Urso afirma que Coelho 'despertou' o Corinthians e projeta Dérbi acima das expectativas

1.1 mil visualizações 22 comentários Comunicar erro

Por Meu Timão

Urso no vestiário da Arena Corinthians antes do duelo contra o Fortaleza

Urso no vestiário da Arena Corinthians antes do duelo contra o Fortaleza

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

O volante Júnior Urso deve ser titular no clássico deste sábado entre Corinthians e Palmeiras, às 19h, no Pacaembu. Esse será o segundo Dérbi do jogador, que projetou o duelo e a recuperação da equipe alvinegra no campeonato.

Não é novidade entre os torcedores corinthianos que Júnior Urso, além de vestir o manto alvinegro, também torce para o time do Parque São Jorge. Assim, em entrevista o GloboEsporte.com, o atleta elegeu um Dérbi que o marcou como torcedor e falou sobre suas expectativas para o clássico.

"Vários Dérbis ficaram gravados na minha memória. Mas inesquecível mesmo foi o Dérbi em que o Capetinha petecou a bola. Fica na cabeça de todos nós. Espero que o deste sábado se torne inesquecível, também. Que a gente supere todas as expectativas. Que seja um futebol agradável, uma guerra em prol da bola. Que o Corinthians consiga essa vitória. Importante para nós, dar confiança para o grupo e alegria para a Fiel torcida" disse o jogador.

Na última quarta-feira, Júnior Urso foi um dos responsáveis pela alegria da torcida corinthiana. Autor de um dos gols alvinegros na vitória por 3 a 2 diante do Fortaleza, o corinthiano admitiu ter gostado do estilo de jogo do treinador interino Dyego Coelho.

"Adorei, adorei a forma como (Dyego) Coelho (técnico interino) conduz. Sou grato ao (Fábio) Carille, é um dos principais motivos de eu estar no Corinthians hoje, mas me agradou a postura, jeito de motivar a gente do Dyego. Faltava alguém para nos acender, despertar a gente. Estamos no Corinthians e se não for assim não vai acontecer. Conseguimos fazer uma partida com a cara do Corinthians", avaliou.

Coelho deixou a equipe Sub-20 do Corinthians para assumir o time profissional depois da demissão de Fábio Carille até o final da temporada. O técnico alvinegro vinha tendo desentendimentos com os jogadores e não conseguia fazer com que o time tivesse boas atuações em campo.

"Nosso time teve uma queda de rendimento, infelizmente. Não vínhamos fazendo grandes partidas. Mas acho que o time caiu de produção numa maneira geral. Querendo ou não, algumas coisas chegam até nós: redes sociais, internet... Todo mundo acha que pode ser portador de notícia. Muita gente critica um ou outro. Não sei se é porque sou novo no clube, mas acho que esse peso deve ser dividido com todos. Não quero o mal dos meus amigos, mas acho que, de forma geral, o Corinthians caiu e, muitas vezes, pesou em cima de mim a crítica", contou e logo depois concluiu

"Eu estava trabalhando para que pudesse ser o jogador que o torcedor espera, que agrada aos olhos para que eu pudesse tirar isso dentro de mim. Estava sentindo um peso a mais. Trabalho muito e quando sofro essas críticas sigo trabalhando, mas fico com isso nas costas e é chato. Era o que eu estava sentindo. Acho importante nós todos nos abraçarmos e sabermos que o Corinthians é um só. Se ganha, ganham todos. Se perde, também."

O camisa 11 do Timão foi um dos jogadores que admitiu incômodo com as declarações de Carille, e avaliou as atuações da equipe durante o jejum de vitórias, que não mudou de postura dentro de campo.

"Acho que demorou um pouco, sim (para mudar de postura), principalmente no jejum. Éramos pouco efetivos no ataque, pouco agressivos. Até a nossa defesa, uma das melhores da competição até então, tomou gols. É aquela história: vão atacar, a gente não oferece perigo, uma hora eles vão fazer os gols. Acho que é ter o espírito dessa última vitória: ser mais agressivo", analisou o corinthiano.

Veja mais em: Júnior Urso, Dérbi e Campeonato Brasileiro.

Veja Mais:

  • Corinthians ainda não sabe se disputa Libertadores ou Sul-Americana em 2020

    G4, 5, 6, 7 ou 8: entenda as três situações possíveis para o Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Meia é o principal jogador do Corinthians na temporada

    Importância de Pedrinho no Corinthians assusta: time ainda não venceu sem o meia no Brasileiro

    ver detalhes
  • Pela segunda rodada seguida, Timão vai jogar mais tarde do que o previsto

    CBF altera horário de próximo jogo do Corinthians no Brasileirão

    ver detalhes
  • Guilherme Mantuan e João Victor devem ser liberados nos próximos dias; Oeste e Inter de Limeira disputam a dupla

    Diretoria do Corinthians antecipa 2020 e dupla fica perto de ser emprestada

    ver detalhes
  • Corinthians estuda a situação de Sidcley desde o mês passado

    Alvo do Corinthians para a próxima temporada negocia com clube de Portugal

    ver detalhes
  • Matheus Alexandre, de 20 anos, foi contratado em abril e seguiu na Ponte Preta

    Sete dos 25 emprestados pelo Corinthians têm mais chance de trabalhar com Tiago Nunes em 2020

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: