thaynann

18 anos , de periquito

thaynann miranda salles

Torcedor do site número: 439.769, cadastrado desde 22/02/2014

Aqui é Corinthians

male

Estatísticas no Meu Timão

Última atividade no site em 09/03/2014 às 09h38

Ranking de comentários

Faltam 48 comentários para o thaynann entrar no Ranking

Ver Ranking

2 Comentários

100% de aprovação

11 Posts

91% de aprovação

7 Tópicos

4.451 Visualizações

1.113 Views por tópico

Atividades do thaynann no Meu Timão

Última interação no site em 26/02/2014 às 08h10

  • thaynann

    thaynann postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Pasei a semana inteira ..."

    há 4 anos

    Pra tiver jogando pra te ver ganhando, não quero W.O eu quero que o meu time entre em campo e mostre sua raça, sua força, e vai Corinthians

    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Eu só espero que não seja verdade..."

    há 4 anos

    Só o guerreiro, e o Cássio, Ralf,

    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Quem lembra desse rolezinho com 40 mil corintianos"

    há 4 anos

    O Corinthians chegou ao Japão com muitas esperanças de título pelo futebol incontestável apresentado no Brasil, vindo da conquista do Brasileirão 2011, e do título da Libertadores 2012, além de uma boa atuação pelo campeonato Brasileiro.

    Havia pela frente, no entanto, o Chelsea, clube galático da Inglaterra, que vinha da conquista da Champions League 2012. Em fase contubarda, o clube inglês trazia não só a tradição europeia para o Mundial mas um time muito mais caro e reconhecido que o Timão - que precisava desesperadamente ganhar para se redimir com sua torcida após a eliminação precoce na Champions League seguinte ao título.

    No primeiro jogo, contra o Al Ahly, o Corinthians não mostrou todo o seu futebol, e venceu com um magro - e sofrido - 1x0 sobre o time egípcio. Ainda assim, o time não se abateu e chegou para final com vontade e futebol de qualidade.

    De forma incontestável, fez um jogo de igual para igual com o time inglês, e em jogada de Paulinho, Danilo a bola sobrou para Guerrero que marcou o gol do título. A frieza tática de Tite, e as defesas incríveis de Cássio fizeram com que conquistássemos mais um título.

    A torcida, foi um show a parte, e invadiu o Japão. Mais de 40 mil torcedores compareceram ao Yokohama Stadium para a final, e levaram o clima do Pacaembu para o Japão. Entre histórias de gente que vendeu carro, largou emprego, família e correu para o Japão para apoiar o Corinthians.

    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Quem lembra?"

    há 4 anos

    4 de julho de 2012, o dia da independência corinthiana. O dia em que o Corinthians se libertou de seus fantasmas e conquistou, em definitivo, um dos títulos mais desejados pela torcida.

    Sobre o tradicionalíssimo Boca Juniors, numa final incrível no Pacaembu, o Corinthians coroou com 2 gols de Emerson Sheik uma campanha invicta, difícil, incontestável e com a cara do Timão.

    Um time sem estrelas, onde estreantes e veteranos brilharam, foi, sob o comando do técnico Tite, o time que enfim quebrou o segundo grande tabu da história corinthiana com seu futebol de resultado, coletivo e bem jogado.

    Na primeira fase, o Corinthians enfrentou o Deportivo Táchira, se apresentando bem, mas saindo com apenas um empate em 1x1 da Venezuela. O segundo jogo, em casa, contra o Nacional do Paraguay, teve a calma de Danilo, que abriu o placar, complementado por Edenílson, garantindo 2x0 para o Corinthians.

    Em seu terceiro jogo, contra o Cruz Azul no México, o Corinthians joga bem, mas novamente leva apenas o empate sem gols. O jogo de volta, entretanto, Danilo, com a frieza de sempre, encerra o 1x0 para o Timão.

    Contra o Nacional, no Paraguay, o Corinthians desencanta, joga com tranquilidade, fazendo um placar de 1x3, com gols de Jorge Henrique, Sheik e Élton. Já classificado para a próxima fase, o Corinthians enfrenta em casa o Deportivo Táchira, e com largos 6x0 (gols de Danilo, Paulinho, Jorge Henrique, Sheik, Liedson, Douglas) encerra de maneira brilhante a fase de grupos.

    O primeiro adversário do mata-mata foi o Emelec. No primeiro jogo, no Equador, o Corinthians sofre com uma arbitragem caseira e leva mais um empate sem gols. Já no Pacaembu, o Corinthians se recupera e com Fábio Santos, Paulinho e Alex, passando para as quartas de final com um bonito 3x0.

    A dificuldade aumenta, com o Corinthians enfrentando o Vasco em São Januário. Com a defesa menos vazada da competição, o Timão não sofre gols e segura o empate no Rio de Janeiro, e traz a decisão para o Pacaembu mais uma vez.

    Em casa, num jogo nervoso, Cássio prova seu lugar, e cresce para cima de Diego Souza, do Vasco, que teve uma chance cara a cara com goleiro. A bola não quis entrar, até os 43 do segundo tempo, quando Paulinho cabeçou com precisão e correu para comemorar com a Fiel.

    Assim, o Corinthians chega a semi-final, dessa vez contra o rival, o Santos. Favorito, graças a estrelas como Neymar e Ganso, o time da baixada não conseguiu segurar o Corinthians na Vila, que contou com Sheik para fazer um golaço e garantir o 0x1 fora de casa.

    No Pacaembu, o Corinthians só precisava de um empate simples para a garantir a classificação. E assim foi: após gol de Neymar, a frieza e experiência de Danilo foram as armas do Corinthians, que cravou o 1x1 classificador.

    Daí pra frente, tudo era novo: o Corinthians chegava a uma inédita final da Libertadores, contra o temido Boca Juniors, vencedor de 6 edições do torneio. Com a melhor campanha, o Corinthians ganhava o direito de decidir em casa.

    O primeiro jogo, na Bombonera, prometia catimba e pressão do estádio mais conhecido com Caldeirão. E aos 27 minutos do segundo tempo, todo o sonho parecia ameaçado. Com Roncaglia, os argentinos abriram o placar.

    A decisão de Tite, porém, mudou a história corinthiana. O treinador apostou em Romarinho, o jovem estreiante de apenas 21 anos, que, em seu primeiro toque na bola, recebeu a bola e com elegância tirou do goleiro. Tudo igual. O Corinthians estava de novo no páreo.

    Agora restava, em casa, decidir o título. E o Corinthians fez o que tinha de fazer. Com dois gols de Sheik, para o delírio da Fiel que lotou o Pacaembu por dentro e por fora, o Timão conquistou, enfim, a Libertadores.

    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Ex-preso de Oruro anunciou invasão ao CT pelo Facebook Veja:"

    há 4 anos

    Eles queria mais era pegar, o pato, o sheick, mas será mesmo porque não a diretoria neh, e será porque que as cameras de repente pararam

    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann postou em Bate-Papo da Torcida, no tópico "Ex-preso de Oruro anunciou invasão ao CT pelo Facebook Veja:"

    há 4 anos

    Foragido da Justiça desde a última quinta-feira, Tiago Aurelio dos Santos Ferreira convocou membros de facções para invadir CT Joaquim Grava e mandou recado para Sheik e Pato, horas antes, em rede social



    Fonte: http://www.lancenet.com.br/corinthians/Foragido-Bolivia-CT-Timao-Facebook_0_1089491205.html
    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann postou em Mercado da bola, no tópico "Borges Sóbis ou Tardelli?"

    há 4 anos

    Weliton nem

    detalhes do post
  • thaynann

    thaynann comentou na notícia: "Três atacantes teriam sido sondados pelo Corinthians"

    há 4 anos

    Desses ai sou mais o tardeli

    detalhes do comentário
  • thaynann

    thaynann comentou no post de blog: "Corinthians 3×2 Rio Claro: Deja vu na defesa, no ataque e nos pontos!"

    há 4 anos

    Vai Timão

    detalhes do comentário
  • thaynann

    thaynann postou em Humor, no tópico "Na última vez que o São Paulo venceu um clássico... veja como era o mundo"

    há 4 anos

    1- 'Whats Up?': Facebook tinha US$ 16 bilhões a mais

    2- Eike Batista era bilionário

    3- Bruna Marquezine era criança. Naquela da novela do Tony Ramos

    4- O papa não era 'hermano'

    5- O mundo iria acabar

    6- O gigante ainda estava dormindo

    7- Ninguém sabia o que era black bloc

    8- Christina Aguilera era gorda

    9- Oscar Niemeyer ainda estava vivo

    10- Marcar encontros com desconhecidos não era socialmente aceitável

    11- A MTV Brasil estava no ar

    12- Justin Bieber nunca tinha sido preso

    13- Os EUA espionavam todo mundo escondidinhos

    14- Neymar não tinha contrato com o Barcelon... OH WAIT

    detalhes do post
`