PM confirma chance de retorno de bandeiras e mastros nos estádios após reunião com organizadas

13 mil visualizações 103 comentários

Por Meu Timão

PM considera retorno do uso das bandeiras com mastros em jogos oficiais; material já foi usado em treinos abertos na Neo Química Arena

PM considera retorno do uso das bandeiras com mastros em jogos oficiais; material já foi usado em treinos abertos na Neo Química Arena

Daniel Augusto Jr. / Ag. Corinthians

A Ouvidoria da Polícia Militar confirmou a possibilidade das torcidas organizadas voltarem a utilizar bandeiras e mastros nos estádios de São Paulo. A informação foi divulgada pela BandNews FM.

Na última segunda-feira, 14 torcidas organizadas se reuniram com as autoridades responsáveis pelo diálogo com as agremiações para propor o retorno. Segundo o órgão, as torcidas sugeriram que as bandeiras e mastros fossem controlados com números de registros e fiquem guardados nos estádios.

O encontro ocorreu no auditório do COPOM e, conforme divulgado pela Gaviões da Fiel, recebeu o nome de "Dê uma chance à paz". As autoridades presentes foram: Comandante-Geral da Polícia Militar, Fernando de Alencar, Dr. Cláudio Latorraca da Comissão de Direitos Humanos da OAB, Dra. Maria Cristina Megid, diretora técnica do Centro da Vigilância Sanitária do Estado, Dr. Raul Godoy Neto, delegado de Polícia de Repressão aos Delitos de Intolerância Esportiva – DRADE e o Promotor de Justiça, Artur Lemos.

A Ouvidoria da PM afirmou, em nota, que considera que o retorno das bandeiras e mastros como "saudável e possível". Contudo, ressaltou que antes que o retorno aconteça, é preciso elaborar um protocolo à respeito. Assim, ainda não existe data prevista para o retorno.

Em 2017, um possível retorno chegou a ser estudado pelo promotor do Ministério Público, Paulo Castilho, que curiosamente era a favor da extinção das torcidas organizadas e da ausência de torcida visitante nos clássicos, mas as tratativas não avançaram.

Liberados em diversos estados brasileiros, as bandeiras com mastros foram proibidas em São Paulo há 25 anos como medida para combater a violência nos estádios - outra medida, recente, tomada em 2016, pelo mesmo motivo, foi a proibição de torcida visitante nos clássicos paulistas. O último clássico com presença da torcida visitante foi em abril de 2016, justamente em um Dérbi.

Veja mais em: Torcidas organizadas, Torcida do Corinthians e Neo Química Arena.

Veja Mais:

  • Pressão sobre Sylvinho cresceu depois da derrota do Corinthians para o São Paulo, na última segunda-feira

    Duilio banca permanência de Sylvinho mesmo em caso de derrota do Corinthians

    ver detalhes
  • Corinthians caiu para a sétima posição na tabela, mas terá confronto direto na próxima rodada

    Corinthians perde uma posição no Brasileirão após empate do Internacional; veja classificação

    ver detalhes
  • Camisa 11 do Corinthians esteve presente em todo o treinamento desta quinta-feira

    Corinthians tem volta de Renato Augusto e Giuliano em treino; veja provável escalação

    ver detalhes
  • Corinthians bateu a Ferroviária por 1 a 0 no jogo de ida da semifinal do Paulistão Feminino

    Corinthians explica motivo de mandar semifinal do Paulistão Feminino na Arena Barueri; veja nota

    ver detalhes
  • Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    [Andrew Sousa] Corinthians TV não pode ser palco de ofensas a Sylvinho e Cássio

    ver detalhes
  • Prefeitura de São Paulo cobra mais de R$ 15 milhões de IPTU do Corinthians referente aos anos de 2016 e 2017

    Corinthians tem pedido contra cobrança de R$15,4 milhões de IPTU negado pela Justiça

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x