Sheik ironiza rótulo de quarta força, mas admite: 'Gostamos de trabalhar assim'

Sheik ironiza rótulo de quarta força, mas admite: 'Gostamos de trabalhar assim'

2.5 mil visualizações 32 comentários Comunicar erro

Sheik, agora dirigente, levanta taça da Libertadores durante jogo de despedida na Arena, em dezembro

Sheik, agora dirigente, levanta taça da Libertadores durante jogo de despedida na Arena, em dezembro

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Protagonista no mercado da bola nesta janela de transferências, o Corinthians pode até se incomodar com o fato de ser taxado, por uma parte da imprensa, como “quarta força” do estado, rótulo que ganhou no início de 2017 e por vezes volta a ser dado ao Timão. Por outro lado, a equipe paulista vê vantagem em, digamos, estar longe dos holofotes...

Em entrevista coletiva concedida na manhã desta terça-feira, no CT Joaquim Grava, o agora coordenador técnico do Corinthians, Emerson Sheik, foi questionado se enxergava o Timão como “coadjuvante” neste começo de 2019, principalmente pela remontagem do plantel por parte de Fábio Carille, que precisará de tempo para trabalhar, e pela chegada de reforços – são sete, incluindo o meia Junior Sornoza, anunciado mais cedo.

Costumeiramente polêmico, Sheik, entre um sorriso e outro, ironizou: “O Corinthians, nos últimos anos, vem sendo quinta, sexta força... Só que a sexta força, nos últimos dez anos, foi campeã da Libertadores, do mundo, três ou quatro brasileiros, três paulistas, campeã da Recopa... É muita coisa”, respondeu Emerson.

“Mas a gente sempre trabalhou dessa forma. Eu sempre ouvia isso, deixa eles pensarem que a gente é a quarta força, gostamos de trabalhar assim. Vamos continuar trabalhando sendo zebra”, continuou o dirigente.

Leia também:
Conselhos aos jovens e 'dedo' em negociações: cartolas Sheik e Vilson são apresentados no Timão
Corinthians anuncia contratação de Sornoza; meia é o sétimo reforço para 2019
Gil, Love e Luan: diretoria atualiza situação de nomes relacionados ao Corinthians

A declaração de Sheik foi corroborada por seu mais novo parceiro de diretoria, o gerente de futebol Vilson Menezes. “Sheik lembrou bem, nos últimos dez anos o clube vem conquistando muitos títulos. O que conta é dentro das quatro linhas. Isso só nos motiva a continuar trabalhando forte”, finalizou.

O Corinthians estreia no Campeonato Paulista no próximo dia 20, diante do São Caetano, na Arena Corinthians. Antes, recebe o Santos neste domingo, em amistoso também em Itaquera, às 17h30.

Veja mais em: Emerson Sheik e CT Joaquim Grava.

Veja Mais:

  • Corinthians fez dois gols no final do jogo e garantiu a classificação

    Corinthians vira no fim, despacha o Avenida e avança na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Quem para o homem?! - Gustagol comemora oitavo gol pelo Corinthians em 2019

    Atacantes do Corinthians empatam na eleição do craque da segunda fase da Copa BR; veja avaliações

    ver detalhes
  • Urso beija escudo do Corinthians ao comemorar primeiro gol pelo clube

    Carille se encanta com Sornoza e valoriza credenciais de Urso: 'Sei que o corinthiano gosta'

    ver detalhes
  • Avelar é dúvida para compromisso do fim de semana; Timão se reapresenta nesta quinta

    Avelar deixa Arena mancando e pode se tornar desfalque para Carille

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes