Déficit do Corinthians aumenta em 2018 e passa R$ 21 milhões; dívida total é de R$ 504 mi

44 mil visualizações 351 comentários

Por Meu Timão

Diretoria do Corinthians tem 'pepino' de mais de R$ 21 milhões em 2018

Diretoria do Corinthians tem 'pepino' de mais de R$ 21 milhões em 2018

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O déficit do Corinthians em 2018 chegou aos R$ 21,1 milhões de janeiro a agosto. Trata-se de um aumento de 22% nas contas vermelhas em relação aos R$ 17,3 milhões declarados em julho. As informações são do novo balancete divulgado pela diretoria, nesta terça-feira.

A conta da atual temporada vai fechando da seguinte forma: o departamento de futebol do Corinthians apresenta superávit de R$ 3,9 milhões, enquanto o clube social e os esportes amadores contam com déficit de R$ 25,1 milhões.

Em nota explicativa anexa ao balancete, o Corinthians minimiza os R$ 21,1 milhões negativos alegando se tratar de um valor 40% menor em relação ao mesmo período do ano passado. A diretoria ainda fala em "mitigar o déficit do clube social e esportes amadores com projetos de incentivos fiscais baseados na Lei de Incentivo ao Esporte junto ao Ministério do Esporte".

O clube mantém a expectativa de fechar o ano no azul. Para atingir o superávit, o Corinthians ainda aguarda, entre outros valores, receber os R$ 20 milhões de premiação da CBF pelo vice da Copa do Brasil. O montante está bloqueado parcialmente pela Justiça.

Principais receitas do futebol de janeiro a agosto de 2018

  • Direitos de transmissão de TV: R$ 132,5 milhões
  • Venda de jogadores: R$ 107,5 milhões
  • Patrocínio e publicidades: R$ 24 milhões
  • Premiações, Fiel Torcedor e Loterias: R$ 10,8 milhões

Principais despesas do futebol de janeiro a agosto de 2018

  • Folha salarial: R$ 121,3 milhões
  • Compra de jogadores: R$ 39,5 milhões
  • Depreciação e amortização de direitos: R$ 26,8 milhões
  • Serviços de terceiros: R$ 14,2 milhões

Cabe aqui destacar que o mais novo balancete do Corinthians aponta a entrada de R$ 41,9 milhões em bilheterias na temporada até aqui. Tal valor, porém, é repassado integralmente ao fundo que administra a Arena Corinthians. O estádio, aliás, causou às contas do clube R$ 10,5 milhões em despesas ditas extraordinárias nestes primeiros oito meses de 2018.

Dívida total

O endividamento total do Corinthians, que era de R$ 448,4 milhões ao fim de 2017, agora aparece em R$ 504,4 milhões. Ainda assim, o clube alega evolução financeira de R$ 5,7 milhões, já que teria R$ 57,4 milhões em "investimento em atletas e imobilizado" frente aos R$ 51,7 milhões de variação negativa da dívida.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Duelo teve muita luta e poucas chances de gol

    Corinthians cria pouco e fica no empate sem gols na primeira final do Campeonato Paulista

    ver detalhes
  • Cássio recebe a maior nota dos leitores do Meu Timão após Dérbi sem gols

    Cássio 'se salva' e é o melhor do Corinthians em noite de avaliações ruins; meia é o pior

    ver detalhes
  • Está na hora de falarmos do Luan

    [Marco Bello] Está na hora de falarmos do Luan

    ver detalhes
  • Thiaguinho vibrou com conquista do Campeonato Alagoano

    Volante que pertence ao Corinthians comemora título estadual durante empréstimo

    ver detalhes
  • Liga Nacional de Futsal tem início de temporada marcada para 21 de agosto

    Corinthians conhece detalhes de retorno da Liga Nacional de Futsal; veja novidades

    ver detalhes
  • Atacante Jô durante jogo contra o Palmeiras, pela final do Paulistão 2020

    Final entre Corinthians e Palmeiras bate recorde de audiência após paralisação

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: