Ex-corinthiano Sergio Díaz precisa convencer técnico uruguaio por nova chance na equipe

2.6 mil visualizações 27 comentários

Por Meu Timão

Sergio Díaz entrou em campo pelo Corinthians apenas quatro vezes

Sergio Díaz entrou em campo pelo Corinthians apenas quatro vezes

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Fora dos planos do Corinthians, o atacante Sergio Díaz retornou ao Cerro Porteño, clube que o revelou. Para seu novo técnico, Sergio precisa de um momento para se consolidar e se recuperar das lesões já sofridas.

O atacante deixou o clube paraguaio por empréstimo em 2006 para atuar no time B do Real Madrid. Em 2018 chegou como reforço para o Corinthians após uma temporada no Lugo, da Espanha, mas recentemente deixou o Brasil para voltar ao Paraguai por não fazer parte dos planos de Carille.

Para Miguel Ángel Russo, treinador do Cerro Porteño, ir para a Europa muitas vezes é um complicador para um atleta que atua pelo Sub-19, como era o caso de Díaz.

“Quando vão para a Europa, eu quero que se vão por 10 anos, e não para voltar em seguida. Mas há clubes, representantes, dinheiro no meio, que transformam tudo em outra coisa”, explicou.

Por conta dos times pelo quais passou, o ex-corinthiano ganhou grande visibilidade, mas o treinador garantiu que isso não será motivo para um tratamento diferenciado.

“Conheço ele. Falei com Santiago Solari (treinador de Díaz no Real Madrid Castilla), e é um daqueles meninos que no começo acontece tudo, mas depois não acontece nada. É o caso dele e de Josué Colmán. O sub-19 os afeta de uma maneira que não estão preparados; têm uma estrela efêmera, algo que passa, e manter-se bem com o tempo é o que importa nesta profissão”, analisou o treinador.

Um dos dos motivos para a tardia estreia de Díaz no Corinthians foi uma lesão sofrida pelo atleta. Após um longo tempo de recuperação, Díaz entrou em campo quatro vezes pelo Timão.

E as lesões podem atrapalhar o jogador em seu novo clube mais uma vez. De acordo com Russo, os casos de lesão exigem mais tempo e atenção e não são fáceis de serem tratados.

“Sérgio está sendo considerado, mas também não espero nada especial ou distinto dele, e sim que cumpra o que pedimos. Não vamos o apressar; o levaremos com calma. Nesses casos de lesões ou situações complicadas, encontrar o nível com o qual apareceu não é tão simples”, afirmou o treinador e acrescentou:

“Que faça o que tiver que fazer. Condições para isso ele tem, e nada mais”

No Corinthians, Díaz disputou dois jogos pelo Brasileiro (2018), um pela Copa do Brasil (2019) e um pela Sul-Americana (2019).

Veja mais em: Sergio Díaz.

Veja Mais:

  • Renato Augusto fez uma pintura contra o Grêmio

    Renato Augusto faz golaço, Corinthians busca o empate e deixa Grêmio mais perto da Série B

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo definem o campeão paulista na próxima quarta-feira

    Saiba como garantir ingressos para a final entre Corinthians e São Paulo no Paulistão Feminino

    ver detalhes
  • Willian foi eleito o melhor em campo pela Fiel

    Meia 'se salva' em tarde ruim do Corinthians e é o melhor da partida; Sylvinho volta a ser o pior

    ver detalhes
  • Róger Guedes durante o empate com o Grêmio, que garantiu a vaga direta na Libetadores 2022

    Corinthians garante vaga na fase de grupos da Libertadores mesmo com empate; veja tabela

    ver detalhes
  • Renato Augusto marcou o gol de empate do Corinthians e foi um dos poucos  que "se salvou"  na opinião da Fiel

    Substituições inesperadas e críticas a Sylvinho marcam empate entre Corinthians e Grêmio

    ver detalhes
  • Sylvinho deu suas impressões sobre o empate contra o Grêmio

    Sylvinho fala em jogo difícil e explica substituições no empate contra o Grêmio

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x