Com gol de Nathan, Corinthians vence o Atlético-MG pelo Brasileiro Sub-20

Corinthians Corinthians 1 x 0 Atlético-MG Atlético-MG

Brasileiro Sub-20 2018

Com gol de Nathan, Corinthians vence o Atlético-MG pelo Brasileiro Sub-20

Por João Pedro Izzo

7.4 mil visualizações 50 comentários Comunicar erro

Nathan voltou a marcar e garantir o resultado para o Corinthians no Sub-20

Nathan voltou a marcar e garantir o resultado para o Corinthians no Sub-20

Foto: Rodrigo Gazzanel /Agência Corinthians

O Corinthians recebeu o Atlético-MG, na Fazendinha, no Parque São Jorge, pela segunda rodada do Campeonato Brasileiro Sub-20 e conquistou a vitória por 1 a 0, com gol de Nathan.

O Timão iniciou a partida com a mesma escalação usada diante do Vasco, pela primeira rodada, em São Januário, quando empatou por 2 a 2. A equipe que entrou em campo, portanto, foi: Guilherme; Daniel Marcos, João, Franklin e Lucas Piton; Jordan e Du; Fessin, Rafinha, Rafael Bilu; Nathan.

O resultado fez com que o Timão somasse três pontos, alcançando a segunda colocação do grupo, com quatro pontos, atrás somente do Vasco, que tem saldo de gols maior. O Corinthians está no Grupo A do Campeonato Brasileiro Sub-20, juntamente do próprio Atlético-MG, Vasco, Atlético-GO e Sport.

O próximo compromisso do Timãozinho é no dia 25 de julho, também às 15h, contra o Atlético-GO, fora de casa.

Sobre o jogo

Armado no 4-2-3-1, o Corinthians começou pior. Aos cinco minutos, após erro na saída de bola, o Atlético-MG teve a primeira oportunidade com Bruno Roberto, que saiu na cara do gol, mas se enrolou com a bola e Daniel Marcos fez bom desarme, colocando para escanteio. Já aos oito minutos, Franklin e Lucas Piton bateram cabeça, Murilo Magno aproveitou a bobeada e chutou de fora da área, mas pegou mal na bola e mandou para fora.

A primeira chance do Timão poderia ter vindo aos nove minutos, quando Rafael Bilu foi derrubado por Ruan, zagueiro atleticano, que levou o cartão amarelo. A falta batida por Rafinha, no entanto, ficou na barreira. Aos dez, Nathan recebeu na área e bateu firme, mas o goleiro Matheus Mendes segurou sem dar rebote. Já aos 12 minutos, Rafinha arriscou da entrada da área pela esquerda, mas acabou mandando por cima, sem levar perigo.

Aos poucos, o Corinthians começou a ter o controle do jogo e, com a posse de bola, teve mais duas chances com Rafinha. Aos 21, com boa escapada do zagueiro João, o atacante chutou colocado da direita da área, mas o goleiro Matheus Mendes foi buscar; aos 22,o camisa 10 do Timãozinho chutou rasteiro de fora da área e viu o goleiro atleticano ficar com a bola mais uma vez.

Aos 25, Rafael Bilu escapou pela esquerda da área e, na linha de fundo, cruzou rasteiro. Rafinha apareceu um pouco atrasado e mesmo dando carrinho, não alcançou a bola da maneira que desejava e mandou para fora. Aos 29, Fessin foi outro que finalizou rasteiro e no meio do gol, facilitando para o goleiro adversário. Já aos 31, Rafinha cobrou falta e João desviou fraco de cabeça para fácil defesa do arqueiro atleticano. Embora melhor na partida, o Timão tinha dificuldades na finalização.

Aos 43 minutos, Rafael Bilu mostrou habilidade: deu corte no marcador e chutou com violência, mas Matheus Mendes defendeu em dois tempos e ficou com a bola. Sem muita intensidade das equipes, sobretudo do Atlético-MG, a primeira etapa terminou empatada em 0 a 0.

No segundo tempo, o zagueiro Franklin deu lugar ao também zagueiro Jordan. O volante Jordan Souza, recém-chegado ao Corinthians do Botafogo, permanecia em campo. Mesmo com a mudança, o Galo chegou bem aos três minutos, mas Vinícius isolou grande chance, mesmo de frente para o goleiro corinthiano Guilherme.

A etapa final começou muito morna, com pouco espaço para a criação das equipes, a marcação prevalecendo e, consequentemente, menos chances criadas. A primeira chance do Corinthians veio aos 14 minutos e foi com erro do Atlético-MG: Fessin cruzou pela esquerda buscando Rafael Bilu, a zaga falhou e quase o zagueiro marcou contra, porém, o goleiro Matheus Mendes ficou com a bola. Já aos 15, Vinicius saiu na cara do gol, tocou por cima de Guilherme, goleiro do Timão mas pegou fraco na bola e João tirou de qualquer maneira.

Aos 16, quase o primeiro gol do adversário. Após chute forte de Murilo Magno, que invadiu a área e mandou cruzado, Guilherme espalmou, deu rebote e, com muita frieza, Daniel Marcos tirou o perigo para escanteio. Com 18 minutos, Murilo Magno chutou colocado de fora da área, mas mandou longe. Com 20, João Pedro, do Atlético, caiu na área e pediu pênalti, mas o árbitro deu o cartão amarelo por simulação. O adversário já era melhor.

O técnico Eduardo Barroca, insatisfeito com a produção da equipe, promoveu três mudanças aos 22: saíram Rafinha, Lucas Piton e Du. Entraram Rael, Caetano e Roni. Aos 23, Bruno Luka recebeu o cartão por falta dura.

No entanto, mesmo com a melhora do adversário, aos 26 minutos, Rafael Bilu fez jogada individual pela direita, bateu cruzado para a área. No rebote da zaga, Nathan foi oportunista, girando e batendo no alto, sem chances para o goleiro do Atlético-MG. Era o primeiro gol do Timãozinho!

Aos 30 minutos, Rael recebeu livre na área e, de frente para o gol, pegou mascado na bola e mandou para fora, perdendo grande chance de ampliar o marcador. Aos 37, Rael realizou bela batida de falta, fazendo um bonito gol. Segundo do Timão, certo? Errado! Com uma segunda barreira do Timãozinho, atrás da barreira adversária, o juiz marcou impedimento, visto que estes jogadores atrapalharam a visão do goleiro atleticano, de acordo com o quarto árbitro.

Lucas Índio, que entrara no Galo, bateu seco no canto esquerdo de Guilherme, mas o goleirão corinthiano se esticou todo e espalmou, aos 40 minutos. Os minutos finais foram reservados para os visitantes se lançarem ao ataque, enquanto o Corinthians se defendia e esperava chance de contra-atacar. Vitinho ainda entrou no lugar de Rafael Bilu, aos 44. Nathan, autor do gol, ainda foi substituído por Renan, aos 46.

O Corinthians continuou se defendendo bem e minando as chances do Atlético-MG. O duelo foi encerrado aos 50 minutos e o Timãozinho somou três pontos, conquistando a primeira vitória na competição.

Veja mais em: Base do Corinthians e Corinthians Sub-20.

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes