Corinthians sofre com dia inspirado de goleiro rival e é superado pelo Carlos Barbosa na LNF

Corinthians sofre com dia inspirado de goleiro rival e é superado pelo Carlos Barbosa na LNF

1.4 mil visualizações 13 comentários Comunicar erro

Corinthians foi superado pelo Carlos Barbosa neste sábado

Corinthians foi superado pelo Carlos Barbosa neste sábado

Foto: Divulgação / Corinthians

O Corinthians/UNIP entrou em quadra nesse sábado, no Centro Municipal de Eventos Sérgio Luiz Guerra, na cidade de Carlos Barbosa, no Rio Grande do Sul, com a difícil missão de derrotar os donos da casa. E não deu para a equipe de André Bié. Derrota por 4 a 1 na partida válida pela 11ª rodada da Liga Nacional de Futsal.

A equipe alvinegra encontrou dificuldades para passar pelo goleiro Gian Wolverine, do Carlos Barbosa. Para piorar, quando conseguia superar o arqueiro, achava a trave no meio do caminho. Foram pelo menos quatro bolas no travessão somente na segunda etapa.

O Timão iniciou o jogo com: Guitta, Daniel, Renatinho, Murilo e Wilde. Do outro lado, o time gaúcho mandou para quadra o time com: Gian Wolverine, Marlon, Bruno Souza, Valdin e Pesk. Os gols foram marcados por: Matheus, para o Corinthians; e Pesk, João Sala, Bruno Souza, duas vezes, para o Carlos Barbosa.

Com o resultado, o time gaúcho acabou com a sequência de vitórias do Corinthians e, ainda por cima, assumiu a liderança da competição com 28 pontos. Já o clube do Parque São Jorge desceu um lugar na tabela e está na sexta colocação, com 18 pontos - o Timão, porém, tem um jogo a menos que os gaúchos.

A equipe agora retorna às quadras na sexta-feira, dia 15, contra o Indaiatuba, no Ginásio Wlamir Marques, pela Liga Paulista de Futsal. Como sempre, a entrada será franca para a Fiel.

Como foi o jogo, Meu Timão?

Apoiado pela Fiel do Rio Grande do Sul, o Corinthians começou bem os primeiros minutos do jogo aproveitando os contra-ataques cedidos pela equipe da casa. Antes dos cinco minutos de bola rolando, porém, o Carlos Barbosa contou com a sorte para abrir o placar. Em jogada ensaiada em um escanteio, a bola chegou a Marlon, que emendou um chute de primeira. A redonda acabou desviando no peito do seu companheiro Pesk, matando qualquer possibilidade de defesa do goleiro e capitão corinthiano, Guitta.

Após sofrer o gol, o Corinthians caiu na partida e o jogo ficou tenso. Com arbitragem confusa, sobravam reclamações de ambos os lados. Em uma delas, Marquinhos Xavier, técnico do time gaúcho e também da Seleção Brasileira, foi expulso de quadra pelo árbitro.

Do lado do Corinthians, os jogadores também não estavam satisfeitos com a atuação do juiz, que "distribuía" cartões amarelos para os alvinegros: Guitta, Douglas Nunes, Murilo e Nenê entraram na lista do mediador.

Faltando dez minutos para o fim do primeiro período, o treinador André Bié pediu tempo. Na conversa com seus jogadores, pediu um time mais agressivo na marcação, mas que, ao mesmo tempo, tomasse cuidado com as faltas e reclamações em excesso.

Mesmo assim, o alto número de faltas rendeu um tiro livre para o Carlos Barbosa. Obina entrou no lugar de Guitta apenas para a cobrança e defendeu com o peito o tiro de João Sala, considerado um dos melhores batedores do país. Pouco tempo depois, no entanto, a equipe da casa recebeu outro tiro livre e, dessa vez, Sala não desperdiçou: 2 a 0.

Após parar em boas defesas de Wolverine no primeiro tempo inteiro, o Corinthians conseguiu chegar ao seu gol quando faltavam apenas dois minutos para o intervalo. Alex roubou a bola e tocou na medida para Matheus empurrar para fundo do gol: 2 a 1.

O segundo período acabou por ser muito menos emocionante que o primeiro. O Timão até esboçava chegadas ao ataque, mas um erro da defesa comprometeu a equipe: Bruno Souza roubou a bola de Alex e chutou para fazer o terceiro dos gaúchos, sem chances para Guitta.

O Timão tentou reagir, mas não era dia dos alvinegros: o time mandou a bola na trave três vezes e as demais oportunidades foram ofuscadas por Wolverine, em tarde inspirada.

No finzinho, Bruno Souza aproveitou contra-ataque, deixou Renatinho no chão, e mandou para o gol, mais uma vez sem chances para Guitta. Antes do apito final, Murilo ainda perdeu um tiro livre para o Corinthians e ficou por isso mesmo. Final de jogo e derrota por 4 a 1.

Fala, Renatinho!

Após a partida, Renatinho lamentou a "atuação" da trave do Carlos Barbosa. O jogador também ressaltou a importância de voltar a vencer na competição nacional. Vale ressaltar, porém, que o campeonato vai ser paralisado agora e retorna apenas em julho, após a Copa do Mundo.

"Acho que a equipe até criou algumas chances, mas não é todo dia que a bola entra para o gol. Mas agora é pensar na próxima, a Liga é grande e, claro, que a gente almeja ficar no topo da tabela. Hoje era um jogo de extrema importância, mas vamos pensar no próximo para conseguir voltar a vencer", lamentou o ala, em entrevista ao SporTV.

Veja mais em: Futsal do Corinthians.

Veja Mais:

  • Camisa que o Corinthians vai utilizar na final da Copa do Brasil

    Corinthians anuncia patrocínio pontual para final; veja como vai ficar o manto alvinegro

    ver detalhes
  • Corinthians e Cruzeiro decidem o título da Copa do Brasil nesta quarta-feira

    Saiba onde assistir a finalíssima da Copa do Brasil entre Corinthians e Cruzeiro

    ver detalhes
  • Arena Corinthians terá seu 15º mosaico na noite desta quarta-feira

    Mosaico da finalíssima do Corinthians na Copa do Brasil tem frase definida; relembre outros 14

    ver detalhes
  • Com Jadson em bom momento, Timão tenta abocanhar quarto título de Copa do Brasil nesta quarta

    Corinthians duela com Cruzeiro na Arena pelo título da Copa do Brasil; saiba tudo

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes