Jadson valoriza dupla com Sornoza e projeta melhora: 'Ainda falta um pouco de sintonia'

Jadson valoriza dupla com Sornoza e projeta melhora: 'Ainda falta um pouco de sintonia'

Por Andrew Sousa e Rodrigo Vessoni, no CT Joaquim Grava

1.7 mil visualizações 40 comentários Comunicar erro

Sornoza e Jadson no vestiário antes do jogo contra o Flamengo, quando passaram a jogar juntos

Sornoza e Jadson no vestiário antes do jogo contra o Flamengo, quando passaram a jogar juntos

Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

Em cinco meses de temporada, o técnico Fábio Carille já modificou muito sua equipe em busca de um Corinthians ideal. No início do ano, Jadson e Sornoza começaram atuando juntos. Depois, passaram a concorrer por uma única vaga e, mais recentemente, voltaram a formar uma dupla no 11 inicial. Depois do comandante confirmar que vai dar continuidade à estratégia, o camisa 10 comentou o tema com otimismo.

"O Carille tem procurado mexer na equipe pra tentar melhorar a cada jogo. Eu e o Sornoza... Ele vinha jogando mais, mas já faz cinco jogos que venho tendo sequência. Carille colocou nós dois para jogar. É um jogador de qualidade, acho que falta ainda um pouquinho de sintonia entre nós dois", afirmou, destacando a falta de entrosamento natural com o equatoriano.

"A equipe vem crescendo, é questão de ajustes que o Carille tem de fazer na questão de passes às vezes, para não errarmos tanto. Para que possamos criar mais chances de gols. Fico feliz por ganhar essa sequência de jogos e por estar tendo essa oportunidade de jogar com o Sornoza também", completou.

Leia também:
Tite convida mais dois atletas da base do Corinthians para treino com a Seleção no Pacaembu
Jadson desconversa sobre possíveis saídas, mas se põe à disposição para aconselhar mais novos
Joia coreana encantava (e ajudava) técnico do Corinthians muito antes de brilhar no Mundial Sub-20

Para atuar ao lado do companheiro, que chegou nesta temporada, Jadson teve de voltar a jogar mais pela direita, como fez nos times de 2015, com Tite, e 2017, com o próprio Carille. A readaptação começou em duelo decisivo contra o Flamengo, tido como um dos melhores jogo do Timão neste ano.

"Carille veio conversar comigo naquele jogo da Copa do Brasil contra o Flamengo falando que me colocaria aberto mas também me dando liberdade pra flutuar, não ficar ali só na ponta. Com essa liberdade, gosto disso. Ele tem treinado a equipe para fazer o balanço e compensar quando eu não estiver ali na ponta. Então a equipe precisa ganhar esse entrosamento", analisou.

"Fico feliz por ganhar essa sequência de jogos, o Carille apostando em mim. Só quero ganhar os jogos, ajudar a equipe e deixar o torcedor corinthiano feliz", concluiu.

Veja mais em: Jadson e Sornoza.

Veja Mais:

  • Timão tem agenda cheia na modalidade Sub-23

    Corinthians Sub-23 marca novo amistoso para o mês de junho e terá cinco jogos em dez dias

    ver detalhes
  • Emerson Sheik conheceu instalações de Real Madrid e Barcelona

    Sheik visita Real Madrid e Barcelona por inspirações ao Corinthians; veja fotos

    ver detalhes
  • Walmir Cruz, preparador físico do Corinthians, falou ao Meu Timão antes da parada

    Corinthians divide jogadores em dois grupos para cartilhas durante a folga; preparador explica

    ver detalhes
  • O elenco principal do Corinthians irá folgar durante toda a semana

    Folga do elenco principal, decisão no Sub-17 e mais categorias: a agenda do Corinthians na semana

    ver detalhes

Comente a notícia: