Júlio César valoriza base do Corinthians e lista motivos de sua chegada ao profissional

1.0 mil visualizações 17 comentários

Por Meu Timão

Arqueiro chegou ao profissional após títulos na base do Corinthians

Arqueiro chegou ao profissional após títulos na base do Corinthians

Daniel Augusto Jr/Ag. Corinthians

Com 141 jogos e oito títulos conquistados, Júlio César está entre os jogadores mais vitoriosos da história do Corinthians. E essa bonita trajetória no clube fica ainda melhor pelo arqueiro ter começado nas categorias de base do Parque São Jorge. Atualmente no Red Bull Bragantino, ele lembra e valoriza os tempos de formação que viveu no Timão.

"A base do Corinthians foi fundamental. Cheguei em 2000 de um time pequeno e comecei a ter realmente um treinador de goleiro. Ali começou minha formação técnica. Tive momentos muito bons e muito difíceis, porque sempre que você troca de categoria não sabe o que vai acontecer. São tempos de incerteza, mas tive bons profissionais para me lapidar e graças a Deus consegui vencer", pontuou, em entrevista ao GloboEsporte.com.

Leia também:
Duílio diz que Corinthians 'pensa grande' e fala sobre nomes especulados como reforços
Empresário de Pedrinho detalha possibilidade de adiar saída do Corinthians

Como a base costuma ter poucas chances no Corinthians, Júlio César acaba sendo uma exceção. Questionado sobre os motivos para conseguir chegar ao time principal, o arqueiro valorizou seu trabalho e competência, mas destacou a necessidade de um momento favorável para se destacar.

"Acho que o principal é força de vontade, você não desistir jamais. Eu sou um goleiro não muito alto. Por isso, sempre teve um pé atrás das pessoas, mas isso nunca me freou. Um ponto positivo é sempre buscar a perfeição. É uma perfeição que não existe, mas eu sempre busquei isso na minha carreira. Tem a sua qualidade, técnica, tudo, mas os momentos ajudam", explicou.

"Quando eu fui titular na Copinha de 2004, o Corinthians vinha de três anos eliminado na primeira fase. Eu dei a sorte de estar em um grupo que conseguiu ser bicampeão. Ajuda a sua ascensão ao profissional, onde consegui estrear e estrear bem. Então é um conjunto da qualidade técnica e do momento certo", concluiu.

Júlio César, vale lembrar, deixou o Corinthians em 2014, com os seguintes títulos: dois Brasileiros (2005 e 2011), um Brasileiro da Série B (2008), dois Paulistas (2009 e 2013), uma Libertadores da América (2012), um Mundial de Clubes (2012) e uma Recopa Sul-Americana (2013). Antes de acertar com o Red Bull, defendeu as cores dos pernambucanos Náutico e Santa Cruz.

Veja mais em: Ex-jogadores do Corinthians e Base do Corinthians.

Veja Mais:

  • Dyego Coelho já usou 22 dos 35 jogadores disponíveis no elenco principal do Corinthians

    Coelho já usou quase 65% do elenco do Corinthians em dois jogos no comando da equipe; veja um a um

    ver detalhes
  • Dyego Coelho comandou treino tático neste domingo no CT Joaquim Grava

    Corinthians faz treino tático e segue preparação para enfrentar o Sport; veja possível escalação

    ver detalhes
  • Corinthians somou três pontos na rodada, contra o Bahia

    Rodada chega ao fim e Corinthians perde posições na segunda parte da tabela; veja classificação

    ver detalhes
  • Victor Cantillo não consegue engatar boa sequência pelo Corinthians

    Corinthians faz mais gols e vê aproveitamento melhorar sem Cantillo

    ver detalhes
  • Nathan ficará no futebol europeu por uma temporada. Depois, retorna para o Parque São Jorge.

    Corinthiano Nathan é anunciado como reforço do Racing Ferrol, clube da terceira divisão da Espanha

    ver detalhes
  • Torcida do Corinthians não assiste à uma partida em Itaquera desde fevereiro

    Maioria da torcida apoia decisão do Corinthians em não jogar o Brasileirão; veja enquete

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: