Torcida do Corinthians protesta na web contra contratação de jogador acusado de agredir mulher

52 mil visualizações 340 comentários Comunicar erro

Juninho estava emprestado pelo Sport ao Ceará

Juninho estava emprestado pelo Sport ao Ceará

Fernando Ferreira/Ceará

Torcedores do Corinthians têm movimentado as redes sociais a fim de tentar reverter a contratação do atacante Juninho, de 19 anos, ex-Sport. A razão do boicote virtual está longe de ser mera brincadeira: o jogador é acusado de ter agredido e ameaçado de morte a ex-namorada em outubro do ano passado.

Tão logo o Sport anunciou o empréstimo de Juninho ao Corinthians, milhares de torcedores alvinegros rapidamente se manifestaram de forma contrária à negociação na internet. A hashtag #JuninhoNoCorinthiansNão, no momento desta publicação, é a mais mencionada no Twitter em todo o estado de São Paulo.

O Meu Timão separou algumas mensagens de corinthianos publicadas na rede social e que reforçam o protesto contra a contratação do atacante (leia-as mais abaixo). Muitas delas recordam a luta incessante do clube não só contra o machismo no futebol – horas mais cedo, por exemplo, o Timão havia celebrado os 12 anos da Lei Maria da Penha e divulgado o número de telefone (180) para denúncias de abuso contra mulheres.

HISTÓRICO DE PROBLEMAS

Apesar do talento para o futebol, Juninho coleciona polêmicas fora dos gramados. No começo de 2018, o atacante se reapresentou no Sport cinco quilos acima do peso ideal. Pouco tempo depois, se negou a viajar com a delegação do clube para uma partida contra o Santos-AP, pela Copa do Brasil. O fato irritou o técnico Nelsinho Batista, que externou a situação:

“(...) um jogador desse não pode ficar no Sport. Porque a instituição é maior do que todos nós, se ele não respeita as pessoas, os profissionais que trabalham aqui, ele tem que respeitar a instituição. Por isso que ele está fora do grupo hoje”, bradou o treinador.

Já em 2017, o hoje reforço do Sub-20 corinthiano foi detido após ser acusado de agredir sua ex-namorada. A jovem relatou à polícia uma série de agressões cometidas pelo jogador contra ela, que também teria sido ameaçada com uma faca. Juninho pagaria fiança de R$ 10 mil e seria liberado horas depois.

Indiciado, ele responde em liberdade ao processo por agressão, ameaça e injúria.

Leia algumas mensagens de corinthianos no Twitter

Veja mais em: Mercado da bola, Contratações do Corinthians e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Corinthians não vence no Campeonato Paulista desde o dia 2 de fevereiro, quando superou o Santos por 2 a 0

    Corinthians recebe Santo André para acabar com sequência negativa no Paulistão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Boselli é uma espécie de tutor dos jovens estrangeiros contratados pelo Corinthians

    No Corinthians, Boselli aconselha jovens estrangeiros: 'Cometi erros que eles pensam em cometer'

    ver detalhes
  • Walter, que será titular da equipe, foi um dos primeiros a entrar no gramado nesta terça

    Tiago Nunes fecha parte tática do treino do Corinthians antes de encarar Santo André; veja escalação

    ver detalhes
  • Tiago Nunes relacionou 22 jogadores para a partida contra o Santo André

    Corinthians define relacionados para encarar o Santo André com estreante; veja possível escalação

    ver detalhes
  • Gaviões da Fiel terminou o Carnaval-2020 na décima colocação

    Gaviões da Fiel não empolga jurados e termina o Carnaval-2020 na 11ª colocação

    ver detalhes
  • Goleiro Walter defende trabalho de Tiago Nunes no Corinthians

    Walter defende Tiago Nunes e relembra estilo do Corinthians em 2019: 'Passava nervoso todo jogo'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: