Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

Corinthians vence batalha com quatro prorrogações e fica a uma vitória do título da Liga Ouro

22 mil visualizações 97 comentários Comunicar erro

Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

Timão pode erguer troféu da Liga Ouro já na sexta-feira, na casa do São José

Foto: Wilian Oliveira/Divulgação

O Corinthians está a uma vitória de conquistar o título inédito da Liga Ouro de Basquete. Na interminável noite desta quarta-feira, no Ginásio Lineu de Moura, no interior paulista, o time masculino alvinegro derrotou o São José pelo placar de 122 a 115 na quarta prorrogação, abrindo 2 a 1 na série final do torneio (melhor de cinco).

O terceiro embate da decisão da Liga Ouro teve um começo impressionante do Corinthians. Mesmo longe de casa, Gustavinho & cia. foram praticamente infalíveis nos arremessos ao longo do primeiro quarto, enquanto o São José demorou a entrar no jogo.

A equipe da casa acordou no período final e diminuiu para um ponto a vantagem corinthiana. No último lance do tempo normal, os donos da casa aproveitaram pane geral da defesa alvinegra e deixaram tudo igual, 78 a 78, forçando a prorrogação.

Humberto, então, chamaria a responsabilidade. Com a calma necessária, soube explorar os espaços cedidos pela equipe do interior e encestar bolas importantes. Ainda assim, o primeiro tempo extra terminou 8 a 8, obrigando os times a disputarem uma segunda prorrogação.

Reggie Larry também aprontaria das suas. O ala/pivô, a nove segundos do fim, recebeu passe no fundo da quadra, girou sobre a marcação com categoria e enterrou para virar o placar mais uma vez, também recebendo falta. No lance livre, porém, falhou e viu os mandantes empatarem o jogo, garantindo um terceiro tempo extra.

Haveria um quarto e derradeiro período além do tempo normal. Haja perna (e braço para encestar!). Com incríveis 38 pontos, Reggie liderou o Timão à vitória heroica e memorável em São José dos Campos.

A quarta partida da série acontece já nesta sexta-feira, novamente na casa do São José, às 20h. Se triunfar, o Corinthians não só se sagrará campeão da Liga Ouro pela primeira vez como ganhará vaga na edição 2018/19 do Novo Basquete Brasil (NBB), principal competição da modalidade no país.

O jogo quatro tem transmissão exclusiva do canal ESPN (TV por assinatura).

O jogo

Foi um início de partida arrasador do Corinthians no interior de São Paulo. Calibrada, a equipe da capital não tomou conhecimento dos mandantes nos minutos iniciais e abriu 13 pontos antes mesmo de o São José conseguir inaugurar o marcador.

Destaque para o norte-americano Brandon Davis, que transbordava confiança e acertava arremessos de três pontos com rara felicidade, contagiando a Fiel que compareceu ao ginásio. O Timão fechou o primeiro quarto com vitória parcial de 24 a 13 – nove pontos de Reggie, outros seis de Brandon.

O São José despertou para o confronto somente no segundo período. Impulsionado pela torcida local, que lotou as arquibancadas do Ginásio Lineu de Moura, os donos da casa se lançaram ao ataque, afiaram a pontaria e deram trabalho ao Corinthians, que procurava ao menos conter o ímpeto rival. Coube a Gustavinho, capitão e camisa 10 do Timão, girar a bola e marcar pontos decisivos na reta final do quarto a fim de manter os alvinegros dez pontos à frente no placar. 41 x 31.

Se no primeiro quarto o Corinthians apostou no talento de seus dois atletas estadunidenses, o jogo coletivo predominou no terceiro e penúltimo período. Schneider (seis pontos) e Gemadinha (dois) saíram do banco de reservas para pontuar na partida e manter a vitória parcial do Timão.

O São José, até com certo desespero, apostava nas bolas de três, mas tinha desempenho irrisório no fundamento (havia acertado quatro cestas em 20 tentativas àquela altura) e suava para tirar os dez pontos de frente, decepcionando o técnico Paulo Cezar Martins.

A equipe de Bruno Savignani começaria o quarto e derradeiro período vencendo por 58 a 49. Vantagem longe de confortável se tratando de uma partida de basquete. O São José inflamou, impôs seu ritmo e conseguiu encostar no marcador a 40 segundos do apito final, obrigando ambos os times a abusarem das faltas para parar o cronômetro e planejar cada ação.

Equilibrada, a decisão ganharia quatro tempos extras – uma noite memorável para quem compareceu ao Ginásio Lineu de Moura, evidenciando o alto nível do campeonato de acesso ao NBB.

Mas, para azar do São José, a noite era de Reggie, que colocou a bola embaixo do braço, foi decisivo e levou o Corinthians ao triunfo fora de casa – na quarta prorrogação, é bem verdade.

Que venha o jogo quatro! Vai, Corinthians!

Equipe do Corinthians

Titulares: Gustavinho, Humberto, Brandon, Reggie e Abner
Reservas que atuaram: Wagner, Pastor, Bruno, Schneider, Gemadinha e Nicolas
Técnico: Bruno Savignani

Tabela da série final

  • Jogo 1 | Corinthians 72 x 75 São José - Ginásio Wlamir Marques
  • Jogo 2 | Corinthians 67 x 66 São José - Ginásio Wlamir Marques
  • Jogo 3 | São José 115 x 122 Corinthians - Ginásio Lineu de Moura
  • Jogo 4 | São José x Corinthians - Ginásio Lineu de Moura - sexta-feira (22)
  • Jogo 5* | Corinthians x São José - Ginásio Wlamir Marques - domingo (24)

*se necessário;

Veja mais em: Basquete.

Veja Mais:

  • Fiel volta à Arena Corinthians neste sábado, às 19h

    Botafogo vence Chapecoense, e Corinthians mantém distância do Z4; veja tabela

    ver detalhes
  • Timão avança à decisão com duas vitórias sobre o São José

    Corinthians repete placar e vai à quarta final consecutiva da Liga Paulista de Futsal

    ver detalhes
  • Andrés Sanchez sabe dos números ruins de Jair Ventura, mas evita falar em troca de treinador

    Diretoria do Corinthians quer fim da tensão no BR-18 para confirmar Jair; cobrança aumentará

    ver detalhes
  • Corinthians e Palmeiras se enfrentaram pelo jogo de ida da final do Paulista Sub-20

    Oya brilha, Corinthians bate Palmeiras e sai na frente na final do Paulistão Sub-20

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes