Osmar Loss explica por que abandonou as redes sociais desde que assumiu o Corinthians

Osmar Loss explica por que abandonou as redes sociais desde que assumiu o Corinthians

Por Meu Timão

2.7 mil visualizações 41 comentários Comunicar erro

Loss abriu mão das redes sociais desde que assumiu o Timão

Loss abriu mão das redes sociais desde que assumiu o Timão

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Tudo que envolve o Corinthians toma proporções gigantescas. E as redes sociais, é claro, se encaixam dentro disso. Contratações, escolhas do treinados e da própria diretoria, tudo repercute muito entre a Fiel. Quem fica fora desse bolo é Osmar Loss, que preferiu se distanciar do ambiente virtual desde que foi efetivado na função de técnico do clube alvinegro.

"Eu tenho um Twitter que está bem isolado, faz muito tempo que não posto nada, tirei inclusive do meu telefone para não ter vontade de olhar o que está sendo dito. Porque antes, como era auxiliar, era um hábito. Com uma semana como técnico, decidi abolir do meu celular, está só no meu Ipad que fica em casa, porque é muito chato, é muita gente falando, não tinha condições de olhar o que estavam falando", disse, em entrevista ao Lance!.

"Querendo ou não, somos seres humanos, se eu tiver dúvida de fazer alguma coisa e começar a ler "faz tal coisa, faz tal coisa", talvez eu me convença sem ter a minha convicção. Por isso não olho mais a internet, não olho mais o Twitter", completou.

Leia também:
'Destino' pós-Juninho e inspiração em Guerrero: reforço do Corinthians Sub-20 fala ao Meu Timão
Dupla será reavaliada e pode se juntar a Cássio como desfalque para Corinthians no sábado

Mesmo longe do Twitter, Loss ganhou um perfil no Instagram há quase um mês. Engana-se, no entanto, quem acredita que o treinador tem gastado seu tempo na rede social. Mas se as publicações não ficam a cargo do técnico, é uma assessoria quem faz o trabalho, certo? Errado.

"Fiz um Instagram porque minha filha ficou me enchendo o saco, mas ela que fica brincando com ele. Ela posta o que quer postar, mas antes de fazer alguma coisa tem que me mostrar. Nunca tive na vida, agora ela que ficou falando "pai, é legal"", contou, antes de explicar a preferência por não ter uma empresa de assessoria.

"Tem assédio pra caramba, mas não vejo necessidade nesse momento. Talvez quando a demanda aumentar, eu vá precisar para não perder meu foco com esses detalhes. Muitos da imprensa tinham meu telefone pessoal, mas tem sido até tranquilo, o pessoal está respeitando bastante, usando a assessoria do clube como canal. Se ficar muito maçante, com muita ligação e mensagem, vou trocar de número. Daí vai ser só a assessoria, porque ninguém vai ter esse número", complementou.

Veja mais em: Osmar Loss.

Veja Mais:

  • Jair viu Corinthians ser presa fácil na Arena da Baixada e sofrer nova derrota sob seu comando

    Cássio tem grande noite, mas Corinthians perde mais uma com Jair Ventura

    ver detalhes
  • Aberto pela direita, Pedrinho foi pouco efetivo em revés para Atlético-PR

    Cássio, Pedrinho, Jair: as avaliações da derrota do Corinthians na Arena da Baixada

    ver detalhes
  • Em Curitiba, Fiel viu Timão ser presa fácil mais uma vez em 2018

    Diretoria, elenco, Jair: Fiel aponta culpados por 'segundo semestre de rebaixado'

    ver detalhes
  • Com Jair, Corinthians tem oito derrotas em 17 partidas; clube assume chance de ter Carille em 2019

    Jair Ventura se posiciona sobre possível volta de Carille ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes