Gil responde perguntas de torcedores em apresentação no Corinthians; veja respostas

Gil responde perguntas de torcedores em apresentação no Corinthians; veja respostas

Por Meu Timão

5.6 mil visualizações 60 comentários Comunicar erro

Gil deu entrevista para torcedores nesta sexta-feira

Gil deu entrevista para torcedores nesta sexta-feira

Divulgação/Corinthians

O zagueiro Gil deu a sua primeira entrevista coletiva como jogador do Corinthians após retornar à equipe de maneira oficial. A sabatina, no entanto, foi feita apenas com torcedores do Fiel Torcedor sorteados, que ganharam a oportunidade de ficar cara a cara com o zagueiro do Timão.

Leia também: Com trabalho específico para dupla de zaga, Corinthians faz penúltimo treino antes de jogo com o CSA

Entre as principais perguntas, os torcedores focaram em saber sobre a parte física do jogador, que garantiu já chegar para jogar, assim como o motivo dele ter escolhido o Corinthians, sendo que possivelmente haviam outros clubes interessados no atleta. Confira todas as perguntas e respostas abaixo.

Em tempo: Além da conversa com torcedores, Gil também dará uma entrevista coletiva aos jornalistas após a sua apresentação oficial, realizada no CT Joaquim Grava nesta sexta-feira.

Confira a entrevista coletiva feita por torcedores

Porque voltou para o Corinthians?

"Voltei pela história, por tudo que o Corinthians representa para mim. Acho que o mais importante é a gente se dar bem no lugar, mas sei que tenho que voltar melhor do que na primeira vez. É um novo desafio e espero continuar da melhor maneira possível".

Pensa em disputar a Copa do Mundo em 2022?

"Não (penso na Copa). Acho que o mais importante é o clube, onde fui muito feliz. Espero dar continuidade, fazer o meu trabalho aqui e não penso em Copa, não penso em Seleção não".

Chega no Corinthians para já sair jogando?

"Estou bem, estava jogando, treinando, acho que nesse tempo que eu cheguei no Brasil mesmo sem jogos eu continuei treinando para continuar em forma e agora é mais adaptação. Com o grupo, o pessoal do Corinthians e tudo que tem envolvido, o quanto antes eu vou poder estar dentro de campo para ajudar".

Prefere atuar pela esquerda ou direita?

"Antes eu jogava pela direita, mas depois que eu cheguei ao Corinthians aqui em 2014 comecei jogando pela direita, passei para a esquerda e não saí mais. É onde eu me dou bem, me adaptei e é onde tenho jogado a bastante tempo".

O que traz de experiência da China?

"Estou mais velho. É brincadeira, mas é claro que saí do Corinthians com 28 para 29 anos de idade e essa experiência lá fora me deu um pouco mais de cultura e aprendizado. Volto mais fortalecido, em um momento para poder ajudar os meus companheiros e espero fazer da melhor maneira possível, com alegria, dedicação, as coisas podem fluir e é isso que eu espero".

Tem alguma característica favorita para um parceiro de zaga?

"Eu acho que não tenho uma característica favorita, mas acho a equipe inteira tem que se encaixar e se entrosar para poder vencer os jogos e em um todo se sobressair".

Qual o principal motivo por escolher o Corinthians para o retorno?

"Para mim é gratidão. No momento que eu cheguei, em 2013, praticamente ninguém me conhecia e o clube abriu as portas para mim. O Andrés me ligava e eu disse que quando eu viesse para o Brasil eu viria para o Corinthians. E agora eu não pensei nem duas vezes, o meu filho assiste os jogos e isso para mim é o mais importante. É gratidão, eu voltei para casa para construir novamente um pedacinho na minha história e na história grandiosa do clube".

Depois de tanto tempo na China, a parte física pode ser um problema?

"Estou tranquilo com relação a isso. Na maioria do tempo na China eu estava treinando por fora também, então acho que a maior questão aqui vai ser o entrosamento. Mas já joguei com alguns companheiros e a gente vai jogar muito bem, mas da parte física não tem muito o que reclamar".

Quem te ligava mais pedindo a volta: Urso, Ralf ou Cássio?

"Os três. Cada um ligava um pouquinho, mandava mensagem e isso é o mais importante, o carinho que a gente deixa, a amizade que a gente constrói. São excelentes jogadores e eu fico feliz por estar em casa novamente, junto dos meus companheiros e agora é seguir o trabalho".

Veja mais em: Gil.

Veja Mais:

  • [Marco Bello] Corinthians deve vender jogadores para fechar orçamento de 2019; diretor revela atraso

    ver detalhes
  • Ángelo Araos brigará por espaço no Corinthians neste segundo semestre

    Corinthians dará nova chance a Araos, que terá 'novo' contrato nos próximos dias; saiba situação

    ver detalhes
  • Vagner Love saiu em defesa a favor da torcida do Corinthians

    Vagner Love compara torcidas de Corinthians e Flamengo: 'São diferentes'

    ver detalhes
  • Marco Braz comentou a polêmica com o presidente do Corinthians

    Vice do Flamengo esclarece gesto de 'roubo' feito por Andrés; imagem gerou polêmica em redes sociais

    ver detalhes

Comente a notícia: