Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

Corinthians Corinthians 1 x 1 Sport Sport

Brasileiro 2018

Corinthians cede empate ao Sport e perde chance de reassumir liderança do Brasileirão

27 mil visualizações 567 comentários Comunicar erro

Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

Roger fez seu primeiro gol pelo Corinthians

Reprodução/TV

O mistão do Corinthians não conseguiu superar o Sport no fim de tarde deste domingo, na Arena Pernambuco, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Os comandados de Fábio Carille até abriram o placar, mas cederam ao empate e ficaram no 1 a 1 diante dos rubro-negros. O destaque ficou por conta de Roger, que marcou seu primeiro gol pelo Timão.

Assim o Corinthians perde a chance de reassumir a liderança do Brasileirão. Ultrapassado pelo atual primeiro colocado Atlético-MG (13 pontos), o Timão caiu da segunda para a terceira posição na rodada, agora com 11 pontos (atrás do Flamengo no saldo de gols).

Vale lembrar que o Corinthians foi escalado com sete mudanças em relação à equipe que goleou o Deportivo Lara por 7 a 2 na última quinta. O técnico Fábio Carille decidiu poupar boa parte de sua escalação titular por conta da maratona de jogos das últimas semanas.

O Corinthians, portanto, foi escalado com: Walter; Mantuan, Pedro Henrique, Henrique e Juninho Capixaba; Gabriel e Paulo Roberto; Pedrinho, Mateus Vital e Júnior Dutra; Roger.

Em tempo: o Corinthians volta a campo na quinta-feira, contra o Millonarios (COL), na Arena, em Itaquera, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Libertadores. Pelo Brasileirão, o Timão encara o Internacional, no próximo domingo, no Beira-Rio, pela sétima rodada.

Primeiro tempo

Corinthians e Sport iniciaram uma partida bastante interessante: poucas faltas e boas construções ofensivas nos primeiros 20 minutos de jogo. As melhores chegadas alvinegras eram protagonizadas por Mantuan e Pedrinho pela direita.

Em jogada individual com direito a drible triplo na marcação pernambucana, o lateral quase fez um golaço tirando tinta da trave esquerda de Magrão. Tal lance de Mantuan foi o principal do Corinthians ao longo dos 45 minutos iniciais.

Do lado defensivo, quem se destacou foi o goleiro Walter. O camisa 27, estreante nesta temporada, abafou chute a queima roupa de Rogério. Minutos antes, viu Gabriel (o rubro-negro) chutar de dentro da pequena área por cima do travessão.

Gols mesmo, no entanto, estavam reservados para a etapa complementar...

Segundo tempo

Corinthians e Sport iniciaram os 45 minutos finais num ritmo similar ao da primeira etapa: partindo para o ataque e sinalizando insatisfação com o 0 a 0. O placar, aliás, logo foi inaugurado, aos nove minutos. E com gol do Timão!

Mateus Vital cobrou escanteio venenoso na entrada da pequena área. Magrão não saiu e os zagueiros do Sport não subiram. Resultado? No melhor estilo centroavante, Roger subiu sozinho para testar firme e acertar um foguete no fundo da redes, marcando não apenas o primeiro gol da partida como também seu tento inaugural com a camisa alvinegra.

A liderança que a vitória parcial dava ao Corinthians na classificação do Brasileirão, porém, durou apenas oito minutos. Foi o tempo necessário para o Sport chegar ao gol de empate. Rogério deu drible desconcertante em Juninho Capixaba, deixando o lateral no chão, e cruzou para Carlos Eduardo, que aproveitou bobeada de Gabriel para bater livre no canto direito de Walter, sem muitas chances de defesa para o arqueiro corinthiano.

Ciente da dificuldade de sua equipe para atacar, Carille decidiu mexer na escalação. Primeiro tirou Paulo Roberto para dar vez a Maycon. Pouco depois, trocou Pedrinho por Marquinhos Gabriel. Por fim, Vital deixou o campo para a entrada de Emerson Sheik.

Quem na verdade se mostrou mais efetivo na reta final do segundo tempo foi o Sport. Uma sucessão de finalizações foi arriscada em direção à meta de Walter - algumas bolas foram defendidas pelo arqueiro, outras saíram pela linha de fundo.

No fim das contas, o empate não se desenhou o pior dos resultados para o mistão corinthiano. Mas ficou o gostinho de quero mais (ou de liderança, em outras palavras).

Veja mais em: Campeonato Brasileiro e Roger.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes