Campeã em 2017, Pardal valoriza atual edição da Libertadores, mas vê Corinthians em 'grupo da morte'

1.1 mil visualizações 12 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Pardal reforçou o alto nível técnico do Grupo C da Libertadores Feminina

Pardal reforçou o alto nível técnico do Grupo C da Libertadores Feminina

Bruno Teixeira/ Ag. Corinthians

O time feminino do Corinthians já está na reta final de preparação para a Copa Libertadores, que será realizada em Quito, no Equador, entre os dias 11 e 27 de outubro. Campeã em 2017 com a equipe do Parque São Jorge, a zagueira Pardal garantiu que há uma competitividade maior nesta atual edição e admitiu que o Timão caiu em um dos grupos mais difíceis do torneio.

"Acho essa Libertadores mais difícil que a de 2017. Também acho nosso grupo o mais forte da competição, juntamente com o Grupo A. A Ferroviária pegou uma babinha e caiu num grupo mais fraco tecnicamente, mas claro que cada jogo é um jogo. Nosso grupo e o do Colo-Colo são os mais fortes, com as equipes mais fortes. Vai ser bem mais disputado que 2017", resumiu em entrevista à Conmebol - veja abaixo.

Leia também:
Conmebol 'tranquiliza' Corinthians e demais clubes da Libertadores Feminina por crise no Equador
Com gol de corinthiana, Seleção Feminina bate a Polônia em amistoso; três alvinegras foram titulares

Cabeça de chave do Grupo C, o Corinthians estreia contra o Club Ñañas (Equador), no próximo dia 12. Em seguida, as alvinegras enfrentam o América de Cali (Colômbia), no dia 15, e finalizam a primeira fase contra o Libertad Limpeño (Paraguai), em 18 de outubro - todos os jogos serão realizados às 19h (horário de Brasília).

A Libertadores, cabe destacar, conta com 16 times divididos em quatro grupos. Depois dos três jogos pela fase inicial, as duas melhores equipes de cada chave avançam para a fase de mata-mata do torneio.

Vale lembrar que Pardal chegou ao Corinthians em 2016, na temporada de reativação da equipe feminina, ainda em parceria com o Osasco Audax. A defensora conquistou os títulos da Copa do Brasil (2016), da Libertadores (2017) e do Campeonato Brasileiro (2018) com o manto alvinegro.

Confira a entrevista da zagueira Pardal na íntegra

Veja mais em: Corinthians feminino.

Veja Mais:

  • Volante ao lado do idoso atropelado e de sua família

    Ralf transfere vítima de acidente de hospital e faz visita nessa segunda-feira

    ver detalhes
  • Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carilleneto

    Neto acusa elenco corinthiano de tentar derrubar Carille, detona jogadores e faz apelo ao técnico

    ver detalhes
  • Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no seu trabalho

    [Mayara Munhoz] Imagina como seria se você tivesse Fábio Carille como seu chefe no trabalho

    ver detalhes
  • Declarações de Carille não estão sendo bem recebidas pelo ambiente do Corinthians

    Declarações de Carille são vistas como 'desnecessárias' e incomodam ambiente no Corinthians

    ver detalhes
  • Ramiro foi disparado o corinthiano que mais falou e gesticulou no treino desta segunda

    Janderson e Régis goleadores, Ramiro líder: reservas treinam forte por reabilitação no Corinthians

    ver detalhes
  • Ralf foi único jogador entre aqueles hoje considerados titulares que treinou com bola nesta segunda

    Sem punição, Ralf volta ao Corinthians e deve ser opção para Carille quarta-feira

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: