Jô explica ao Meu Timão por que Boselli ainda não engrenou no Corinthians e dá dica para Tiago Nunes

46 mil visualizações 156 comentários Comunicar erro

Depois de um início de temporada animador, com gols, assistências e participações diretas em chances claras, o argentino Mauro Boselli pecou na pontaria em jogos decisivos e voltou a deixar uma pulga atrás da orelha do torcedor corinthiano.

Em meio a essa instabilidade, o Meu Timão conversou com o atacante Jô, que brilhou pelo Corinthians em 2017, para saber o que ainda falta para Boselli engrenar com a camisa alvinegra. E o ex-centroavante do clube admitiu que algumas características precisam mudar.

"É um atacante que eu gosto bastante. É um estilo de jogo bem diferente do meu. Eu saio mais da área, procuro rodar ali no setor ofensivo, cair na beirada e não fico muito tempo sem tocar na bola. Ele já é um cara que se posiciona bem dentro da área, procura estar bem próximo do gol para poder finalizar num toque. É um cara experiente, que já passou por diversas dificuldades", analisou.

"Dentro do Corinthians precisa mudar um pouco a característica. Precisa ser mais brigador, por incrível que apreça, algo que a torcida gostava de mim era que eu lutava o tempo todo. Tinha jogo que eu era o jogador que mais fazia falta, eu saltava, dava carrinho, pulava, me jogava... Dentro do Corinthians precisa mudar, mas não fugir muito do que você sabe fazer de melhor. Esse algo a mais, se ele procurar entender melhor isso, ser mais participativo, a torcida acaba levando mais em consideração. Precisa ajudar de outra forma, pode ser que ele ainda entenda isso e possa crescer. É um excelente jogador e goleador, tem totais condições de brilhar com a camisa do Corinthians", completou.

Leia também: Ao Meu Timão, Jô descarta jogar em rival e expõe desejo de retornar ao Corinthians: 'Prioridade'

Em seguida, ao ser questionado sobre baixo aproveitamento do ataque do Corinthians em 2020, Jô contou o quanto um segundo atacante pode facilitar o trabalho de um centroavante. Consequentemente, citou o nome de Vagner Love como uma solução para o setor.

"É uma responsabilidade do Tiago Nunes. Ter o Vagner Love como um jogador que sabe exercer a função de centroavante e de segundo atacante facilita o trabalho do centroavante. Você fica com alguém próximo, qualquer tabela bem feita você já está na cara do gol. Hoje em dia o futebol não utiliza mais um camisa 10, aquele clássico. São dois extremos e dois atacantes, ou é aquele 4-1-4-1 com dois volantes, exercendo a função de meia", disse.

"O Love faz essa função muito bem. Joguei com ele no CSKA, fizemos bastante esse revezamento, e deu muito bem. Vi que o Tiago Nunes usou esse esquema contra o Guaraní-PAR e estava indo muito bem até a expulsão do Pedrinho. Um atacante mais próximo do Boselli pode facilitar o trabalho dele, mas é uma decisão do treinador", concluiu.

Vinculado ao Nagoya Grampus, do Japão, até janeiro de 2021, Jô também admitiu que vê o Corinthians como prioridade num provável retorno ao futebol brasileiro. Ao Meu Timão, o jogador indicou que não deve seguir no futebol japonês.

Aniversariante do dia!

Nesta sexta-feira, o atacante Jô completa 33 anos de idade. Para celebrar a data, o Corinthians divulgou um vídeo nas redes sociais com momentos marcantes do atleta em sua segunda passagem pelo Timão. A publicação, inclusive, teve direito até a uma enquete:

Veja mais em: e Ex-jogadores do Corinthians.

Veja Mais:

  • Quatro dos 11 patrocinadores do uniforme do Corinthians paralisaram os pagamentos em meio ao coronavírus

    Corinthians vê quatro patrocinadores suspenderem pagamentos por conta do coronavírus

    ver detalhes
  • Multicampeão pela base do Corinthians, Osmar Loss volta ao clube em diferente função

    Osmar Loss avalia trabalho de Tiago Nunes e comenta críticas contra base do Corinthians

    ver detalhes
  • Maycon usou o CT para se recuperar de cirurgia

    Maycon agradece o Corinthians por tratamento de lesão grave no CT Joaquim Grava

    ver detalhes
  • Malcom chegou ao Zenit, da Rússia, em agosto de 2019

    Ex-Corinthians, Malcom relembra 'momento delicado' em 2019 e detalha adaptação ao Zenit, da Rússia

    ver detalhes
  • Parque São Jorge deve ser palco de mais uma reunião do conselho deliberativo para aprovação das contas; data, porém, segue uma incógnita

    Balanço de 2019 do Corinthians não será antecipado apesar de MP; conselho do clube é priorizado

    ver detalhes
  • Mauro Boselli é um dos destaques do Corinthians neste início de temporada

    Boselli comenta possível redução de salário em meio ao surto do coronavírus: 'O mais justo possível'

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: