Presidente do Corinthians detalha saída de Jô e diz que 'não existiu uma rescisão amigável'

45 mil visualizações 184 comentários

Por Meu Timão

Jô foi responsável ao dar um ponto final à sua trajetória no Corinthians

Jô foi responsável ao dar um ponto final à sua trajetória no Corinthians

Rodrigo Coca / Agência Corinthians

O presidente Duilio Monteiro Alves comentou sobre a rescisão contratual do Corinthians com o atacante Jô, acertada na última quinta-feira. De acordo com o mandatário, não houve uma rescisão amigável e o jogador foi responsável ao dar um ponto final à sua trajetória no Parque São Jorge.

"O Jô é um cara sensacional, um cara que foi criado aqui, um cara que tem todo o nosso respeito e carinho, nos ajudou muito (...) Agora deixando muito claro o que aconteceu, o Jô sabe que ele tinha errado anteriormente, se comprometeu a não errar mais com a gente. Mas para sermos bem justos com o Jô, não existiu uma rescisão amigável. Na nota ficou muito claro que o Jô pediu demissão, ele sentiu que tinha errado e que estava prejudicando o Corinthians. Logo após o ocorrido, no dia seguinte, ele me passou uma mensagem pedindo para fazer a rescisão com o clube. Partiu dele, foi uma atitude de homem pensando no Corinthians", disse Duilio ao Podcast GE Corinthians.

O termo rescisão amigável foi utilizado pelo próprio atleta em sua primeira entrevista sobre o caso dada neste domingo. O jogador explicou que abriu mão dos meses restante de salário do seu contrato "por respeito à instituição Corinthians e a todos os profissionais. Abri mão por uma rescisão amigável".

Duilio ainda esclareceu as dívidas do Corinthians com o atacante. O presidente confirmou que Jô abriu mão dos salários que teria direito até o fim do seu contrato, em dezembro de 2023. O mandatário, no entanto, deixou claro que o clube alvinegro ainda terá que cumprir acordos pendentes do passado.

"O que sobrou em relação a pagamentos era o que estava devido antes da saída dele em 2017, tudo que existe de contrato hoje até o dia que ele trabalhou ele vai receber. Com a rescisão, ele abriu mão de tudo o que teria direito ao contrato. Não vou revelar valores, é uma coisa particular ao atleta, mas ele vai receber tudo o que existia de dívida com ele anterior ao dia que ele pediu a rescisão”, completou o mandatário corinthiano.

As dívidas do Corinthians com Jô estão relacionadas com as luvas de R$ 2,3 milhões estabelecidas na contratação do jogador, em 2020. O clube tinha ainda uma pendência com o atacante de 2017, diluída em cerca de R$ 150 mil por mês - o acordo determinava um prazo de janeiro de 2021 a dezembro de 2023.

Relembre o caso que levou a rescisão de Jô com o Timão

A rescisão contratual de Jô aconteceu após o jogador ser filmado em uma roda de samba na última terça-feira, no exato momento em que o Corinthians estava em campo contra o Cuiabá. Cortado da partida por causa de um trauma no pé esquerdo, ele foi filmado por uma pessoa durante o confronto do Timão.

No dia seguinte, o atleta se envolveu em mais uma polêmica, pois não compareceu ao CT Joaquim Grava para prestar esclarecimentos. O presidente Duilio, no entanto, afirmou que o atacante enviou mensagem pedindo para que o mandatário entrasse em contato com os seus representantes.

Com isso, encerra-se a terceira passagem do maior artilheiro do Corinthians no século. No total, o atacante disputou 284 partidas com a camisa do Timão, sendo 125 vitórias, 79 empates e 80 derrotas - um aproveitamento de 53,29%. O atacante balançou as redes 65 vezes pelo clube do Parque São Jorge.

Ele, além do mais, foi campeão brasileiro pelo Corinthians em 2005 e em 2017, além de levantar o título paulista de 2017. Individualmente, Jô viveu o auge de sua carreira ao ser eleito o melhor jogador e artilheiro na edição do heptacampeonato nacional.

Veja mais em: e Duílio Monteiro Alves.

Veja Mais:

  • Jogadores durante treino desta segunda-feira

    Corinthians treina no CT Joaquim Grava de olho na preparação para duelo decisivo na Copa do Brasil

    ver detalhes
  • Léo Mana foi convocado por Vítor Pereira ao time profisisonal

    Léo Mana é chamado ao profissional e desfalca o Corinthians em decisão no Sub-20

    ver detalhes
  • Guilherme Biro marcou um dos gols da vitória do Corinthians

    Corinthians controla o América-MG e larga na frente nas quartas de final do Brasileirão Sub-20

    ver detalhes
  • Elenco feminino do Corinthians teve baixas por lesão após o primeiro jogo das quartas de final do Brasileiro contra o Real Brasília

    Corinthians pede parecer à CBF sobre arbitragem e reforça importância do VAR no futebol feminino

    ver detalhes
  • Presidente Duílio Monteiro Alves assumiu a presidência do Corinthians em janeiro de 2021

    Atual gestão do Corinthians tem apenas 28,7% de aproveitamento em clássicos; relembre jogo a jogo

    ver detalhes
  • Mateus Vital tem treinado no CT Joaquim Grava mas ainda não foi relacionado para jogos do Corinthians

    Negociação esfria entre Corinthians e clube espanhol por Mateus Vital

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia:

x