Corinthians perde força nos dois últimos quartos e fica com o vice do Paulista de Basquete

5.0 mil visualizações 48 comentários Comunicar erro

Corinthians não conseguiu forçar terceiro jogo final no torneio estadual

Corinthians não conseguiu forçar terceiro jogo final no torneio estadual

Divulgação/Corinthians

Franca Basquete 88 X 67 Corinthians

Paulista de Basquete 2019
17 de outubro de 2019, 21:00
Franca Basquete 88 x 67 Corinthians
Pedrocão

Depois de perder o primeiro confronto no Ginásio Wlamir Marques, o Corinthians foi ao Ginásio Pedrocão para tentar forçar um terceiro jogo da final do Paulistão, contra o Franca. Para a tristeza da Fiel, no entanto, a equipe alvinegra não conseguiu se impor e ficou com o vice-campeonato.

Após manter bom ritmo e equilíbrio nos dois primeiros períodos, o Timão perdeu ritmo nos 20 minutos finais e acabou derrotado por 88 a 67, colocando um ponto final em sua campanha no torneio estadual.

Agenda - Com o Paulistão para trás, o Corinthians volta suas atenções para o NBB. E neste sábado, a equipe volta a encarar o Franca, às 12h50, no Ginásio Wlamir Marques.

Os escolhidos

Com todo seu elenco à disposição, Bruno Savignani começou a partida com o time que vem jogando os últimos jogos da equipe alvinegra. A equipe foi à quadra formada por Nesbitt, Fuller, Johnson, Fischer e Robinson.

O jogo

Interessado em vencer fora de casa para manter-se vivo na luta pelo título, o Corinthians começou bem. Bastante eficiente no ataque, a equipe alvinegra se impôs e saiu na frente. Junto do bom aproveitamento na frente, o Timão se manteve seguro atrás, impedindo a reação do time da casa.

Em pouco tempo de jogo, os comandados de Bruno Savignani abriram 10 a 6. O ex-Corinthians Nano Parodi, porém, fez uma bela cesta de três e botou os mandantes no jogo. Depois disso, o Franca passou a controlar as ações da final.

Com muitos erros alvinegros, a equipe da casa virou o jogo para 12 a 11. Rapidamente, porém, o Timão ameaçou uma reação e se colocou a frente novamente, mas acabou errando mais arremessos e terminou o primeiro quarto perdendo por 16 a 13.

O segundo quarto começou lá e cá. Rodando os nomes em quadra, as duas equipes mantiveram o nível e seguiram trocando pontos. Do lado do Franca, alguns erros atrapalharam os ataques, mas o Timão acabou não aproveitando a chance de virar a partida.

Aos cinco minutos, porém, o Corinthians engrenou boas jogadas e se colocou a frente, colocando 21 a 20 no placar. Visivelmente nervoso, no entanto, o time desperdiçou boas oportunidades para ampliar a vantagem.

Com o correr do relógio, o ritmo aumentou e os pontos continuaram saindo dos dois lados, em uma trocação justa e constante de ataque e defesa. Nos últimos dois minutos, o Timão voltou a errar muito, mas se defendeu bem para evitar uma arrancada adversária.

Quando o Corinthians parecia que iria vencendo para o intervalo, Franca acertou uma bola de três e fechou o segundo quarto na frente - 34 a 33 para os mandantes.

E o equilíbrio que se via antes da ida para os vestiários desapareceu nos primeiros minutos do terceiro quarto. Bastante desligado, o Timão foi dominado e viu o time da casa marcar 13 pontos em apenas quatro minutos.

Restando dois minutos para o fim do quarto, a vantagem do Franca já era de 12 pontos, dificultando a vida do Corinthians, que passou a arriscar muitas bolas de três e errou a maioria das tentativas. Ao fim do período, o placar marcava 64 a 46.

Com a grande desvantagem, o Timão voltou para o último quarto ainda mais nervoso e continuou errando muito. Do outro lado, o time da casa trabalhou bem a bola e seguiu pontuando, deixando o título cada vez mais perto.

O drama alvinegro continuou. Tentando de todos os jeitos, a bola insistiu em não cair e a vantagem do adversário só aumento, chegando aos 20 pontos a poucos minutos do fim.

Mesmo sem se entregar, o Corinthians não conseguiu reagir e viu o relógio correr até o adversário confirmar o título estadual. Vice-campeonato para o Timão e foco total no NBB e na Liga Sul-Americana.

Veja mais em: Basquete.

Quem Atuou

Jogadores

  • Tracy Terrell Robinson

    >Craque da partida

    Tracy Robinson

    nota média: 7.6

    5 votos

    Pontos: 17
    Rebotes: 3
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 28m47s

  • David Ahmad Nesbitt

    Nesbitt

    nota média: 7.2

    5 votos

    Pontos: 7
    Rebotes: 9
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 26m03s

  • Ricardo Fischer

    Ricardo Fischer

    nota média: 7.0

    5 votos

    Pontos: 8
    Rebotes: 4
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 24m09s

  • Kyle Alejandro Fuller

    Fuller

    nota média: 6.0

    5 votos

    Pontos: 4
    Rebotes: 0
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 21m30s

  • Humberto Luis Gomes da Silva

    Humberto

    nota média: 6.6

    5 votos

    Pontos: 11
    Rebotes: 2
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 19m16s

  • Felipe André Vezaro

    Felipe Vezaro

    nota média: 6.0

    5 votos

    Pontos: 3
    Rebotes: 2
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 18m00s

  • Wesley de Castro Ferreira

    Wesley

    nota média: 6.0

    5 votos

    Pontos: 3
    Rebotes: 5
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 17m57s

  • Arthur Pecos Fernandes da Silva

    Arthur Pecos

    nota média: 5.8

    5 votos

    Pontos: 5
    Rebotes: 0
    Assistências: 1
    Tempo em quadra: 15m51s

  • Anthony Laveal Johnson

    Anthony Johnson

    nota média: 6.8

    5 votos

    Pontos: 6
    Rebotes: 3
    Assistências: 2
    Tempo em quadra: 14m20s

  • Guilherme Frantz Teichmann

    Teichmann

    nota média: 5.0

    5 votos

    Pontos: 0
    Rebotes: 1
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 9m17s

  • Daniel Von Haydin

    Daniel Von Haydin

    nota média: 5.4

    5 votos

    Pontos: 3
    Rebotes: 1
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 2m25s

  • Douglas dos Santos Silva

    Douglas Santos

    nota média: 4.6

    5 votos

    Pontos: 0
    Rebotes: 1
    Assistências: 0
    Tempo em quadra: 2m25s

Técnico

Comente a notícia: