Roger, ex-jogador do Corinthians

Roger Rodrigues da Silva

Nome Completo: Roger Rodrigues da Silva

Posição: atacante

Data de Nascimento: 07/01/1985

Idade: 34 anos

Jogos pelo Corinthians: 26

Jogos como Titular: 16

1985-01-07

Jogador de futebol

Male

Scout: 9 vitórias, 10 empates e 7 derrotas

Gols marcados: 5

Média da torcida: 3.22

Biografia

Roger Rodrigues da Silva nasceu em Campinas, no interior de São Paulo, em 7 de janeiro de 1985. 18 anos mais tarde, em 2003, se profissionalizou pela Ponte Preta, onde se destacou e chamou atenção de equipes de maior porte. Foi contratado pelo São Paulo, rival do Timão, em 2005 e integrou o elenco campeão da Copa Libertadores da América naquela temporada.

Roger, contudo, pouco atuou pelo time do Morumbi e acumulou uma série de empréstimos relâmpago até o término de seu vínculo: Palmeiras, Al-Nassr (ARA), Sport, Fluminense, Vitória e Guarani, arquirrival da Ponte Preta, seu primeiro clube.

Em julho de 2010, Roger foi negociado em definitivo pelo São Paulo ao Kashiwa Reysol, do Japão, que investiu cerca de 1 milhão de dólares na contratação do atacante. Como já havia ocorrido em oportunidades anteriores, não se firmou na Terra do Sol Nascente e acabou cedido ao Ceará na temporada seguinte.

Roger acumularia mais transferências – Atlético-PR, Suwon Bluewings (COR), Chapecoense, Bahia e Red Bull Brasil – até, por fim, brilhar por uma equipe de grande nacional do Brasil: Botafogo. Com a camisa do time carioca, ganhou sequência como titular, marcou 17 gols em 48 partidas e despertou interesse do Corinthians, que formalizou proposta por ele em novembro de 2017.

O atacante, por sua vez, preteriu o Timão ao Internacional, que ofertara valores mais vantajosos e maior tempo de vínculo. Curiosamente, como o Meu Timão contou semana passada, a passagem do centroavante pelo Sul foi curta, em torno de quatro meses, abrindo caminho para o acerto com a equipe do Parque São Jorge.

Ele teve a contratação anunciada pelo Corinthians em 20 de abril de 2018, assinando com o clube por duas temporadas, até o fim de 2020. No começo de 2019, porém, assinou uma rescisão amigável após marcar apenas cinco gols.

Últimas atuações pelo Corinthians

Como foi o Roger jogando no Corinthians?