'Pênalti não é novidade pra quem se preparou', diz Maycon sobre 'título com a cara do Corinthians'

27 mil visualizações 89 comentários

Por Lucas Faraldo e Rodrigo Vessoni

Maycon fez o gol de pênalti do título paulista do Corinthians contra o Palmeiras

Maycon fez o gol de pênalti do título paulista do Corinthians contra o Palmeiras

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Em entrevista exclusiva ao Meu Timão, Maycon, autor do gol derradeiro do 29ª título paulista do Corinthians, relembrou um ano depois a histórica conquista na casa do arquirrival. Foi o jovem volante, hoje no Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, quem converteu a última cobrança na decisão de pênaltis contra o Palmeiras, no Allianz Parque, naquela finalíssima estadual.

Leia também:
Torcida do Corinthians estende faixas em viaduto para comemorar um ano do 'Paulistinha Day'
Um ano depois, Sheik revela que se arrepende de ter xingado Dudu após título Paulista de 2018
Há um ano, Corinthians fazia história e ganhava o 'Paulistinha' sobre Palmeiras; relembre

Com relação ao título, seu terceiro e último com a camisa do Corinthians antes de partir rumo ao futebol europeu, Maycon, hoje com 21 anos de idade, destacou o caráter de superação daquele elenco no mata-mata do Paulistão. Contra Bragantino, São Paulo e, por fim, Palmeiras, o Timão saiu atrás em todas as fases eliminatórias daquela edição do Estadual.

"A equipe se portou muito bem e isso foi muito legal, foi um título com a cara do Corinthians, que acredita na vitória independente da situação. Me sinto privilegiado por estar presente neste título por tudo que envolveu, desde as semifinais com o gol nos acréscimos, o treino aberto na Arena e a virada na casa do maior rival na decisão. Foram momento únicos que vivi na minha carreira", descreveu, citando também o épico gol de Rodriguinho aos 47 minutos do segundo tempo no segundo Majestoso das semifinais.

Especificamente sobre a decisiva cobrança de pênalti, Maycon contou ter, do alto de seus 20 anos de idade, batido no peito em frente a Fábio Carille se responsabilizando pela quinta e última penalidade corinthiana. O resultado? Bola de um lado, goleiro Jaílson do outro.

"Eu que pedi para o Fábio, eu escolhi bater o quinto. Pênalti não é novidade para quem se preparou, para quem treinou para aquele momento. Quando fui para a bola eu estava muito tranquilo e confiante, apesar de saber quanto significava aquele momento", resumiu.

Revelado nas categorias de base do Corinthians e figurinha carimbada quando mais novo nas convocações da Seleção Brasileira Sub-20, Maycon deixou o Corinthians no meio do ano passado como então campeão brasileiro de 2017 e bicampeão paulista de 2017/18. Ele logo se tornou titular absoluto do Shakhtar, onde tem contrato até junho de 2023.

Confira a entrevista completa de Maycon ao Meu Timão

Título marcado por três viradas nos três confrontos do mata-mata

Foi um título muito marcante não só para mim, mas para todo o grupo e com certeza para os torcedores. Ao contrário de 2017, saímos atrás em todos os mata-matas e tínhamos que ir atrás do resultado. A nossa equipe tinha muita qualidade ofensiva, mas tínhamos que nos expor de forma controlada porque tomar um gol poderia complicar o resultado. A equipe se portou muito bem e isso foi muito legal, foi um título com a cara do Corinthians, que acredita na vitória independente da situação. Me sinto privilegiado por estar presente neste título por tudo que envolveu, desde as semifinais com o gol nos acréscimos, o treino aberto na Arena e a virada na casa do maior rival na decisão. Foram momento únicos que vivi na minha carreira.

Bastidores por trás do pênalti decisivo

Eu que pedi para o Fábio, eu escolhi bater o quinto. Pênalti não é novidade para quem se preparou, para quem treinou para aquele momento. Quando fui para a bola eu estava muito tranquilo e confiante, apesar de saber quanto significava aquele momento. Eu estava preparado, treinei a forma que ia bater e estava convicto de que o Jaílson ia cair no canto oposto por que na semifinal eu havia batido mais para a esquerda do goleiro. Graças a Deus eu fui feliz, deu tudo certo e a gente conseguiu ser campeão.

Relação atual com o Corinthians

Continuo acompanhando os jogos sempre que possível já que aqui são seis horas de fuso e muitas vezes a partida é de madrugada. Tenho muitos amigos lá e sigo torcendo não só para o clube, mas para que meus ex-companheiros também conquistem os objetivos dentro de suas carreiras.

Sonho de um dia voltar

Eu saí do Corinthians para realizar o sonho de atuar na Europa, jogar a Liga dos Campeões e estou muito feliz aqui no Shakhtar hoje. Eu tenho um carinho muito grande pelo Corinthians, foi onde me formei, pude realizar sonhos de infância e viver momentos especiais. Nunca se sabe o dia de amanhã, mas acredito que ainda não é o momento de voltar, tenho alguns objetivos a concluir aqui na Europa e vou atrás deles.

Veja mais em: Maycon, Jogos Históricos, Dérbi e Títulos do Corinthians.

Veja Mais:

  • Mancini elogiou a atuação de Mantuan na última quarta-feira

    Vagner Mancini define Mantuan como joia do Corinthians e afirma: 'Vai nos ajudar muito'

    ver detalhes
  • Cauê marca contra o Santos e coloca o Corinthians na liderança do Brasileirão Sub-20

    Promessa do Corinthians comenta bastidores de experiência no profissional e destaca força do Sub-20

    ver detalhes
  • Mantuan abriu o placar em noite de mais uma vitória emocionante do Corinthians

    Corinthians bate o Vasco com mais um gol de 'talismã' Everaldo nos minutos finais

    ver detalhes
  • Mantuan marca o primeiro gol do Corinthians na partida contra o Vasco

    Mantuan é eleito o melhor em campo na vitória do Corinthians; volantes são os piores

    ver detalhes
  • Everaldo marcou o gol da vitória alvinegra no Rio de Janeiro

    'Cristiano Everaldo', Mancinismo e Cazares em alta: Fiel repercute vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Mancini chegou a sua segunda vitória pelo Corinthians

    Queda no segundo tempo, Everaldo bem e recuperação pós-goleada: Mancini comenta vitória do Timão

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: