Venha fazer parte da KTO
x

Eleições no Corinthians: o que os candidatos falaram sobre a dívida do clube e a Neo Química Arena

9.8 mil visualizações 85 comentários Reportar erro

Por Meu Timão

Neo Química Arena foi um dos assuntos discutidos pelos candidatos neste domingo

Jhony Inácio/Meu Timão

As eleições para o novo presidente do Corinthians estão marcadas para acontecer no próximo dia 25 de novembro. Neste domingo, 15 de outubro, André Luiz de Oliveira e Augusto Melo, os dois candidatos oficializados para o pleito, participaram de um debate no programa Mesa Redonda, da Gazeta Esportiva.

O Meu Timão acompanhou o programa e transcreveu as respostas dadas pelo dois candidatos aos questionamentos. A reportagem separou em três matérias, publicadas todas nesta segunda-feira, com os assuntos: futebol; dívidas e Neo Química Arena; e social, as categorias de base e histórico dos candidatos. Além disso, importante ressaltar que o Meu Timão já fez o convite para um debate próprio, nos estúdios do canal, e aguarda a agenda dos candidatos.

Confira abaixo, então, parte do debate entre André Luiz de Oliveira e Augusto Melo sobre as questões envolvendo as dívidas do clube, o trabalho da atual gestão e a Neo Química Arena.

O que foi dito por André Luiz de Oliveira e Augusto Melo sobre as dívidas do clube e a Neo Química Arena

Augusto Melo pergunta para André Luiz de Oliveira sobre o crescimento da dívida do Corinthians desde o início da gestão da Renovação & Transparência

"Nós pegamos o Corinthians lá em 2006 e o Corinthians não tinha CT, não tinha estádio, não tinha Mundial (sic!), não tinha Libertadores. Nessa gestão, o Corinthians foi campeão paulista cinco vezes e uma dentro do Allianz Parque, três vezes campeão do Brasileirão. O Corinthians nesse tempo só trouxe alegria pro corinthiano. E hoje, nós já estamos retomando nosso crescimento financeiro. Esse ano, nós já vamos ter um superávit. Pegamos período de pandemia, quando todas as empresas do Brasil sofreram e sofreram muito. Pegamos uma taxa Selic de 13.4, então tivemos que passar por isso. E hoje, criamos um projeto de melhoria e estamos conseguindo fazer esse equilíbrio orçamentário, através da Falconi e KPMG, e vamos manter porque foi um equilíbrio que trouxe ao Corinthians nesses últimos anos".

Augusto Melo tem direito a réplica.

"Acho que o candidato se equivocou, eu perguntei por que esse crescimento dessa dívida em dez anos, que foi de 178 milhões que é das gestões deles para 1 bilhão e 700, e ele falou de títulos. Os outros clubes também ganharam títulos, o Palmeiras e o Flamengo também ganharam, e estão com receitas recordes, equacionando as dívidas e nós sós estamos aumentando. Realmente, eles fizeram CT, fizeram a Arena, não pagaram nada e a dívida triplicou. Quando a gente faz e constrói um patrimônio, nós temos que pagar. A deficiência desse grupo é não pagar, como não pagam impostos, não pagam funcionários e é isso que nós precisamos. E ele não fala o que tem que fazer, aliás, ele ignorou o nosso Mundial de 2000 e tem que prestar atenção. Em 2006, não fomos campeões do Mundial, foi em 2000, então o Corinthians foi campeão de tudo, mas a que custo?".

Tréplica de André Luiz de Oliveira sobre a resposta de Augusto Melo.

"Eu estou em um lugar e ele está em outro mundo. Começamos em 2007. 2006 foi quando começamos a fazer o projeto da Renovação & Transparência. E o Corinthians foi campeão do mundo em 2000. Você vê que ele está sendo tão honesto conosco, que ele está dizendo que ganhamos tudo, que fizemos tudo de bom para o Corinthians nesses últimos dez anos, que tivemos um trabalho excelente. Só não posso comparar quando vejo você falando que a nossa administração foi ruim, porque se você vier a ser administrador estaremos perdidos. Pois você quebrou suas empresas e ainda foi condenado por sonegação fiscal. Esse é o maior problema que podemos trazer para o Corinthians nesse momento".

André Luiz de Oliveira é questionado sobre como fazer para quitar as dívidas, pagar o estádio e ainda ganhar títulos, caso ganhe a eleição

"O Corinthians hoje já está conseguindo sanar suas despesas. Teremos a Falconi e a KPMG que está nos ajudando e foi feito um trabalho muito bem feito. E se olhar hoje, já estamos com superávit com o valor da nossa dívida. Nossa despesa hoje é maior que a nossa rentabilidade (sic!). Como o presidente do clube já admitiu, ele errou no momento da montagem do time. Mas agora, com bastante cautela, com um executivo de mercado que possa ajudar o Mano Menezes a fazer boas contratações, contratações pontuais e que possam realmente vir e vestir a camisa do Corinthians. Pode ter certeza que vamos conseguir montar um elenco de ponta que vai voltar a trazer resultados positivos ao Corinthians. Pode ter certeza que isso faremos com bastante cautela. Vamos estar bem atentos nas contratações e elas que farão nosso time voltar a ter um ciclo vitorioso".

Augusto Melo é questionado sobre o mesmo assunto.

"Eles estão há 16 anos e nunca contrataram um executivo e o clube vem cada vez mais fazendo dívidas. Eu não sei onde ele viu que o clube vai ter um superávit. Aliás, temos que entender que desde junho essa gestão não coloca o balanço lá. Aliás, todas as receitas que eles estão falando, com despesa recorrente em termos de patrocínios, de venda de jogadores, que venderam jogadores no valor muito abaixo. Agora, vamos ter essa receita de 950 milhões que eles estão falando, eu queria saber de onde está vindo esse superávit e vamos fechar o balanço com 58 milhões de déficit. Ou seja, esse atual presidente pegou o clube com 911 milhões de dívidas e vendeu mais 200 milhões de jogadores, deve para funcionário... (tempo esgotado).

Tréplica de André Luiz de Oliveira sobre a resposta de Augusto Melo.

"Você precisa entender melhor as finanças do clube. Pode ter certeza que teremos um superávit e isso será apontado agora no balanço do final do ano. Você tem que esperar. Na hora que ver o balanço, você verá o superávit construído nesta gestão. Está certo que não ganhamos títulos nessa gestão, mas o trabalho de reduzir as dívidas foi feito. A nossa dívida vai ser de 892 (milhões). O nosso ganho foi maior que nossas despesas".

Augusto Melo é questionado sobre o que faria para reduzir a dívida, caso ganhe a eleição

"Acho que nem o candidato deles sabem o real valor da dívida. Nós não sabemos qual o valor real da dívida. Nós sabemos sim que, quando assumirmos teremos grandes surpresas, e é aquilo que eu falei em termos de receita que eles querem bater o recorde, mas é dentro desse sentido. Colocaram toda a receita da venda de atletas, até parcelado, uma empresa que eles falaram que vão anunciar com mais de 100 milhões, também parcelado, eles estão colocando tudo dentro de uma receita só para justificar esse recorde de receita. Mas, no final vocês vão ver, vai ter um déficit de quase 60 milhões, ou seja, eles assumiram o clube com 911 milhões (de dívida), tem mais de 200 milhões com a venda de atletas pífia, pois o que tínhamos de melhor para diminuir a nossa receita eles acabaram aumentando. Então, é isso que a gente quer entender, o que eles fazem é uma renegociação de dívida que está cada vez pior. A Arena, por exemplo, devíamos 550 milhões e hoje devemos 700 milhões com péssimas renegociações, e a gente sabe que tem alguns FGTS atrasados. Agora, receita eles não estão conseguindo equacionar, diferente, nós vamos entrar com um marketing pesado para que a gente possa trazer receita. Esse grupo que está aí há mais de 16 anos estão queimados no mercado, não tem condições de buscar receitas no mercado, as receitas é sempre final de campeonato, venda de jogadores... (tempo esgotado).

André Luiz de Oliveira é questionado sobre o mesmo assunto.

“Ele disse que não sabe o valor da dívida, isso é uma tristeza. O que temos hoje é o patrimônio que construímos ao longo desse tempo todo. Nossa Arena hoje vale dois bilhões. Os dois CTs e o Parque São Jorge que vale mais de um bilhão. E a marca Corinthians é uma coisa que não tem como mensurar o quanto vale. A nossa dívida hoje está equacionada. Ele realmente não sabe de nada porque ele não foi pesquisar para saber, porque se você quer vir aqui e discutir o valor da dívida você tem de saber, tem que procurar saber".

Tréplica de Augusto Melo sobre a resposta de André Luiz de Oliveira.

"Como eu disse, teremos um marketing agressivo para que a gente possa reduzir. A Arena ele fala que vale 2 bilhões e eu gostaria onde ele teve essa avaliação. Vamos vender, então, e construir uma com menos da metade desse preço, pelo que eles deixaram chegar nesse valor, 1 bilhão e 700 o que vai custar a nossa Arena no final dessa negociação péssima que nós, assim que ganharmos, vamos sentar para negociarmos isso, conversar. Por que eu gostaria de saber, 2 milhões, que ótimo, uma Arena moderna que deixa muito a desejar em termos de lugares populares, arena coberta, enfim, mais uma vez eles sangram o nosso torcedor, despreza nosso torcedor e é isso... (tempo esgotado).

André Luiz de Oliveira é questionado se pretende renegociar o acordo atual do Corinthians com a Caixa da dívida da Neo Química Arena, caso ganhe a eleição

"Hoje devemos R$ 770 milhões (sic) da Arena. Realmente estamos pagando as dívidas dos juros. Os juros hoje está na casa de 13.75/13.50. Isso realmente encareceu os juros e quando se encarece os juros, por causa da Selic, você acaba pagando um valor maior de juros. Mas desses R$ 670 milhões (sic), R$ 400 milhões já é do naming rights. E a nossa dívida hoje da Arena é de R$ 270 milhões. Hoje temos uma receita anual da Arena de R$ 100 milhões, então é uma dívida que está equacionada. Temos certeza que vamos conseguir administrar essa dívida, que vamos pagar e a bem curto prazo talvez já tenhamos nossa Arena para que possamos trazer, de repente, todo esse recurso que temos de pagar de juros, e transformar em despesas (sic), para que possamos melhorar o nosso time de futebol".

Augusto Melo é questionado sobre o mesmo assunto.

"Entra naquele sistema que eu falei da péssima negociação de 550 para 700 milhões e onde eles ficaram todos esses anos arrecadando e não pagaram nada. Por isso, hoje nós temos esse déficit da Arena, coisas que queremos modificar, trazer a Arena para o povo. Eles desprezaram o corinthiano, elitizaram nosso Corinthians. Queremos popularizar mais a nossa Arena, a arena lotada para que a gente possa buscar receita no CNPJ, e não no CPF e sangrar o torcedor cada vez. Queremos lugares populares na Arena, com isso gerar receita e equacionar as dívidas da Arena".

Tréplica de André Luiz de Oliveira sobre a resposta de Augusto Melo.

“Nós estamos analisando a melhor forma de melhorar a vinda do torcedor mais simples. Já estamos com um projeto que iremos desenvolver, mas que precisamos de alguma forma conversar com os administradores da Arena para que eles possam nos dizer onde alocar esses torcedores. Vamos fazer uma parceria com a prefeitura de São Paulo e com o Governo do Estado para pegar todas aquelas famílias que são do CadÚnico para que peguemos uma quantidade de ingressos e comecemos a fazer um trabalho de aproximação de todas essas pessoas...(tempo esgotado)".

Veja mais em: Eleições no Corinthians, Neo Química Arena e Dívida do Corinthians.

Veja Mais:

  • Raniele em ação durante jogo entre Corinthians e São Paulo

    Corinthians recebe São Paulo na Neo Química Arena para tentar se reerguer no Brasileirão; saiba tudo

    ver detalhes
  • Majestoso pela nona rodada do Brasileirão tem duas opções de transmissão

    Corinthians e São Paulo pelo Brasileirão tem duas opções de transmissão; saiba quais

    ver detalhes
  • Corinthians encerra preparação para clássico contra o São Paulo

    Corinthians encerra preparação para clássico contra o São Paulo no Brasileirão; veja provável time

    ver detalhes
  • Rodrigão e Nicolas Araújo deverão ser titulares na estreia do Timão pela segunda fase do Campeonato Paulista Sub-17

    Corinthians inicia segunda fase do Campeonato Paulista Sub-17 em Piracicaba; confira os detalhes

    ver detalhes
  • Arthur Sousa saindo em comemoração após gol marcado contra o São Paulo

    Autor do gol de honra no último Majestoso 'desaparece' do Corinthians com António Oliveira

    ver detalhes
  • Romero no empate do Corinthians com o Fortaleza

    Romero permanece em convocação do Paraguai e vira desfalque para os próximos jogos do Corinthians

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Comente a notícia: