Técnico do Corinthians elogia Grêmio, mas corrige repórter: 'Não era temido'

11 mil visualizações 56 comentários

Por Meu Timão

Barroca, em sua primeira Copinha pelo Corinthians, já leva o time às semifinais

Barroca, em sua primeira Copinha pelo Corinthians, já leva o time às semifinais

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

A classificação do Corinthians para as semifinais da Copa São Paulo de Futebol Júnior foi marcada por aquela que talvez tenha sido a mais equilibrada partida do Timãozinho no mata-mata da atual edição do torneio. E isso ficou claro na entrevista concedida pelo técnico alvinegro, Eduardo Barroca, ainda na Arena Barueri, pouco após o término do jogo.

Leia também: Jogadores do Corinthians, sobre 23 mil torcedores em jogo da Copinha: 'Maior clube não é à toa'

A vitória por 2 a 1 do Corinthians sobre o Grêmio foi marcada por um gol gaúcho na reta final da partida, dando contornos dramáticos para a classificação que até então se desenha tranquila para o Timãozinho. Questionado se a equipe tricolor era temida do lado alvinegro, Eduardo Barroca corrigiu o repórter, mas não deixou de mostrar respeito ao rival da vez.

"Não era tão temido. Mostrou na prática porque é um adversário que precisamos respeitar sempre. Foi um jogo bastante equilibrado, um adversário que impôs bastante dificuldade para a gente. O fato de a gente impôr vantagem fez a diferença no jogo, porque o jogo estava muito equilibrado. Mas os meninos lutaram o tempo todo, buscaram a vitória os 90 minutos", sintetizou o treinador, que está à frente do Corinthians numa Copinha pela primeira vez.

Agora classificado para as semifinais, o Corinthians mede forças diante do Vasco, na noite da próxima terça-feira, às 21h30, novamente na Arena Barueri. Ao contrário das últimas fases da Copinha, o Timãozinho terá agora uma sequência de três dias sem jogos (e não apenas um).

"Agora é ter a capacidade de virar a chave, comemorar um pouco o tempo a mais de recuperação, porque esses meninos estão num desgaste muito alto, para os jogadores estarem na plenitude para enfrentar o Vasco numa semifinal, que sabemos que será mais um jogo difícil na competição", discorreu o comandante corinthiano.

Por fim, Barroca ainda falou sobre a maturidade que sua equipe vem ganhando na atual edição do torneio, em função dos diferentes perfis de adversários encontrados tanto ainda na fase de grupos quanto no mata-mata.

"A competição é uma maturidade para o objetivo final deles de transitar para a categoria profissional. Jogar contra equipes fortes, equipes de camisa, bem treinadas, com público... Isso tudo aproxima os jogadores, simula uma situação que enfrentarão logo logo no profissional do clube", explicou.

Veja mais em: Eduardo Barroca, Copinha, Corinthians Sub-20 e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Cazares ficará à disposição de Coelho na Neo Química Arena

    Coelho confirma Cazares entre os relacionados e se anima após conversa com o meia: 'Ele quer demais'

    ver detalhes
  • Cássio no treinamento deste sábado no CT Dr. Joaquim Grava

    Cássio tenta encerrar maior sequência de jogos sendo vazado no Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians vem sendo alvo de inúmeros processos trabalhistas; condenação na ação de ex-controller é mais uma dor de cabeça

    Corinthians é condenado em ação de ex-controller de Dualib; advogado pede bloqueio do naming rights

    ver detalhes
  • Mário Gobbi Filho e Paulo Garcia devem se unir para disputar a eleição presidencial contra Duílio Monteiro Alves, Augusto Mello e Ricardo Martitan

    Eleição no Corinthians: coalizão entre Mário Gobbi e Paulo Garcia é encaminhada após reuniões

    ver detalhes
  • Dyego Coelho comandou o treinamento deste sábado no CT Joaquim Grava

    Coelho manda indireta sobre o Corinthians: 'Ser comandante não é ser dono do CT ou do clube'

    ver detalhes
  • Corinthians se aproxima perigosamente da zona de rebaixamento

    Corinthians fecha rodada a um ponto da zona de rebaixamento; time só ganhou de quem está atrás

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: