Corinthians sucumbe nos pênaltis e cai na semifinal da Copinha 2019

Corinthians Corinthians 2 x 2 Vasco da Gama Vasco da Gama

Copa São Paulo 2019

Corinthians sucumbe nos pênaltis e cai na semifinal da Copinha 2019

36 mil visualizações 717 comentários Comunicar erro

Molecada do Corinthians foi eliminada nas semifinais da Copinha-2019

Molecada do Corinthians foi eliminada nas semifinais da Copinha-2019

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

O sonho do 11º título da Copinha em 2019 chegou ao fim. Na noite desta terça-feira, na Arena Barueri, em Barueri, o Timãozinho foi eliminado pelo Vasco da Gama nos pênaltis, pelo placar de 4 a 3, depois de empatar no tempo normal em 2 a 2.

Ambos os gols corinthianos do empate foram marcados por Nathan, enquanto Tiago Reis e Miranda foram às redes a favor da equipe carioca.

Classificado, o Vasco já sabe quem encara na finalíssima: o São Paulo, que eliminou o Guarani na semifinal. O esperado duelo está marcado para sexta-feira (25), aniversário da cidade, às 15h30, no estádio do Pacaembu.

Como jogamos

Eduardo Barroca mandou a campo a mesma equipe que eliminara o Grêmio nas semifinais: Diego; Igor, Jordan, Ronald (capitão), Caetano; Du, Roni, Fabricio Oya; Rafael Bilu, Janderson e Nathan.

Eduardo Barroca repetiu a escalação do Timão

Meu Timão

Sete atletas estavam à disposição no banco de reservas corinthiano: Guilherme (goleiro); Daniel Marcos (lateral-direito); Franklin (zagueiro); Gustavo Mantuan, Rafinha e Adson (meias); João Celeri (centroavante).

Do outro lado, o técnico Marcos Valadares escalava o Vasco da seguinte maneira: Alexander; Tenório, Ulisses, Miranda e Coutinho; Bruno Gomes e Caio Lopes; Linnick, João Pedro e Lucas Santos (capitão); Tiago Reis.

Primeiro tempo

Carille e sua comissão técnica acompanharam in loco semifinal na Arena Barueri

Carille e sua comissão técnica acompanharam in loco semifinal na Arena Barueri

Reprodução/TV

O Corinthians tinha pela frente seu maior desafio nesta Copa São Paulo: passar pelo Vasco da Gama, dono da melhor defesa de toda a competição, com apenas três gols sofridos. Ao mesmo tempo, o time alvinegro se apoiava em seu forte sistema ofensivo, o mais letal da Copinha: 27 gols marcados nos oito primeiros jogos.

O Timãozinho fez valer sua força (e a presença maciça da Fiel na Arena Barueri) apenas nos cinco minutos iniciais. Mesmo longe do Rio, o Vasco logo tomou conta da partida, controlando o meio de campo e escolhendo com inteligência as melhores ações dentro de campo.

Aos nove minutos, o primeiro gol dos vascaínos: escanteio na área do Timão, desvio da própria zaga alvinegra e sobra para Tiago Reis marcar. Pouco depois, em outro lance de bola parada, Miranda aproveitou vacilo geral da defesa paulista e só empurrou para o fundo das redes, aumentando a vantagem dos cariocas.

A principal oportunidade do Timãozinho surgiria aos 38 minutos, mas Nathan, mesmo livre de marcação e a poucos centímetros da meta vascaína, furou o arremate, aumentando a tensão entre os corinthianos (jogadores, comissão técnica e torcida) na Arena Barueri.

Pouco depois, aos 45, o centroavante se redimiu. Em lance semelhante, Nathan ficou com a sobra dentro da pequena área e fuzilou as redes do Vasco, diminuindo o placar. A equipe corinthiana ia para o vestiário com a derrota parcial por 2 a 1.

Do inferno ao céu: Nathan comemora primeiro gol sobre Vasco da Gama

Do inferno ao céu: Nathan comemora primeiro gol sobre Vasco da Gama

Reprodução/TV

Leia também: Nathan perde gol feito, se redime e ganha mensagem de Boselli em rede social

Segundo tempo

Já aos seis minutos, a jogada capital do período complementar: João Pedro passou como quis por três defensores corinthianos e acabou derrubado por Jordan dentro da área. Lucas Santos chamou a responsabilidade, foi para a cobrança de penalidade e bateu na “lua”, botando fogo no embate – a favor do Corinthians.

A falha de Lucas Santos precedeu o empate dos “donos da casa”. Nathan aproveitou cruzamento certeiro de Rafael Bilu, mandou um peixinho e recolocou o Timão na partida. 2 a 2!

Que noite! Nathan vibra com segundo gol diante dos vascaínos

Que noite! Nathan vibra com segundo gol diante dos vascaínos

Reprodução/TV

Barroca, que já havia colocado Rafinha em campo na primeira etapa, não demorou a mexer no time na segunda. Sacou Nathan e Rafael Bilu para as respectivas entradas de João Celeri e Gustavo Mantuan.

O Timãozinho melhorou com as substituições e passou a dominar o jogo. Aos 27 minutos, Fabricio Oya recebeu passe fora da área, girou sobre a marcação e arriscou o chute de longa distância, levando bastante perigo ao gol defendido por Alexander.

Mas não havia tempo para muito mais. Nos últimos minutos, ambos os times passaram a trocar passes sem pressa, diminuindo o ritmo da semifinal em Barueri. Claramente um sinal de que disputar a vaga na finalíssima via pênaltis não parecia alternativa ruim nem para paulistas nem para cariocas...

Os pênaltis

O primeiro corinthiano a bater (e converter) foi Fabricio Oya. Rafinha ficou no travessão, enquanto João Celeri acertou a trave. Caetano, o quarto batedor alvinegro, buscou o canto e converteu. Gustavo Mantuan, o último, bateu no lado direito de Alexander e anotou o terceiro do Timãozinho.

Do lado do Vasco, Lucas Santos, Miranda, Bruno Gomes e Laranjeira marcaram; Ulisses chutou para fora. No fim, vaga dos cariocas.

Valeu, molecada!

Ficha técnica de Corinthians 2 x 2 Vasco da Gama

Competição: Copa São Paulo de Futebol Júnior
Local: Arena Barueri, Barueri, SP
Data: 22 de janeiro de 2019 (terça-feira)
Horário: 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Thiago Luis Scarascati
Assistentes: Fabricio Porfirio de Moura e Ítalo Magno de Andrade
Gols: Nathan Palafoz (Corinthians); Miranda e Tiago Reis (Vasco da Gama)
Cartões amarelos: Rafinha (Corinthians); Miranda (Vasco da Gama)

CORINTHIANS: Diego Riechelmann; Igor Marques, Jordan, Ronald e Caetano; Du (Rafinha) e Roni; Fabricio Oya, Janderson (Daniel Marcos) e Rafael Bilu (Gustavo Mantuan); Nathan Palafoz (João Celeri).
Técnico: Eduardo Barroca

VASCO DA GAMA: Alexander; Tenório, Ulisses, Miranda e Coutinho; Bruno Gomes e Linnick (Talles); Caio Lopes, João Pedro (Riquelme) e Lucas Santos; Tiago Reis (Vinicius) (João Victor).
Técnico: Marcos Valadares

Veja mais em: Copinha, Crônica, Corinthians Sub-20 e Base do Corinthians.

Quem Atuou

Títulares

Reservas

Técnico

Árbitro

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes