Romeu Tuma Júnior desiste de concorrer à presidência do Conselho Deliberativo do Corinthians

16 mil visualizações 88 comentários

Por Giovana Duarte e Rodrigo Vessoni

Romeu Tuma Júnior foi candidato à presidência do Corinthians em 2018; ex-delegado desistiu de disputar presidência do Conselho do clube

Romeu Tuma Júnior foi candidato à presidência do Corinthians em 2018; ex-delegado desistiu de disputar presidência do Conselho do clube

Larissa Lima/Meu Timão

Romeu Tuma Júnior era uma dos principais nomes cotados pela oposição e situação para alçar a presidência do Conselho Deliberativo do Corinthians. Contudo, o ex-delegado desistiu de disputar o cargo.

O principal motivo para a desistência de Tuma seria a racha entre os grupos políticos do clube. Sendo assim, o clima nos bastidores do Parque São Jorge voltou a ser mais tenso. Romeu Tuma Júnior divulgou uma carta aos conselheiros explicando o motivo de sua desistência.

A reportagem do Meu Timão teve acesso ao texto, enviado aos conselheiros nesta quarta-feira. Além de anunciar o abandono da disputa, Tuma expressou descontentamento com o clima que cerca o Parque São Jorge.

"Infelizmente algumas poucas lideranças entendem que deve haver enfrentamento. Acredito até que possa ter os votos necessários para vencer, mas não tenho a vocação de ser desleal com os princípios éticos e morais que me conduziram até aqui. Não sou Homem de romper compromissos nem faltar com a palavra, lamento pelos diferentes", escreveu.

"O Corinthians não merece isso e eu não me prestarei a ser um novo protagonista de uma disputa insana que leve o Clube e seu órgão representativo dos associados ao pugilato de recorrentes disputas que nos apequenam como Instituição", prosseguiu.

"Assim, não vou ser instrumento de disputas internas de quem perdeu espaço, nem de pseudo segundo turno de eleição já acabada, até porque não tenho nenhuma relação com as causas e efeitos dessas desavenças. Ademais, problemas internos da Diretoria e/ou mágoas eleitorais não dizem respeito ao Conselho. As pessoas precisam entender que o Corinthians está acima de interesses pessoais e de que não há mais espaço para intransigências sem princípios", finalizou Romeu Tuma Júnior.

Vale ressaltar que as chapas que têm a intenção de concorrer à presidência do Conselho precisão ser registradas até esta quinta-feira. O grupo de situação pode ter Alexandre Husni e André Negão como candidatos a presidente e vice, respectivamente. Por outro lado, Augusto Melo, um dos candidatos à presidência do clube na última eleição, tenta se estruturar para que Romeu Tuma Júnior não desista da candidatura.

Confira na íntegra a carta de Romeu Tuma Júnior

Prezados Amigos Nobres Conselheiros, boa tarde!

Quero agradecer de coração as inúmeras manifestações de vários dos senhores no sentido de que eu fosse candidato à presidência do nosso Egrégio Conselho Deliberativo. Muito me envaideceram, honraram e me encheram o coração de gratidão. Pude ter a certeza de que quando defendemos e lutamos pela integridade, imparcialidade, justiça e harmonia, estamos protegendo nossa Instituição Corinthians, sempre respeitando e preservando as legítimas e naturais divergências democráticas, pautadas nas ideias e no diálogo respeitoso.

Assim, entendi que poderia buscar à Presidência do CD imbuído do mesmo espírito pacificador e conciliador, respeitando todas as correntes, mas evitando novas fraturas.

Infelizmente algumas poucas lideranças entendem que deve haver enfrentamento. Acredito até que possa ter os votos necessários para vencer, mas não tenho a vocação de ser desleal com os princípios éticos e morais que me conduziram até aqui. Não sou Homem de romper compromissos nem faltar com a palavra, lamento pelos diferentes. Se preguei a pacificação não posso ir à guerra, agravada por armas desiguais. O Corinthians não merece isso e eu não me prestarei a ser um novo protagonista de uma disputa insana que leve o Clube e seu órgão representativo dos associados ao pugilato de recorrentes disputas que nos apequenam como Instituição.

Gostaria de acrescentar a capacidade de “conciliador” ao meu legado, mas em não sendo possível neste momento, deixo a disputa para aqueles que lamentavelmente entendem que ainda devem sangrar nas alamedas do nosso amado PSJ. A história e o tempo nos julgarão.

É de fácil constatação que no mundo, e no Corinthians não é diferente, infelizmente, existem pessoas que só sobrevivem de enfrentamentos, de cisões e divergências. Eu não me incluo nesse grupo pois me acostumei a dialogar e a ouvir o contraditório até por força da profissão que exerci por mais de 35 anos. Por isso não sou intransigente nem covarde. Não sou um ser humano que deixa amigos em situação constrangedora nem tampouco companheiros feridos pelo caminho. A vaidade não me corrói a alma.

Assim, não vou ser instrumento de disputas internas de quem perdeu espaço, nem de pseudo segundo turno de eleição já acabada, até porque não tenho nenhuma relação com as causas e efeitos dessas desavenças. Ademais, problemas internos da Diretoria e/ou mágoas eleitorais não dizem respeito ao Conselho. As pessoas precisam entender que o Corinthians está acima de interesses pessoais e de que não há mais espaço para intransigências sem princípios.

Enfim, estarei sempre à disposição de todos, especialmente daqueles que professam o que é justo e o que é certo, e mais uma vez agradeço de coração o carinho e o apoio que recebi nesses últimos tempos. Isso já faz de mim, intimamente, um feliz vitorioso!

Desejo de coração a todos, uma profícua e redentora gestão em todos os órgãos do nosso amado Clube e finalizo com um apelo: não percam a capacidade de se indignar e se insurgir contra qualquer tentativa de submissão ou desmoralização de seus mandados e do nosso Egrégio Conselho Deliberativo.

Para que nosso amado Corinthians possa evoluir e resolver seus problemas, que não são poucos nem pequenos, é preciso extirparmos o vírus da deslealdade e da traição do PSJ, independentemente de quem o alimenta.
Que Deus abençoe a todos e, que todos pensem mais nos interesses do Corinthians.

“Faci quod potui, faciant meliora potents" - Fiz o que pude, façam melhor os que puderem.

Veja mais em: Diretoria do Corinthians.

Veja Mais:

  • Cássio é um dos atletas que está na Argentina para enfrentar o Boca Juniors

    Corinthians chega na Argentina e tem 25 relacionados para decisão com o Boca Juniors; veja lista

    ver detalhes
  • Gustavo Mantuan e Du Queiroz estão na equipe titular testada pelo técnico Vítor Pereira nesta segunda-feira

    Corinthians tem novidades em último treino antes de viagem para a Argentina; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Cássio acredita em classificação do Corinthians às quartas de final da Libertadores 2022

    Cássio projeta ‘batalha’ contra o Boca Juniors e diz não ter dúvida em classificação do Corinthians

    ver detalhes
  • Alessandro levanta o troféu da Libertadores

    Corinthians campeão da Libertadores em fotos inesquecíveis; reveja imagens marcantes do título

    ver detalhes
  • Willian tenta se acostumar com as dores no ombro direito para tentar ajudar o Corinthians em campo

    Corinthians pode ter Willian em viagem à Argentina, mas presença em campo segue difícil

    ver detalhes
  • Corinthians conquistou a Libertadores 2012 de forma invicta

    Relembre a campanha do Corinthians na conquista invicta da Libertadores 2012; veja jogo a jogo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x