Paulinho sai do banco de reservas por opção no Corinthians após 126 jogos; relembre

7.1 mil visualizações 29 comentários

Paulinho voltou a jogar pelo Corinthians entrando no segundo tempo

Paulinho voltou a jogar pelo Corinthians entrando no segundo tempo

Rodrigo Coca/Agência Corinthians

O volante Paulinho foi reserva do Corinthians por opção da comissão técnica pela primeira vez em 126 jogos, num período que se estende por quase 11 anos. Reforço do time para a temporada 2022, ele entrou apenas no segundo tempo do empate por 0 a 0 com a Ferroviária, na terça-feira, na Neo Química Arena.

"Ele oscilou muito em termos de jogos e treinamento na última temporada. Vamos levando daqui em diante", disse o técnico Sylvinho para justificar a escolha. A sensação de sair dos suplentes sem estar sendo poupado pela comissão o camisa 15 não tinha desde o dia 13 de fevereiro de 2011, em um duelo contra o Paulista de Jundiaí.

Em meio à reconstrução causada pela eliminação para o Tolima, Tite acionou o volante aos 24 minutos do segundo tempo para a vaga de Jucilei, à época o titular. O desempenho foi ruim: apenas 16 minutos em campo e um cartão vermelho direto - razoavelmente exagerado.

A única temporada em que foi majoritariamente reserva foi justamente em 2010, seu primeiro ano no clube. Contratado para a disputa do Campeonato Brasileiro e do mata-mata da Libertadores, Paulinho atuou em 28 oportunidades naquela ocasião, sendo reserva em 15 delas.

Já em 2011, com a saída de Elias, assumiu pela primeira vez uma dupla com Ralf na proteção da zaga, par que daria ao Timão muitas alegrias e praticamente todos os títulos disputados nos anos seguintes.

Naquele ano, no qual se consagrou como campeão brasileiro sob o comando de Tite, Paulinho fez 56 partidas pelo Corinthians, sendo reserva em apenas três delas - a última o já citado embate contra o Paulista.

Em 2012, o meio-campista foi reserva em um só jogo, o clássico contra o Santos, pelo Paulista. Na ocasião, Tite preferiu utilizar um time misto e poupou o volante, acionado apenas nos dez minutos finais da partida. Cenário parecido com o da vitória contra o União Barbarense, no Paulista de 2013.

Veja mais em: Paulinho e Retrospecto do Corinthians.

Veja Mais:

  • Nos últimos 630 minutos de bola rolando do Corinthians, Vítor Pereira utilizou Róger Guedes em apenas 27% do período

    Róger Guedes perde espaço com Vítor Pereira e atua apenas 27% dos minutos do Corinthians em maio

    ver detalhes
  • O Corinthians entra em campo nesta quinta-feira, contra o Always Ready, atrás de uma classificação para as oitavas de final da Libertadores

    Corinthians tem semana com jogo decisivo na Libertadores, Brasileiro, feminino, base e futsal; veja

    ver detalhes
  • Neo Química Arena bateu o recorde de público de 2022 neste domingo; valores arrecadados já ultrapassam o dobro de 2021

    Corinthians dobra bilheteria de toda a temporada 2021 em apenas quatro meses de 2022; veja valores

    ver detalhes
  • Corinthians e São Paulo ficaram no empate pelo Brasileirão

    Corinthians empata com o São Paulo na Neo Química Arena e mantém liderança do Brasileirão

    ver detalhes
  • Cássio foi eleito o melhor em campo no empate entre Corinthians e São Paulo

    Cássio é eleito o craque do empate entre Corinthians e São Paulo; meia é o pior em campo

    ver detalhes
  • Vítor Pereira concedeu entrevista coletiva e falou sobre Róger Guedes

    Vítor Pereira diz que Róger Guedes não está passando confiança nem nos treinos e pede mais empenho

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x