar erro

Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

Fábio Carille conversou com a imprensa sobre possível saída do Corinthians

Rodrigo Vessoni/Meu Timão

O técnico Fábio Carille subiu o tom com a imprensa em entrevista coletiva concedida no início de noite deste domingo, no Arena Pernambuco, após o empate do Corinthians em 1 a 1 com o Sport, pelo Campeonato Brasileiro. O treinador voltou a negar a existência de proposta do Al-Hilal, da Arábia Saudita, alegando ter recebido apenas sondagens.

Ao ser questionado pela primeira vez na entrevista sobre a possível saída do Corinthians, Carille mostrou-se irritado e acusou "grande parte da imprensa" de mentirosa. Ao desmentir as notícias recentemente veiculadas, porém, o treinador também contestou fala do próprio pai - Joaquim Pereira de Araújo havia revelado detalhes da tal proposta árabe inclusive tendo sinalizado para a família a grande possibilidade de deixar o Timão rumo ao Al-Hilal.

"Grande parte da imprensa mente demais. O que eu escutei do meu empresário até ontem é que existe a chance de chegar a proposta, existe. Peço que o torcedor acredite no que eu falo. No momento que o meu empresário dizer que chegou, tá acertado, eu vou pensar. Mas repito, grande parte da imprensa mente", disparou o treinador corinthiano.

"Sou um cara abençoado, nunca imaginava ser um técnico do Corinthians. No ano passado, recusei proposta da China, vocês iam me chamar de louco. E esse ano de novo. As que eu neguei, chegaram. Essa não chegou, tem que esperar. Eu não tenho que negar nada, porque não chegou, tem que esperar. Quando eu ouvir que não tem possibilidade mais, desisto. Se chegar, vou pensar", acrescentou.

O que se sabe até agora, conforme divulgado em primeira mão pelo Meu Timão, é que Carille se animou com valores colocados na mesa pelos árabes - proposta salarial três vezes superior às cifras recebidas atualmente no Corinthians, além de um contrato de dois anos.

Uma novidade fora do controle de Carille, no entanto, pode alterar o rumo das tratativas com o Al-Hilal. De acordo com a imprensa da Arábia Saudita, o clube local está próximo de oficializar a contratação do técnico português Jorge Jesus, de saída do Sporting (POR).

"Não recebi proposta, recebi uma sondagem e esperar a proposta. Por enquanto eu eu não ouvi nada do meu empresário. Já recebi duas de fora. Faz parte ter proposta e depois discutir o que a gente pensa que é melhor. Faz parte de ter uma proposta, tem muitas discussões sobre o que é melhor para mim. Essa infelizmente vazou", resumiu e finalizou Carille.

Veja mais em: Fábio Carille e Mercado da bola.

Veja Mais:

  • Resta apenas o acerto dos jogadores com seus novos clubes para selar o negócio

    Corinthians e Atlético-MG se acertam por troca de atacantes; jogadores aceitam conversar

    ver detalhes
  • Uendel pode acertar retorno para o Corinthians em breve

    Empresário confirma que Corinthians deve acertar retorno de Uendel em janeiro

    ver detalhes
  • Ramiro assinou com o Corinthians nesta quinta-feira e é o quinto reforço para 2019

    Novo reforço do Corinthians, Ramiro se aproxima de Jadson e Luan em estatísticas do Brasileirão

    ver detalhes
  • Corinthians jogou boa parte da temporada sem estampa no espaço principal do uniforme

    Otimismo do Corinthians com patrocínio contrasta com fracasso inédito desde era Kalunga

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes