Corinthians não tem mais 'parte' de Felipe e pode ter prejuízo com possível venda do Porto

80 mil visualizações 410 comentários

Felipe foi vendido pelo Corinthians por € 6,2 milhões, mas poderia render muito mais agora

Felipe foi vendido pelo Corinthians por € 6,2 milhões, mas poderia render muito mais agora

Reprodução/TV

O zagueiro Felipe, vendido por cerca de R$ 21 milhões (€ 6,2 milhões) há cerca de três anos ao Porto, não renderá mais dinheiro ao Corinthians. Ao menos em relação aos direitos econômicos.

Na transferência de 2016, o Timão liberou 75% ao clube português, permanecendo com os outros 25% dos direitos econômicos. Meses depois, sem alarde, o presidente Roberto de Andrade vendeu essa parte restante por cerca de € 2 milhões (cerca de R$ 11 milhões).

A reportagem do Meu Timão confirmou a venda desses 25% com o atual mandatário, Andrés Sanchez, com o próprio ex-presidente Roberto de Andrade, e também com o ex-diretor financeiro Emerson Piovesan - o último também afirmou se tratar de valores "entre 1,8 e 2 milhões de euros".

Leia também:
Corinthians dá aval e meia Guilherme fica próximo de ser anunciado pelo Fluminense
Ronaldo admite vontade em se tornar presidente do Corinthians no futuro
Atacante da base ganha chance inédita, e Corinthians relaciona 23 contra Chapecoense

Na ocasião, devido à situação financeira do clube, a saída de Roberto de Andrade e sua diretoria foi a de fechar uma segunda venda ao clube português que, então, passou a ficar com 100% dos direitos econômicos do defensor, que fez sucesso desde o início no clube.

Agora, tempos depois, o Timão pode ver um cenário de prejuízo pela frente. De acordo com a imprensa europeia, o Porto tem duas ofertas na mesa: € 20 milhões, do Atlético de Madrid, da Espanha, e € 30 milhões, do Zenit, da Rússia. Ainda de acordo com as reportagens locais, o clube português busca a venda pelo valor da multa rescisória (€ 50 milhões).

Seja por 20, 30 ou 50 milhões de euros, uma situação está definida: o Corinthians tomará um enorme prejuízo com essa operação financeira. Se tivesse mantido os 25% dos direitos econômicos de Felipe, a bolada alvinegra estaria garantida. E com os seguintes cenários:

Em relação ao time espanhol, o valor a ser embolsado agora seria de € 5 milhões (R$ 21,5 milhões); em relação ao Zenit, seria de € 7,5 milhões (R$ 32,2 milhões); se a multa rescisória for exercida, a quantia que entraria no cofre brasileiro seria de incríveis € 12,5 milhões (R$ 54 milhões).

Todas as opções citadas seriam maiores do que o valor recebido pelo Corinthians na primeira venda ao time português. O Meu Timão, com isso, fez as contas dos prejuízos nos três cenários. Veja abaixo!

Confira os possíveis prejuízos do Corinthians com uma saída de Felipe do Porto

DestinoValor oferecidoValor correspondente aos 25%Prejuízo do Corinthians
Atlético de Madrid (Espanha)20 milhões de euros ( R$ 87 mi)5 milhões de euros (R$ 21 mi)3 milhões de euros (R$ 13 mi)
Zenit (Rússia)30 milhões de euros (R$ 171 mi)7,5 milhões de euros (R$ 32 mi)5,5 milhões de euros (R$ 24 mi)
Multa rescisória50 milhões de euros (R$ 219 mi)12,5 milhões de euros (R$ 55 mi)10,5 milhões de euros (R$ 52 mi)

* Valores em reais arredondados e baseados na cotação desta terça-feira, dia 30 de abril;

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians, Mercado da bola e Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Marcelinho Carioca fez inúmeras críticas aos jogadores e ao técnico Sylvinho durante live no canal oficial do Corinthians

    Críticas e palavras de Marcelinho Carioca incomodaram jogadores e Sylvinho no CT do Corinthians

    ver detalhes
  • Ao Meu Timão, Kyle Fuller fala sobre sua volta ao clube do Parque São Jorge e relação com a torcida

    Fuller conta ao Meu Timão detalhes de seu retorno ao Corinthians e projeta reencontro com a torcida

    ver detalhes
  • Mandaca marcou o gol da segunda vitória do Corinthians em dois jogos na atual fase do Paulista Sub-20

    Corinthians vence São Caetano em casa e segue 100% na segunda fase do Paulista Sub-20

    ver detalhes
  • O técnico Mano Menezes em sua apresentação, em 2014, ao lado do hoje diretor de futebol, Roberto de Andrade

    Duilio descarta chance de Mano Menezes assumir o Corinthians durante o seu mandato, diz Neto

    ver detalhes
  • Luan, Cantillo e Giuliano em penúltimo treino antes de enfrentar o Internacional

    Corinthians faz atividades específicas em penúltimo treino antes de visitar o Internacional

    ver detalhes
  • Tcheco permaneceu sob contrato entre os anos de 2010 e 2012, mas atuou pelo clube apenas na primeira temporada, sendo emprestado nas demais

    Justiça do Trabalho define valor de indenização do Corinthians ao ex-meia Tcheco

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x