Paulinha comenta Dérbi em estreia do Brasileirão e crescimento do futebol feminino no país

1.2 mil visualizações 18 comentários

Por Meu Timão

Lateral-direita Paulinha vê queda no preconceito contra futebol feminino

Lateral-direita Paulinha vê queda no preconceito contra futebol feminino

Bruno Teixeira/Ag. Corinthians

O Corinthians faz sua estreia no Campeonato Brasileiro Feminino no domingo. A primeira partida da temporada é marcada por ser um clássico. O Timão enfrenta o rival Palmeiras, às 14h, em Vinhedo. Paulinha, lateral-direita da equipe alvinegra, falou sobre o duelo e garantiu que as corinthianas entrarão em campo sem dar moleza para as adversárias.

"É um Dérbi, vai ser um jogo bem complicado, né? A gente sabe que o Palmeiras vem bem forte, fizeram um belo campeonato no ano passado e a gente sabe que um jogo de clássico não tem como dar moleza. Tem que entrar duro, entrar firme e sair com a vitória mesmo fora de casa", disse a corinthiana em entrevista à Record News.

Ao ser questionada sobre a presença de espectadores no futebol feminino, Paulinha relembrou a final do Campeonato Paulista de 2019. Na ocasião, o Corinthians enfrentou o São Paulo e levou mais de 30 mil torcedores à Arena Corinthians, batendo o recorde de público da modalidade no Brasil.

"Ano passado nós fizemos uma final na Arena Corinthians em que colocamos 30 mil pessoas. Foi a final do Campeonato Paulista contra o São Paulo. Foi um jogo bem bacana e foi um grande público. Mas, geralmente, não tem. São algumas pessoas e, raramente, o estádio lota", explicou Paulinha.

Leia também:
Corinthians anuncia Banco BMG como patrocinador máster do time feminino
Pré-temporada, favoritismo e Dérbi: Érika fala ao Meu Timão antes da estreia do Corinthians em 2020

A lateral corinthiana também aproveitou para falar da crescente da modalidade na mídia brasileira e disse acreditar que o futebol feminino alcançará ainda mais pessoas no futuro.

"Eu acho que poderia dar um pouco mais, né? A modalidade vem crescendo, vem evoluindo aos pouquinhos, né. A imprensa, a mídia, vem buscando esse apoio, esse espaço pra gente, mas eu acho que pode sim melhorar. E eu tenho certeza que, daqui pra frente, o futebol feminino vai crescer mais ainda", disse.

Paulinha ainda explicou que o Brasil tem dado grandes passos ao investir no futebol feminino. A atleta inclusive revelou que, atualmente, a Europa não tem um diferencial muito grande, como no masculino, e que poucos lugares conseguem competir com as equipes brasileiras.

"Eu acho que hoje, a Europa pra gente, não tem feito grande diferença. O Brasil tem evoluído bastante. Hoje nós temos times de camisa, como o Palmeiras, o São Paulo, o Santos, o Flamengo, que tá montando um time bem competitivo também. Então pra gente sair para ir para a Europa tem que valer muito a pena", esclareceu.

"Hoje o futebol feminino tem um grande crescimento na Ásia, então os times estão pagando muito, muito bem. Então para ir pra lá, tem que pagar dez vezes mais do que a gente ganha aqui", completou.

O Corinthians estreia no domingo no Brasileirão Feminino. O Timão entra em campo às 14h, contra o Palmeiras - os torcedores que forem à Itaquera, poderão acompanhar o clássico feminino nos telões da Arena antes da partida contra a Inter de Limeira, pelo Paulistão.

Veja mais em: Paulinha e Corinthians feminino.

Veja Mais:

  • Parceria entre Corinthians e IBM foi anunciada no final de 2018

    Corinthians e IBM entram em rota de colisão e site do Fiel Torcedor sai do ar

    ver detalhes
  • Corinthians conheceu detalhes de próximo compromisso pelo Paulistão

    Corinthians conhece horário de duelo decisivo contra a Inter de Limeira; jogo vai para a TV aberta

    ver detalhes
  • Mandaca foi um dos destaques de Corinthians x Novorizontino

    Mandaca em destaque e discurso de Flávio de Oliveira: veja os bastidores da vitória do Corinthians

    ver detalhes
  • Bruna e Rafael se conheceram no Parque São Jorge, quando o goleiro fez parte das categorias de base durante os anos de 2010 e 2011

    Rival do Corinthians, goleiro da Inter de Limeira é casado com funcionária da Neo Química Arena

    ver detalhes
  • Matheus Alexandre, lateral-direito, de 22 anos, e Thiaguinho, volante, de 24 anos; dupla tem contrato com o Corinthians e não poderá atuar nesta terça=feira

    Corinthians veta participação de dupla da Inter de Limeira; rival tem quatro ex-atletas do clube

    ver detalhes
  • Timão terá sequência dura de jogos pela frente

    Corinthians pode ter até três duelos decisivos na semana; veja programação completa

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x