Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

Corinthians define duas etapas de finalização das obras do CT da base; orçamento é de R$ 25 milhões

22 mil visualizações 128 comentários Comunicar erro

CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

CT da Base já está sendo utilizado pelas equipes sub-15, sub-17 e sub-20; gramados estão prontos

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A diretoria do Corinthians tem orçado que deve gastar cerca de R$ 25 milhões para a construção do Centro de Treinamento das categorias de base. O local está recebendo as primeiras obras mais robustas no entorno dos campos que já existem por lá.

Localizado no Parque Ecológico do Tietê, anexo ao CT Joaquim Grava, o espaço da base terá 59 mil metros quadrados. O dinheiro a ser gasto no local, de acordo com apuração do Meu Timão, será utilizado em duas etapas, assim como a entrega das obras.

Leia também:
Corinthians tenta acordo com Atlético-MG por Luan; mineiros pedem grana e jogador como compensação
Corinthians empresta Matheus Matias com cláusula contratual inspirada em Arana
Próximo do Corinthians, Castan publica mensagem misteriosa após reunião com Vasco

Em um primeiro momento, o clube empregará cerca de R$ 11 milhões nas primeiras obras: terraplanagem no terreno, todo o sistema de drenagem e irrigação dos gramados, a construção de três campos oficiais (105x68m) em grama natural, além de um menor sintético. Erguer os vestiários também é considerada parte dessa tentativa de entrega inicial no próximo mês de fevereiro. Neste momento, as categorias sub-15, sub-17 e sub-20 utilizam os campos e têm containers especiais e próprios para uso, alugados pelo clube.

A segunda etapa, que deve começar apenas em março, será bem mais complexa e demorada. Não há sequer uma previsão para a entrega da obra final, orçada em cerca de R$ 14 milhões. Nessa segunda parte, está englobada a tentativa de subir três dormitórios para abrigar até 170 garotos de diferentes categorias, departamento médico completo, refeitório para pessoas, cozinha, área de lazer com piscina e, possivelmente, uma arquibancada para 1.500 pessoas, possibilitando que o local seja utilizado para competições oficiais da categoria.

Vale lembrar que o CT da base não é novidade. A primeira maquete foi divulgada pelo presidente Andrés Sanchez, ainda em sua primeira passagem na presidência do Corinthians, na temporada 2011. As obras foram iniciadas dois anos depois, mas acabaram sendo interrompidas pela falta de dinheiro.

O Corinthians deve contar com a Lei de Incentivo ao Esporte para ter recursos suficientes para finalizar o projeto. Segundo o site do Ministério do Esporte, já foram aprovados para a captação cerca de R$ 12 milhões. Porém, até meados do ano passado, o clube arrecadou apenas cerca de R$ 2,8 milhões, tendo como maiores colaboradores a Ambev (R$ 1,5 mi) e a construtora Oderbrecht (R$ 1 mi).

Maquete do novo CT da Base do Corinthians, que está atrasado alguns anos

Maquete do novo CT da Base do Corinthians, que está atrasado alguns anos

Divulgação / Corinthians

O que prevê inicialmente o projeto do CT da Base do Corinthians

Instalações esportivas e técnicas

  • 3 campos padrão Fifa (105x68m) em grama natural
  • 1 campo (82x50m) em grama sintética
  • 1 pista de cooper com 365m de comprimento em grama sintética
  • Mini estádio com capacidade para dois mil pessoas cobertas e tribuna para 165 pessoas cobertas
  • Instalações para jogos de competições federadas, contendo vestiários para os clubes e arbitragem
  • Piscina com três profundidades para treinamentos com diferentes categorias simultaneamente
  • Vestiários para as quatro categorias, separadas por idade conforme o Estatuto da Criança e Adolescente
  • Vestiários e Área para comissão técnica separados por cada categoria
  • Rouparia unificada
  • Departamento médico, fisiologia, fisioterapia e hidroterapia integrados
  • Academia para preparação física, integrada à pista de cooper
  • Mirante para controle biométrico dos atletas por GPS, durante os treinos com bola e físicos

Instalações de lazer e escola

  • Mini escola com duas salas de aula e auditório
  • Salas de podologia, dentista e psicologia
  • Sala de jogos, TV, internet e varanda coberta para recreação

Administrativos

  • Portaria com recepção e duas salas de reunião para atendimento de visitantes
  • Sala para motoristas de ônibus com TV e copa
  • Áreas administrativas completas para funcionários e diretoria

Descanso

  • Alojamentos para 152 atletas, sendo quatro categorias com 32 atletas e um específico com capacidade para 24 atletas em teste ou para intercâmbios com outras equipes
  • Refeitório e cozinha dimensionados para 200 refeições por dia

Áreas de Apoio

  • Setor de manutenção
  • Lavanderia
  • Almoxarifado central
  • Instalações completas para funcionários, contendo sala de descanso e vestiários

Veja mais em: Base do Corinthians, CT Joaquim Grava, Diretoria do Corinthians, Corinthians Sub-20 e Corinthians Sub-17.

Veja Mais:

  • Maior campeão, com dez títulos, Timão tenta ser um dos semifinalistas da Copa São Paulo

    Corinthians pega Grêmio por vaga na semifinal da Copinha; saiba tudo

    ver detalhes
  • Timão divulga primeira relação de atletas inscritos no Estadual; lista ganhará novos jogadores

    Paulistão: Corinthians inscreve 19 nomes e reserva vagas a reforços; veja relação

    ver detalhes
  • Manoel posa com manto na sala de imprensa do CT; defensor é a oitava contratação para 2019

    Manoel recebe conselho de Mano e diz quando deve estar pronto para estrear no Corinthians

    ver detalhes
  • Agora em definitivo: Boselli é esperado no Brasil nesta sexta-feira

    Boselli inicia viagem para se reapresentar ao Corinthians

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes