Cássio acha que Corinthians peca nos detalhes e quer que equipe dê menos chances aos adversários

2.2 mil visualizações 41 comentários

Por Meu Timão

Cássio comentou sobre as falhas do Corinthians em 2019 - está nos detalhes.

Cássio comentou sobre as falhas do Corinthians em 2019 - está nos detalhes.

Reprodução/Internet

O goleiro Cássio esteve presente na derrota por 3 a 2 para o Bahia neste último domingo, pela primeira rodada do Campeonato Brasileiro de 2019. Mesmo sem influência direta nos gols, o goleiro destacou a necessidade que o Corinthians tem de manter a atenção em alguns momentos da partida, como após anotar um gol.

"Eu acho que um ponto que a gente vem pecando são os detalhes. A gente não pode fazer um gol e um minuto depois tomar. Acho que tem que estar mais ligado, aconteceu contra o Sâo Paulo também", disse o goleiro durante participação ao programa Bem Amigos, do SporTV.

Com números de defesa relativamente atípicos ao padrão dos últimos anos, o Corinthians vem sofrendo mais gols do que o comum, e muitos deles na bola aérea. Cássio, no entanto, garante que o problema está na composição de toda a equipe, que acaba gerando muitas oportunidades para o adversário, e não encurtando as jogadas.

"É difícil você falar, porque aí parece que você está falando da defesa, e não é. Eu acho que melhorou muito, mas estamos dando muita chance. Se você der sete, oito chances, uma hora eles vão acertar e vão acabar fazendo o gol", completou o jogador.

Leia também:
Ronaldo relembra chegada ao Corinthians em lançamento de uniforme em sua homenagem
Novo uniforme do Corinthians divide opinião da Fiel nas redes sociais; veja repercussão

Muitas pessoas cobram uma possível titularidade de Cássio no gol da Seleção Brasileira. Atrás de Alisson e Ederson para o técnico Tite, no entanto, o goleiro garante que existe um diferencial grande entre o futebol europeu e o brasileiro na chance de jogar com os pés, com uma paciência maior no velho continente.

"O grande diferencial é o trabalho com o pé, mas é difícil fazer a comparação porque lá se usa muito o goleiro, e aqui a gente não trabalha muito com os goleiros. Algumas pessoas falam de jogar com o pé, mas você não trabalha isso no futebol brasileiro. Conversava muito com Ederson e Alisson sobre isso. Só que lá, se o Ederson erra uma vez, o treinador vai pedir para ele continuar e fazer a mesma coisa. Se errar aqui, será que vai ter a mesma compreensão? Se errar, como vai ser?", finalizou.

Veja mais em: Cássio.

Veja Mais:

  • Corinthians tenta afastar má fase no Brasileirão

    Corinthians visita Vasco para reagir e se afastar da zona de rebaixamento no Brasileirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Bruno Méndez fica à disposição e deve voltar a ser titular do Corinthians

    Corinthians faz último treino antes de encarar decisão contra o Vasco; veja possível escalação

    ver detalhes
  • Fábio Santos pode reestrear pelo Corinthians na noite desta quarta-feira

    Fábio Santos é registrado no BID e pode reestrear pelo Corinthians na quarta-feira

    ver detalhes
  • Corinthians acerta contratação de zagueiro para o Sub-20

    Corinthians acerta contratação de zagueiro para o Sub-20

    ver detalhes
  • Ángelo Araos perdeu espaço no Corinthians desde a saída de Tiago Nunes

    Pouco aproveitado no Corinthians, Ángelo Araos recebe sondagem do Colo-Colo, diz rádio chilena

    ver detalhes
  • Fábio Santos posou ao lado do diretor Eduardo Ferreira

    Com novo número, Fábio Santos é apresentado e vibra com retorno ao Corinthians: 'Muito empolgado'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: