Emerson rebate críticas de ser chinelinho

1.4 mil visualizações 0 comentários

Por Meu Timão

Emerson saiu do banco para empatar a partida contra o Avaí

Emerson saiu do banco para empatar a partida contra o Avaí

Um desabafo, com direito a lágrimas de choro, do destaque da vitória do Corinthians por 2 a 1 contra o Avaí. Autor de um gol no Pacaembu, Emerson atacou os críticos que o chamam de jogador chinelinho, por permanecer muito tempo no departamento médico por lesões. Ele retornou no último domingo depois de cinco jogos fora, por conta de um problema muscular na coxa direita.

“Eu fiquei machucado. Eu assisto televisão. Vejo jornal. Tem gente que, até sem maldade, fala que eu me machuco demais. Me machuco porque futebol é um esporte de contato e todos estão sujeitos a isso. Cheguei em 2009 ao Brasil, passei grande parte da minha carreira fora. E não me machuco tanto. É normal, estou voltando e brigando pelo melhor do Corinthians. É muita vontade”, enfatizou o jogador.

Foi no sacrifício que Emerson se entregou em campo. Com condições físicas para atuar de 30 a 45 minutos, Sheik atuou mais de 60 minutos. “O Emerson foi contra os princípios físicos pela necessidade. Era o jogador mais agudo que tinha. Fiquei na dúvida, mas a necessidade de colocar foi mais forte”, destacou Tite.

Sheik, por fim, enalteceu a importância do resultado. “Foi um passo importante e continuamos brigando pelo titulo”, concluiu o atacante, que começará como titular contra o América-MG, no próximo domingo.

Fonte: Marca Brasil

Veja Mais:

  • Giovanny em ação na final da Copa do Brasil Sub-17, diante do Palmeiras, no Pacaembu, em novembro de 2017

    Chega ao fim contrato de atacante que não atuou pelo Corinthians por quase três anos

    ver detalhes
  • Corinthians fez vídeo para se posicionar contra o racismo

    Vidas negras importam: Corinthians destaca ídolos e vítimas recentes em vídeo contra o racismo

    ver detalhes
  • Passo a passo: a participação de torcedores no protesto pela democracia na Avenida Paulista

    VÍDEO: Passo a passo: a participação de torcedores no protesto pela democracia na Avenida Paulista

    ver detalhes
  • Gabriel fez o que poucos corinthianos (e brasileiros) fizeram

    [Vitor Chicarolli] Gabriel fez o que poucos corinthianos (e brasileiros) fizeram

    ver detalhes
  • Conflito entre policiais e grupo pró-democracia marcam domingo na Avenida Paulista

    PM explica uso de bombas para dispersar grupo onde protestavam corinthianos na Paulista

    ver detalhes
  • Cerca de 500 corinthianos marcam presença na Avenida Paulista neste domingo

    Torcida do Corinthians ganha apoio de rivais em ato pró-democracia na Avenida Paulista; veja vídeo

    ver detalhes

Últimas notícias do Corinthians

Emerson deveria ser titular?

Nenhum comentário ainda. Seja o primeiro a comentar!