Multa de R$ 42 milhões e disparidade salarial: a iminente venda de Léo Santos pelo Corinthians

Multa de R$ 42 milhões e disparidade salarial: a iminente venda de Léo Santos pelo Corinthians

Por Lucas Faraldo e Vinicius Souza

123 mil visualizações 615 comentários Comunicar erro

Léo Santos, de 20 anos, deve ser vendido pelo Corinthians antes mesmo de 'estourar'

Léo Santos, de 20 anos, deve ser vendido pelo Corinthians antes mesmo de 'estourar'

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

A contratação de três novos zagueiros (Manoel, Bruno Méndez e Lucão) e a promessa de Fábio Carille de dar mais chances a Marllon em 2019 levantaram a bola para algo que já era discutido há meses no Corinthians: a iminente venda de Léo Santos ao futebol europeu.

"Como tiveram interesses em Léo Santos, Pedro Henrique, temos que nos preparar para o futuro", disse o diretor de futebol Duílio Monteiro Alves, explicando a chegada de tantos zagueiros ao Corinthians nesta temporada

A reportagem do Meu Timão apurou alguns detalhes acerca da situação do jovem zagueiro de 20 anos de idade recém-completados no último mês de dezembro.

  • a multa rescisória é de 10 milhões de euros (R$ 42 milhões na cotação atual), em seu contrato vigente até setembro de 2020. O Corinthians tem 70% dos direitos econômicos;
  • a diretoria tem total otimismo numa venda acima de 8 milhões de euros (R$ 35,6 milhões), daí ter descartado envolvê-lo nas tratativas com o Sevilla por Guilherme Arana;
  • o salário relativamente baixo, na casa dos R$ 100 mil, chega a ser dez vezes menor do que algumas ofertas informais já feitas por clubes europeus.

Em resumo: há mais de ano, o Corinthians vê com bons olhos a oportunidade de gerar receita com essa que seria uma das maiores vendas de sua história. Os também zagueiros Gil e Felipe, por exemplo, foram negociados pelo Timão por quase R$ 40 milhões cada um.

Com relação a Felipe, aliás, Léo Santos é bastante comparado internamente no Corinthians ao hoje zagueiro do Porto. Nesse sentido, a alta cúpula lamenta se desfazer tão cedo de um jogador que tem potencial para brilhar no Timão, mas se vê de mãos atadas diante da necessidade de "fazer caixa" e da disparidade entre o salário atual e os oferecidos ao atleta.

E as ofertas?

Ano passado, a imprensa espanhola enfatizou em diferentes momentos interesses de Real Madrid e Barcelona em Léo Santos. O clube da capital espanhola monitora o zagueiro desde antes mesmo de sua participação no Sul-Americano Sub-20 pela Seleção (início de 2017).

Mais recentemente, de acordo com o site da Gazeta Esportiva, um clube europeu cujo nome é mantido em sigilo teria se aproximado da contratação de Léo Santos. O negócio foi adiado por conta do fim da janela de transferências dos principais mercados europeus.

A expectativa do Corinthians é vendê-lo na próxima janela, entre os meses de junho e julho.

E Pedro Henrique?

Pedro Henrique tem situação menos avançada em todos os sentidos. O entendimento é de que o zagueiro, apesar de bom, já teve muitas oportunidades para agarrar a titularidade e nunca se firmou efetivamente na equipe. Mais velho que Léo Santos, com 23 anos de idade, ele chegou a ser citado como possível moeda de troca em negociações nacionais, como as travadas com Cruzeiro e Atlético-MG por Sassá e Luan nas últimas semanas de 2018.

Veja mais em: Léo Santos, Pedro Henrique, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Jogador fez duas temporadas pelo time baiano antes de ir para a Arábia

    Corinthians acerta contratação de meia que trabalhou com Carille na Arábia

    ver detalhes
  • Jogadores que não atuaram diante do Avenida-RS treinaram no CT Joaquim Grava

    Corinthians se reapresenta no CT; Carille esboça time reserva para encarar o Botafogo-SP

    ver detalhes
  • Cássio falou com a reportagem do Meu Timão na tarde desta quinta no CT

    Ao Meu Timão, Cássio analisa primeiro gol do Avenida-RS; goleiro enaltece reação da equipe

    ver detalhes
  • Rosenberg foi duramente questionado por conselheiros do clube

    Conselheiros do Corinthians enviam carta para Andrés com críticas a Rosenberg; leia na íntegra

    ver detalhes

Comente a notícia:

  • 1000 caracteres restantes