Barroca explica contratações para o Sub-20 do Corinthians e fala em expectativa por CT da base

Barroca explica contratações para o Sub-20 do Corinthians e fala em expectativa por CT da base

Por Meu Timão

11 mil visualizações 42 comentários Comunicar erro

Eduardo Barroca ainda implementa suas ideias no time Sub-20 do Corinthians

Eduardo Barroca ainda implementa suas ideias no time Sub-20 do Corinthians

Foto: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Não é de hoje que a base do Corinthians vem passando por um processo de inúmeras mudanças. Depois de perder Osmar Loss e Dyego Coelho, a direção apostou em Eduardo Barroca, ex-Botafogo, para comandar a equipe Sub-20 do Timão. Desde que o novo técnico chegou, muitos jogadores foram contratados para a categoria. O processo não deve ser rotina durante todo o trabalho e faz parte da implementação de uma ideia pré-definida pelo comandante.

"Meu objetivo a médio e longo prazo é que a gente tivesse uma equipe Sub-20 com 90% formada pelo Sub-17, e um Sub-17 95% pelo Sub-15. Foi uma das coisas que a direção me apresentou, a ampliação de captadores nas idades menores. Aumentamos a agressividade dessa captação nas categorias menores. Entendemos que, quanto menos sazonal esse processo, melhor para enraizar característica de trabalho", pontuou, em entrevista a UOL Esporte.

Entre os nomes contratados para a equipe Sub-20, um gera expectativa especial na torcida. Ex-companheiro de Matheus Matias no profissional do ABC, o meia Fessin chegou e já assumiu protagonismo no time comandado por Barroca.

"Fessin é um dos jogadores que mais me chamaram atenção nesses dois meses. Ele veio em uma condição de profissional, mas a postura dele é excelente. A performance é maravilhosa, tem cinco ou seis gols, um jogador de altíssimo índice de assistência", destacou.

Leia também:
Com destaque para Libertadores, agenda do Corinthians tem 11 jogos nesta semana; confira
Recém-chegado brilha, Corinthians goleia Matonense e avança no Paulistão Sub-20

"É difícil carimbar o jogador, mas me leva crer que ele é decisivo no terço final do campo, com zero de problema na parte física, que aguenta bom o jogo, bom cognitivo, enfrentamento... estou bastante satisfeito com o que ele tem feito e vem fazendo a diferença. No futuro próximo e momento adequado, ele vai ter espaço no profissional", completou.

O projeto alvinegro, cabe ressaltar, vai além dos acréscimos técnicos e táticos de Barroca. Entre as principais propostas do presidente Andrés Sanchez, a construção do CT da base já está em andamento e, nas palavras do mandatário, deve estar pronto no início do ano que vem. O técnico do Sub-20 valorizou a medida.

"Acho que primeiro (fator positivo) é ter uma casa, um lugar onde você saiba que é ali que você vai formar teu jogador, desenvolver. A proximidade com o profissional quando cair o muro e virar uma coisa só vai proporcionar uma integração maior e mexer com o sonho do jogador em estar mais próximo. É importante pra caramba, analisou.

"Mesmo sem o CT concluído, o Corinthians já oferta muito boas condições de trabalho. As pessoas no comando estão muito preocupadas com isso", concluiu.

Veja mais em: Corinthians Sub-20 e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Fiel deve comparecer em ótimo público à Arena neste sábado à noite

    Torcida abraça Corinthians, e Arena deve receber 30 mil em jogo diante do Vasco

    ver detalhes
  • Gustavo está entre os jogadores mais decisivos do país em 2018

    Emprestado pelo Corinthians, Gustavo brilha de novo e chega a 30 gols na temporada 2018

    ver detalhes
  • Richard foi apresentado ao lado de Robinho no Fluminense; ambos vieram do Atibaia-SP

    Contratado de graça pelo Fluminense, Richard pode custar R$ 8 milhões ao Corinthians

    ver detalhes
  • Caetano (à dir.) está relacionado para a partida ante o Vasco

    Sem Carlos, Jair recorre a titular do Sub-20 para 'final' contra o Vasco

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes