Meia do Corinthians admite cansaço e cobra equilíbrio para equipe manter regularidade

2.4 mil visualizações 30 comentários

Por Meu Timão

Ramiro é o mais regular do Corinthians neste início de trabalho de Tiago Nunes, com quatro bons jogos e dois gols

Ramiro é o mais regular do Corinthians neste início de trabalho de Tiago Nunes, com quatro bons jogos e dois gols

Daniel Augusto Jr. / Agência Corinthians

Ramiro é o jogador mais regular nesse início de trabalho de Tiago Nunes no Corinthians. New York City, Atlético Nacional, Botafogo-SP e Mirassol... quatro jogos, quatro apresentações em bom nível e, de quebra, dois gols marcados.

Mas, na visão do camisa 28 do Timão, tudo ainda é muito precoce. Tanto elogios quanto as críticas. Após o empate em Mirassol na noite deste domingo, o meia pediu calma nas análises negativas pelos dois pontos perdidos no interior paulista, assim como foi o inverso na estreia diante do Botafogo-SP.

"A gente sabia que ia oscilar, né? Principalmente nesse início de trabalho, que é muito cedo ainda. A gente tem 20, 20 e poucos dias de preparação. Fizemos bons jogos, mas as derrotas virão em determinados momentos. Então, a gente tem que ter a cabeça fria. O professor comentou no vestiário: 'Quando a gente ganha, a gente não é o melhor time, e quando a gente não joga bem, também não é o pior'. Tem de encontrar um equilíbrio, encontrar um meio termo, nos desafiarmos para tentar oscilar o menos possível, manter a regularidade e fazer bons jogos", afirmou Ramiro.

Leia também:
Cássio destoa e é o melhor do Corinthians em noite de avaliações baixas; zagueiro pior
Tiago Nunes vê Corinthians em 'processo natural de evolução' e diz que vai tirar lições
Camacho reconhece má atuação do Corinthians, mas projeta melhora

O meia marcou seu segundo pelo Corinthians. O segundo em apenas quatro jogos sob o comando de Tiago Nunes - foram 35 jogos em branco com Fábio Carille e a mesma situação nos quatro jogos com Coelho. Ramiro, então, comentou a "fase artilheira" pelo Timão.

"A gente tem total liberdade, vem trabalhando isso. O Tiago tem pedido muito isso, pra gente não guardar setor quando a gente tem a bola, de fazer bastante infiltração, quando o Mauro vem com a bola no pé. Então eu venho procurando fazer minha parte. Feliz com os gols, mas, como já falei anteriormente, trocaria o gol por uma vitória", lembrou Ramiro, que dedicou mais um gol ao filho Romeu.

"Um momento especial, né? Lá na Flórida, como fazia bastante tempo que eu não fazia gol, esqueci de comemorar para o meu filho", revelou o jogador que, desta vez, fez questão de comemorar em homenagem ao filho que nascerá em cerca de dois meses.

E o cansaço?

Ramiro ainda comentou ainda sobre a queda física do Corinthians em Mirassol.

"Defender é mais fácil, sem dúvida. A parte da criação ela é mais complexa, mais difícil e exige muito mais treinamento... ainda é muito cedo, 20 dias de trabalho, posso falar por mim, que hoje, cansei mais do que o jogo passado, mais que o normal. Além de que, a gente ficou hoje mais tempo sem a bola e isso, com certeza, desgasta bastante, mas a tendência é que, fisicamente, a gente vá melhorando no decorrer dos jogos", garantiu o meia, que completou:

"Eu senti bastante nesses dois dias de recuperação, no intervalo entre um jogo e outro, a gente sabe que isso judia um pouco do jogador. Mas a gente tem que estar preparado. Não tem desculpa, até porque eles também jogaram na quinta-feira... É assumir os nossos erros e procurar evoluir para as próximas partidas", ponderou.

Veja mais em: Ramiro e Campeonato Paulista.

Veja Mais:

  • Parceria entre Corinthians e IBM foi anunciada no final de 2018

    Corinthians e IBM entram em rota de colisão e site do Fiel Torcedor sai do ar

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de próximo compromisso pelo Paulistão

    Corinthians conhece horário de duelo decisivo contra a Inter de Limeira; jogo vai para a TV aberta

    ver detalhes
  • Mandaca foi um dos destaques de Corinthians x Novorizontino

    Mandaca em destaque e discurso de Flávio de Oliveira: veja os bastidores da vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruna e Rafael se conheceram no Parque São Jorge, quando o goleiro fez parte das categorias de base durante os anos de 2010 e 2011

    Rival do Corinthians, goleiro da Inter de Limeira é casado com funcionária da Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Matheus Alexandre, lateral-direito, de 22 anos, e Thiaguinho, volante, de 24 anos; dupla tem contrato com o Corinthians e não poderá atuar nesta terça=feira

    Corinthians veta participação de dupla da Inter de Limeira; rival tem quatro ex-atletas do clube

    ver detalhes
  • Timão terá sequência dura de jogos pela frente

    Corinthians pode ter até três duelos decisivos na semana; veja programação completa

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x